Toca Raul!!! Blog do Raul Marinho

Para ser piloto (como “tirar brevê”)

Posted in Aviação by Raul Marinho on 10 outubro, 2009

piloto de avião

Neste post, eu falei sobre as razões do meu sumiço: a falta de tempo para blogar devido às atividades relacionadas à obtenção de minha CHT – ou “brevê”, como se diz por aí. Presumo que pouca gente saiba como uma pessoa se torna piloto, então vou fazer um apanhado sobre como isso acontece. Basicamente, a formação de um piloto passa pelos seguintes estágios: PP (piloto privado, não pode trabalhar na aviação), PC (piloto comercial, pode fazer tudo menos pilotar aviões de linhas aéreas regulares), e PLA (piloto de linha aérea, quem pilota os jatos da ponte aérea, os aviões transcontinentais etc.).

Prossiga lendo se isso realmente te interesse… A história vai longe.

A primeira carteira que é preciso ter na aviação é a de PP, Piloto Privado (ou “Pensa que é Piloto”, numa piada clássica de aeroclube). Piloto privado, regra geral, pilota somente o seu próprio avião/helicóptero, ou de alguém que lhe tenha cedido ou alugado (não pode ser, por exemplo, um Boeing da Gol, mesmo que ela alugue a aeronave para o sujeito). No Aeroclube de São Paulo, o sócio, desde que habilitado, pode pegar um avião do acervo e sair sozinho só com a CHT de PP. Mas, na maior parte dos casos, o PP pilota o próprio avião. O PP só pode voar, ao menos inicialmente, sob as “regras de vôo visual” (VFR), navegando “por contato” (vendo a paisagem, do mesmo jeito que num automóvel), e em condições meteorológicas muito boas. Geralmente, um PP não voa aviões multimotores, nem sob “regras de vôo por instrumentos” (IFR), embora seja possível se ele obtiver o respectivo cheque (autorização concedida após o piloto ter sido “checado”). O que não pode, sob hipótese alguma, é realizar trabalho remunerado.

Para se tornar PP é preciso: 1)Ter boa saúde (possuir “CCF-Certificado de Capacidade Física de 2ª classe”); 2)Ter sido aprovado numa prova teórica, de 5 disciplinas, aplicada pela ANAC; 3) Ter um mínimo de experiência prática, contada em horas de vôo; e 4)Ter sido checado em todas as 3 alternativas anteriores – ter passado por uma prova aplicada por examinadores cada vez mais rígidos, na medida em que as licenças concedidas (PP, PC e PLA) envolverem arriscar a vida de mais pessoas. A seguir, uma explicação sobre como funciona cada item, em linhas gerais:

1)      Como obter seu CCF

Certificado de Capacidade Física é o documento primário da aviação. Sem seu CCF em dia, o piloto está irregular e pode ser penalizado (aliás, é uma falta grave), e antes do CCF ser emitido, o aluno não pode iniciar a parte prática de sua instrução. Obter o CCF não é fácil nem barato, e requer alguma dedicação e estratégia. O exame é rígido e amplo, mas o que mais reprova é colesterol, desvio de sépito nasal, problemas graves de visão (usar óculos pode, dentro de certos limites), audição, ou motor. Para os PPs, o CCF exigido é o de “2ª classe”, que é menos rígido, e pode ser conseguido em clínicas particulares, onde você é obrigado a levar todos os exames; ou no Hospital da Aeronáutica, onde você passa dois dias entre laboratórios e consultórios. Para PCs (pilotos comerciais) e PLAs (pilotos de linha aérea), é necessário o CCF de 1ª classe, que só pode ser feito em um Hospital da Aeronáutica, por médicos militares.

Somente considere tirar seu CCF de 2ª classe no Hospital da Aeronáutica se você não tiver plano de saúde, mas é bom saber de antemão que: a)demora mais de um mês para agendar; b)você vai perder uns 2 dias lá dentro; e c)há muitas chances de você ser reprovado por motivos pouco criteriosos (p.ex.: um amigo foi reprovado por ansiedade). Nas clínicas credenciadas pela Anac, o preço é o mesmo (cerca de R$400,00), o agendamento é imediato, o exame é muito rápido (2 horas, no máximo), e é muito mais difícil ser reprovado. O grande problema do CCF é a quantidade de exames que você deve providenciar antes de agendar a visita à clínica: raios-X do pulmão, dos seios da face, e dos dentes, laboratoriais de sangue e urina, de audiometria, eletroencefalograma, e cardiológico em esteira (para maiores de 40). Tudo isso custa uns R$1.000, no mínimo, e você vai ter que ir pelo menos umas 4 ou 5 vezes aos laboratórios. Se você tiver um bom plano de saúde, somente será preciso pagar o raio-X panorâmico dos dentes, que custa uns R$100 – e que, na realidade, é exigido mais para poder te identificar em caso de acidente com carbonização de corpos (e para o sujeito ver se quer mesmo ser piloto…).

Quando se faz os exames prévios, já é possível antecipar algum problema. Por exemplo: se o colesterol estiver alto, dá para reduzi-lo e repetir o exame antes da avaliação médica. Depois que todos os exames estão em ordem (tomando o cuidado para que nenhum dos exames esteja vencido), é o momento dos testes clínicos, oftalmológicos, psicomotores, etc., onde também é checado se sua carteira de vacinação está em dia para febre amarela e tétano. (Você toma estas vacinas de graça em qualquer Posto de Saúde, a de febre amarela não dói, e a de tétano dói um bocado, e são necessárias 3 doses). O exame vale por 2 anos (PPs com menos de 40 anos), 1 ano (PPs maiores de 40 ou PCs de qualquer idade), ou seis meses (PCs maiores de 40 ou PLAs de qualquer idade).

2)      Para passar na “banca da ANAC”

No caso de PPs, não é obrigatório fazer curso presencial (para PCs, sim), e o candidato pode estudar sozinho e se inscrever para a prova da ANAC (a tal da “banca online” – online porque a prova é feita em computadores da ANAC, que estão numa rede privativa, não vá pensando que dá para fazer prova pela internet). De qualquer maneira, fazer um curso presencial, seja em aeroclubes, seja em escolas especializadas, é muito importante, principalmente se a pessoa pretende fazer o PC depois. Além de ser muito mais produtivo ter aulas do que estudar sozinho, é na escola que se vai familiarizando com o mundo da aviação, conhecendo os futuros pilotos etc. Também é importante salientar que o candidato é avaliado quanto a seus conhecimentos teóricos em todos os cheques & recheques que fizer, não só na “banca da Anac”.

A maior parte dos cursos tem entre 3 e 4 meses de duração, custa cerca de R$2mil (preços do Aeroclube de São Paulo), é oferecido em meio período de manhã ou à noite, e alguns oferecem aulas somente nos finais de semana (o dia todo). Além da mensalidade, deve-se reservar uns R$1.000 para pagar o material didático e a inscrição para fazer a “banca online”. O conteúdo é dividido em 5 matérias: navegação, conhecimentos técnicos, regulamentos, meteorologia e teoria de vôo. Na ANAC, a “banca online” também é dividida entres essas disciplinas, com 20 perguntas para cada uma, 100 no total – e é preciso acertar 70% ou mais das questões de cada uma das provas, que são em múltipla escolha com 4 alternativas. A seguir, um resumo do que é preciso saber em cada uma das disciplinas para PP e PC:

Navegação (PP): conhecer cartas e mapas, conceitos de rumos e proas, declinações magnéticas, erros de bússola, os efeitos dos ventos, e efetuar cálculos em “computadores de vôo” (réguas de cálculos); saber calcular fusos horários; e as regras de três da aviação (autonomia, velocidade, etc.). Para PC, acresente-se a navegação por instrumentos e a resolução de problemas completos de navegação aérea. Esta matéria é idêntica para pilotos de avião e de helicóptero, e não é cobrada para a prova de PLA.

Meteorologia (mesma coisa para PPs, PCs, de avião e de helicóptero – não é cobrado para PLAs): saber ler e interpretar os principais boletins meteorológicos (METAR, SPECI, TAF); entender os sistemas, as frentes, os códigos; saber quais são os principais perigos para a aviação; as características das nuvens (e como arbitrar a altura de sua base) e dos ventos; e como funcionam os equipamentos meteorológicos e de altimetria. Essa disciplina também não é cobrada para os PLAs.

Conhecimentos técnicos: funcionamento do motor, de sistemas elétricos, hidráulicos e mecânicos; os instrumentos do painel; como combater incêndios; sistemas de alimentação, refrigeração, lubrificação, etc.; equipamentos anti-icing, e por aí vai. Para PCs, inclua-se o conhecimento sobre motores a reação (os populares “jatos”). Essa matéria é cerca de 20% diferente para pilotos de avião ou de helicóptero, e assim como as anteriores, não se aplica aos PLAs.

Regulamentos: quais são as instituições aeronáuticas brasileiras e internacionais (quem faz o quê na aviação); as “regras do ar” (mais ou menos equivalentes às regras de trânsito para os automóveis); como o aviador deve se comportar nas diferentes situações, especialmente as emergências; os principais documentos utilizados (especialmente, o Plano de Vôo); a divisão do espaço aéreo; como se relacionar com os órgãos de tráfego aéreo, etc. O conteúdo comum para aviões e helicópteros é de cerca de 90%, e é recomendável que todos os pilotos saibam todo o regulamento, já que compartilham o mesmo espaço aéreo pelo menos no pouso e na decolagem. Para PPs, não é cobrado conhecimento sobre as regras de vôo por instrumento “IFR”, que é o que se acrescenta para os PCs e PLAs.

Teoria de vôo: em uma palavra, Física – evidentemente, aplicada à aeronáutica. É 90% diferente para aviões e helicópteros, que voam de maneira muito diferente. Para um candidato PP-avião, a matéria é sobre a Física do vôo em baixa velocidade (menos que 500km/h, aproximadamente), e para o PC-avião, inclui-se também a alta velocidade, de “Mach 0,4” em diante (cada “Mach” equivale à velocidade do som, cerca de 1.200km/h ao nível do mar). Para helicópteros, o objetivo é entender como “aquilo” voa. Para PLAs, essa é a disciplina mais complicada.

3)      Brincando de Top Gun: a parte prática

O treinamento prático pode começar tão logo o sujeito consiga obter seu CCF, e para os PPs ele pode prosseguir deste jeito até atingir as 15 horas de vôo (tanto para aviões quanto para helicópteros). A partir da 16ª hora, quando o aluno “sola” – voa sem a interferência do instrutor (na maior parte dos casos); ou sozinho mesmo, sem mais ninguém na cabine de comando (no Aeroclube de São Paulo é assim) –, é preciso estar aprovado na “banca online” da Anac. Para PPs (avião e helicóptero), a experiência mínima é de 35 horas; para PC-helicóptero, são 100 horas; para PC-Avião (com ou sem IFR), 150 horas em avião de aeroclube, ou 200 em avião particular; e para PLAs, são 1.500 horas. Além disso, há uma contagem de experiência de acordo com a atividade desempenhada (como “X horas como primeiro em comando”, “Y horas voando em duplo comando”, etc.), que não será levada em conta por enquanto – falaremos um pouco disso quando tratarmos do vôo noturno e da navegação em simulador.

A primeira decisão relativa à instrução prática é: que aeronave usar? Para pilotos de avião, o treinamento inicial dos PPs é sempre realizado em aviões monomotores a pistão, não pressurizados, para 2 ou 4 passageiros. O que mais varia é a configuração do trem de pouso, que pode ser do tipo “convencional” (com uma rodinha atrás, a “bequilha”) ou “triciclo” (com uma roda no nariz do avião, o “trem do nariz”). Os aviões convencionais (ex. AeroBoero) são, em geral, mais baratos, porém mais difíceis de pilotar; enquanto que os aviões triciclos (exs. Cherokee/Tupi/Corisco) são bem mais fáceis de pousar e decolar, e oferecem instrução mais sofisticada (fazem vôo noturno, voam por instrumentos, etc.), embora com preço horário superior.

Essa história de “preço horário superior” (ou inferior) é meio complicada, mas vale a pena explicar direito, já que é uma das informações mais importantes e difíceis de obter. O que segue explicado é válido para o Campo de Marte de hoje, e pode variar muito. Mas vamos lá, começando com aviões:

No Aeroclube de São Paulo, existem aviões do tipo “tricliclo” – Cherokee (mais indicado para PP, só voa VFR) e Tupi/Corisco (equipados com os instrumentos para o vôo IFR, típico do PC); ou aviões do tipo “convencional” – somente AeroBoero, que só pode ser usado para vôo VFR. Para o PP, os aviões recomendados são Cherokee (R$300/hora) ou AeroBoero (R$200,00), sendo que pelo menos uma hora de vôo deva acontecer numa aeronave homologada para vôo noturno em S.Paulo, e a opção mais barata é o Tupi, a R$463/hora. Para o Cherokee, o tempo médio de treinamento para o aluno ser considerado apto a “checar” (solicitar ser avaliado para a expedição da CHT) é de 38 horas, contra 60 se o aluno fizer sua instrução no AeroBoero. Se o aluno quiser evitar a constrangedora restrição a vôos noturnos, e estiver treinado em aviões do tipo triciclo, basta pagar R$163 a mais; mas no caso do AeroBoero, deve-se fazer 5 aulas no Cherokee para a adaptação aos triciclos ($100 a mais em cada hora, R$500 pelas 5 horas) e R$263 adicionais pela hora noturna em si. Então, para resumir em números, o custo médio do treinamento para PPs (avião) é o seguinte.

Treinamento em avião triciclo:

  • Com restrição noturna / 38 horas de Cherokee: 38 x R$300 = R$11.400
  • Sem restrição noturna/ 37 horas de Cherokee: 37 x R$300 = 11.100 + 1 hora de Tupi = R$463 – Total geral: R$11.563

Treinamento em avião convencional:

  • Com restrição noturna / 60 horas de AeroBoero: 60 x R$200 = R$12.000
  • Sem restrição noturna/ 54 horas de AeroBoero: 54 x R$200 = 10.800 + 5 horas de Cherokee = R$1.500 + 1 hora de Tupi = R$463 – Total geral: R$12.763

Tudo isso são valores médios; é óbvio que existem pessoas abaixo ou acima da média, e um sujeito extremamente habilidoso pode conseguir checar com 35 horas voando AeroBoero, o que seria o menor custo total possível, cerca de R$7mil. De qualquer maneira, é preciso levar vários outros aspectos em conta, principalmente que:

a)      A frota de aviões do tipo triciclo é de cerca de oito aeronaves, contra somente dois AeroBoero. E como o valor da hora dos Boero é mais barata, estes são aviões muito procurados. Além disso, estes são aviões com muitas restrições meteorológicas (não decolam com vento de través superior a 10 nós), o que faz com que seja muito mais difícil conseguir um AeroBoero para voar do que os triciclos.

b)      Para quem quer se especializar na aviação agrícola, ser instrutor de vôo (os Boero e os Paulistinhas são os aviões mais comuns), ou comprar um avião desse tipo, o AeroBoero é melhor; para todo o resto, o avião do tipo triciclo é mais indicado. Na realidade, este é o padrão da aviação contemporânea.

c)       Tem gente que busca barganhas em aeroportos Brasil a fora. Geralmente, estes lugares têm aviões convencionais, então é melhor começar o treinamento em Boeros.

Ainda no Campo de Marte, existe uma escola de pilotagem que oferece modelos da Cessna. Trata-se da ABC Fly, com uma tabela de preços similar à do Aeroclube de São Paulo. Para quem mora em São Paulo, e quer buscar novos horizontes na instrução aérea, o destino preferido é Jundiaí, mas o que tem se mostrado o mais econômico de todos é o do Aeroclube de Araraquara, que chegou a vender a hora de vôo a R$120 (hoje está a R$150), voando AeroBoero. Atualmente, um pacote de 60 horas em Araraquara custa R$9mil, e se for somado todo o custo adicional com hospedagem, transporte, refeições etc, percebe-se que a vantagem financeira é muito pequena.

No caso de helicópteros, a situação é bem diferente. O Aeroclube de São Paulo não possui “aeronaves de asa rotativa” em seu acervo, o que possibilitou o aparecimento de várias escolas no Campo de Marte: Rangel, HeliPoint, Master, Bravo, ABC Fly (a mesma dos aviões), etc. Todas oferecem o mesmo equipamento (Robinson R-22), e preços flutuando entre os R$550 e os R$700 por hora. Os pilotos de helicóptero costumam checar com pouco mais de 35 horas de vôo (o limite legal mínimo), então o custo do treinamento prático para PP/helicóptero fica por volta de R$20-25mil – o dobro do valor demandado pelos aviões. A negociação de “pacotes”, entretanto, é a regra para os helicópteros, o que significa que é possível pagar até R$500/hora (o caso que conheço é de um aluno que fechou todas as 100 horas requeridas para PP e PC, e pagou adiantado R$50mil).

Para PC/helicóptero, o custo da hora de helicópteros é o mesmo que para PP. Dado que serão necessárias mais 65 horas para o sujeito conseguir checar o PC, o respectivo custo será de cerca de R$35mil, em média. No total, gasta-se perto de R$60mil para concluir todo o treinamento prático PP+PC de helicópteros. No caso de aviões, é necessário voar 150 horas totais, aproximadamente 110 a mais, em relação ao PP (estou considerando que o aluno fez o treinamento de PP em aviões do tipo triciclo). A maior parte do treinamento para PC pode ser feita nos mesmos aparelhos utilizados no PP, mas a parte de navegação IFR terá de ser realizada em aviões mais sofisticados – no caso do Aeroclube de São Paulo, os Tupi. Embora o custo do Tupi seja elevado (R$463/hora), é possível substituir parte das horas de navegação IFR por horas em simulador de vôo, que custam R$60/hora (atenção: o simulador de vôo para navegação IFR não tem nada a ver com o “MS-Flight Simulator” e quetais), mantendo as 150 horas mínimas. É uma regra meio confusa, mas em resumo ela diz que o sujeito precisa fazer 20 horas em avião IFR e o resto em VFR, mais 25 horas em simulador. Então, para todos os efeitos, o custo é de cerca de R$30mil para o treinamento de PC-IFR em aviões. No total, entre PP e PC de avião, é necessário cerca de R$42mil.

4)      Checando PP, PC e PLA

Na aviação, o termo “cheque” se refere a uma espécie de prova prática, em que o “checador” verifica seus conhecimentos sobre pilotagem. Parte do cheque é parecida com o exame para tirar carteira de motorista: o examinador/checador vai dar umas voltas com você e pedir para você fazer as manobras que estão na lista de cheque: decolar, pousar, fazer curvas, etc. Também é cobrado saber sair de situações de emergência, como pane no motor, nos instrumentos etc. Mas, diferente do exame para carros, o checador faz uma espécie de exame oral, ou seja: durante o tempo em que ele passa com você, ele vai te fazer milhares de perguntas sobre todos os assuntos relacionados à aviação: meteorologia, navegação, conhecimentos técnicos, teoria de vôo e, principalmente, regulamentos. Também será cobrado saber fazer a navegação no papel, preencher o plano de vôo, peso & balanceamento, e tudo e qualquer coisa relacionada às tarefas que um piloto desempenha ou pode desempenhar.

Como tudo na formação de piloto, o cheque também custa dinheiro e é burocratizado. O cheque de PP custa por volta de R$500 (não sei quanto custa para PC e PLA, mas vou me informar), e você vai perder algumas horas no balcão da Anac comprovando sua qualificação teórica e experiência prática. Para PPs, o checador é, geralmente, civil – um instrutor sênior, na maioria das vezes. Para PCs e PLAs, o checador costuma ser um oficial da Aeronáutica. Caso o aluno seja aprovado no cheque, é só pagar um churrasco para o pessoal do aeroclube e pegar a CHT. Se reprovar, o checador vai indicar quais manobras ou conhecimentos precisam ser aprimorados, e o aluno deverá concentrar o treinamento em suas deficiências para a nova tentativa. Se reprovar de novo, o aluno só poderá pedir novo cheque após 90 dias.

Em resumo (e, por incrível que pareça, está resumido), é isso.

LEIA TAMBÉM: “PP Prático com Cherokee no ASP” e “PC Prático – Minha experiência”

ATENÇÃO: A SEÇÃO DE COMENTÁRIOS DESTE POST ESTÁ FECHADA. ESCREVA SEU COMENTÁRIO NA PÁGINA http://paraserpiloto.wordpress.com/comentarios-dos-posts-antigos/ .

480 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. cleiton alves belem said, on 19 outubro, 2009 at 10:06 pm

    mas é preciso ter que garu de escolaridade e obrigado este seu texto vai me ajudar muito e nao só a valeu mim me manda arsposta falow valwu obrigado

  2. Raul Marinho said, on 20 outubro, 2009 at 11:31 am

    Para começar o curso, 1o grau completo; para checar, 2o grau completo.
    Tks & abs

  3. Raul Marinho said, on 20 outubro, 2009 at 11:59 am

    Outra coisa: idade mínima de 17 anos para começar as aulas práticas, até a 15a. hora de voo. Daí para a frente, 18. Para o cheque de PLA, mínimo de 21.

  4. Pedro Soares said, on 22 novembro, 2009 at 4:23 pm

    Raul , Temho 17 anos , qual Primero passo Pra mim comesar a fazer as aulas , onde vou como me informo , o que devo fazer pra tirar a primera cateira com ”avioes” Boeros ? quanto vou gastar em media na primera prova e aula ?

  5. lorrayne said, on 22 novembro, 2009 at 6:20 pm

    isso e legal eu vou ate tirar o meu brevê

  6. Raul Marinho said, on 22 novembro, 2009 at 8:13 pm

    1o passo: vá até o aeroclube mais próximo e se matricule
    qto gastar: entre R$10mil e R$15mil para a carteira de PP

  7. cleiton ales said, on 22 novembro, 2009 at 9:22 pm

    Mas o seguinte no caso eu ja tenho o 2 grau completo e eu preciso ter quantos anos para poder tirar o breve ou precisa de mais escolaridade ou qualquer um com 2 ano completo pode tirar eu quero tirar o breve para piloto de aviao agricola e vc pode me dizer com quantos anos se qualquer um pode tirar o breve e quantos que custa para poder tirar eu ouvi um papo que só pela aeonautca que pode entao no caso vc tem que servir a aeronauticapara poder tirar isso é verdade ou mentira se tiver como vc me responder vai me ajudar e muito obrigado

  8. cleiton alves belem said, on 22 novembro, 2009 at 9:23 pm

    O seu comentário está aguardando moderação.

    Mas o seguinte no caso eu ja tenho o 2 grau completo e eu preciso ter quantos anos para poder tirar o breve ou precisa de mais escolaridade ou qualquer um com 2 ano completo pode tirar eu quero tirar o breve para piloto de aviao agricola e vc pode me dizer com quantos anos se qualquer um pode tirar o breve e quantos que custa para poder tirar eu ouvi um papo que só pela aeonautca que pode entao no caso vc tem que servir a aeronauticapara poder tirar isso é verdade ou mentira se tiver como vc me responder vai me ajudar e muito obrigado

  9. Raul Marinho said, on 23 novembro, 2009 at 11:30 am

    Cleiton, é necessário ter 18 anos para “solar” (voar sozinho), que ocorre lá pelas 15-20 horas de instrução, mas vc pode começar o curso com 17. Para Piloto Agrícola, é necessário ser Piloto Privado e Comercial antes, e não tem nada a ver com a Aeronáutica (na verdade, os pilotos militares não podem pilotar avião agrícola).

  10. cleiton alves belem said, on 23 novembro, 2009 at 9:26 pm

    E ai tudo bem ,mas o seguinte eu nao entendi o que é ser piloto privado e comercial
    antes eu tenho que ser esses dois antes para poder ser piloto agricola e ai vc me responde biz pra esses todos ai preciso ter o segundo grau completo sim ou ,e tbm para poder chegar até piloto agricola quantos meses eu levarei para poder chegar a pilotar e poder trabalhar com essa profissao e tem como vc me falar a base de quantos eu gastarei nesses cursos, e tem como vc dar o site de algum aeroclube.Que onde eu moro é no interior do mato grosso e eu nao sei se aqui no mato gosso existe algum aeroclube obrigado.

  11. cleiton alves belem said, on 23 novembro, 2009 at 9:31 pm

    Raul é preciso fazer esses dois piloto privado e comercial antes de piloto agricola eu nao posso começar nesse antes e se for preciso quanto tempo eu levarei para poder
    pilotar e começar trabalhar nessa area e qunto eu gastarei e precisa do 2 ano completo para tudo e tem como vc me passar um site de algum lugar que faz aulas que eu moro no interior do mato grosso e nao sei se aqui no estado existe algum biz obrigado.

  12. cleiton alves belem said, on 23 novembro, 2009 at 9:37 pm

    E o aviao certo para esta profissao vc vai me ajudar e muito e obrigado por tudo qual até agora valeu.

  13. Raul Marinho said, on 24 novembro, 2009 at 10:58 am

    Cleiton,

    Em 1o lugar, releia o post, pois várias das suas perguntas já estão respondidas no texto. Mas, de qualquer maneira, vamos às suas principais dúvidas:

    1)PP (Piloto Privado) é o primeiro passo na aviação, e com essa carteira vc não pode pilotar profissionalmente (ganhando dinheiro). PC (Piloto Comercial) é a carteira que te permite ser piloto profissional, mas ela é básica, e vc vai precisar de outros complementos para realizar tarefas específicas. P.ex.: para pilotar os Boeings da Gol, vc precisa da carteira de PLA (Piloto de Linha Aérea); para pilotar aviões de pulverização agrícola, vc precisa da carteira de Piloto Agrícola; existem carteiras para puxar faixa na praia, para lançar paraquedistas, e por aí vai.

    2)Para ser Piloto Agrícola, vc precisa ter a carteira de PC previamente; e para ter a carteira de PC, vc precisa, antes, ser PP. Ou seja: a sequencia é PP->PC->Piloto Agrícola. Entendeu?

    3)Vc precisa de 2o grau para checar qualquer uma das carteiras, mas pode começar o curso de PP só com o 1o grau.

    4)Em termos de tempo, uma estimativa otimista é de cerca de 1 ano para conseguir a sua carteira de PC, mais uns 6 meses para se tornar Piloto Agrícola: um ano e meio no total. Mas isso supondo que vc é um sujeito estudioso, que vc não vai ter problemas de dinheiro para pagar suas horas de voo, e que tudo corra bem (ex.: vc não tenha restrições de saúde, a ANAC cumpra os prazos, etc.). Na prática, dobre esta estimativa, e conte com 3 anos.

    5)Estmativa do investimento total, contando cursos práticos, horas de voo, simulador, taxas, exames médicos etc.:
    .PP: R$15mil
    +PC: R$35mil
    +Piloto Agrícola: R$30mil.
    =Total: R$80mil.
    Pode ser mais ou menos dependendo de inúmeros fatores, e a ANAC está oferecendo bolsas para 2010.

    6)Não conheço nenhum aeroclube no MT, procure no Google ou informe-se no aeroporto mais próximo da sua casa (converse com qualquer piloto que vc encontrar que, tenho certeza, ele terá prazer em lhe ajudar).

    7)Para Piloto Agrícola, o mais indicado é que vc faça suas horas em aviões com trem de pouso do tipo convencional, aqueles que tem uma rodinha na cauda (e não no nariz). Os modelos mais populares são o AeroBoero e o Paulistinha, que também são os que tem os menores preços da hora de voo.

    Boa sorte, e caso haja mais dúvidas, pode perguntar á vontade.

    Em tempo: dê uma olhada nessa matéria sobre pilotos das Forças Armadas e da Polícia. Pode ser uma boa alternativa na tua situação: http://g1.globo.com/Noticias/Concursos_Empregos/0,,MUL1386509-9654,00-SAIBA+COMO+SE+TORNAR+PILOTO+DAS+FORCAS+ARMADAS+E+DA+PM+DE+SP+E+RJ.html

  14. cleiton alves belem said, on 24 novembro, 2009 at 8:07 pm

    É senhor raul esta cada vez dificultando mais mas eu nao vou desistir senhor falou em tres anos se na tiver problema em dinheiro sendo que esse é o principal problema
    eu sou pobre mas e vou conseguir custe o que custar eu me determinei a isto, e outra a anac esta oferecendo bolsas para 2010 como que funciona isso e onde fica e como eu faço para me inscrever em algumas dessas bolsas que ela esta oferecendo e o senhor nao tem como nos dizer alguma maneira mais facil pra nois conseguimos nossos objetivos que o maior obstaculo para eu e o meu amigo é dinheiro ma se o senhor puder me dar uma força me dizendo uma maneira mais facil e mais barata para que possamos chegar onde nos sempre sonhamos chegar as alturas em um modo de dizer
    mas o senhor entende o que quiz dizer e obrigado por tudo até agora é como o senhor disse sempre eu vou perguntar para o senhor obrigado

  15. Raul Marinho said, on 24 novembro, 2009 at 8:53 pm

    Cleiton,

    Em 1o lugar, a maioria dos pilotos não vem de famílias ricas, são pessoas de classe média ou menos, gente com problemas de dinheiro como vc. Mas todo mundo encontra um caminho, que pode ser, por exemplo, o de tornar-se piloto das Forças Armadas ou da Polícia, vide link do meu comentário acima.

    As bolsas da ANAC serão oferecidas pelos aeroclubes, e cobrirão somente 75% dos custos das horas de voo. Em outras palavras, vc vai precisar bancar cerca de R$3mil para o PP e R$7mil para PC, R$10mil no total (fora o curso teórico, taxas, exames médicos etc). Ou seja: se vc não tiver uns R$15mil no bolso, essa não é uma opção para vc. Além disso, haverá provas vestibulares para selecionar os bolsistas, e vc já deveria estar se preparando agora para conseguir passar.

    Uma outra opção é começar como comissário de bordo, DOV (despachante operacional de voo), mecânico, ou funcionário de escritório de alguma companhia aérea. Isso é o que a maioria do pessoal sem grana faz para entrar para a aviação, e eu recomendo em especial o curso de mecânica para aviação.

    Finalmente, recomendo que vc leia o livro “O sonho brasileiro”, do Thales Guaracy (ed. Girafa), que conta a história de um tal de Rolim Adolfo Amaro, que tirou o PP dirigindo um táxi em Catanduva e acabou dono da maior cia aérea da América Latina. Garanto que ele era mais pobre que vc.

    Abs e boa sorte!

  16. […] Então, de saída, faço um relato do que é o curso teórico de Piloto Comercial, cuja aprovação final obtive ontem – modéstia às favas, com mérito e louvor.  (O relato completo sobre como se tornar piloto está disponível aqui). […]

  17. Carlos Beltrame said, on 23 dezembro, 2009 at 1:31 pm

    Olá Raul, gostei muito de seu blog, tirei muitas dúvidas, e gostaria de “abusar” mais de seu conhecimento e disposição, tirando mais essa dúvida:
    estou correndo atras das carteiras de PPH/PCH/IFR, e estive lendo o “RBHA 61.173-requisitos para concessao da habilitaçao tecnica de voo por instrumentos”, mas nao entendi uma coisa, eles pedem 50h de voo de helicoptero, mais 40h de voo por instrumento em aviao ou helicoptero pra checar o IFR.
    Mas é realmente isso será que posso tendo 50h de helicoptero, posso ir direto para um aviao IFR e tirar as 40h e ter a CHT de IFR???
    desde já agradeço pela atençao!
    abraço e Boas Festas.

  18. Raul Marinho said, on 23 dezembro, 2009 at 10:01 pm

    Carlos,

    Poder tirar o IFR no avião, vc pode, e vale para helicópteros em termos teóricos, só que vc vai ter que ter pelo menos 20h de voo em helicóptero-IFR para checar o IFR-H – lembrando que o IFR do avião vai lhe custar 150h de voo. O problema é que o helicóptero homologado para IFR mais barato que existe (Esquilo) custa R$4,5mil/hora… Então, eu acho que o melhor caminho (que, por acaso é o que estou fazendo) é o seguinte:
    1)Cheque o PP e o PC-IFR em avião, e consiga chegar a 200h totais na asa fixa;
    2)Cheque o PP-H e o PC-H (sem IFR) com somente 60 horas, o que as 200 horas de avião lhe permitem;
    3)Fique pronto para checar o IFR-H no Esquilo com o simulador e o teórico do IFR-A – faça isso com as horas pagas pelo teu futuro empregador (provavelmente vai ser no equipamento em que vc vai trabalhar).
    Esse é o melhor jeito de chegar aos helicópteros IFR das plataformas.

  19. naiane said, on 8 janeiro, 2010 at 10:37 am

    como faço para tirar meu breve … e mulhert tbm pode tirar ou tem algum problema??
    me manda uma resposta urgente….obrigado

  20. Raul Marinho said, on 8 janeiro, 2010 at 3:40 pm

    Naiane, é exatamente sobre isto este post… E nmão há problema algum para mulheres.

  21. danilo said, on 10 janeiro, 2010 at 2:41 am

    OI Raul,

    Gostei muito do seu blog e tenho uma duvida. E possivel ser PLA tendo comecado o pp com 30 anos? Qtas h/voo em media faz um piloto de taxi aereo por mes?

    grato,

    Danilo.

  22. Raul Marinho said, on 11 janeiro, 2010 at 9:17 am

    Danilo,

    Para ser PLA, você precisa de passar na prova da ANAC e comprovar 1.500h de voo, coisa que é perfeitamente possível aos 30, aos 40, e até aos 60 anos. Agora, se a sua dúvida for “Dá para começar o PP aos 30 e me tornar um comandante de avião de linha aérea (ex. TAM, Gol, etc.)?”, a resposta é um pouco diferente. Normalmente, as grandes companhias não costumam contratar pilotos maiores de 35 anos; logo, você precisaria voar 1.500 horas em 5 anos para chegar aos 35 no limite da contratação. Ou seja: que dá, dá, mas tem que correr.
    Quanto às horas médias de piloto de táxi, eu diria que varia muito, muito mesmo. Conheço gente que pilota no limite das 90h/mês, e gente que voa poquíssimo, 10-15 horas/mês. Tudo vai depender da empresa, do contrato, do lugar, da época, da economia…

  23. Joseph said, on 11 janeiro, 2010 at 11:39 pm

    Raul,
    Queria Saber se para tirar a carteira de PLA precisa ter PP primeiro ou ja pode fazer o curso direto. seria assim: ?
    PP>PC>PLA ?

  24. Joseph said, on 11 janeiro, 2010 at 11:41 pm

    e outra coisa , tem alguma restrição para que usa óculos ?

  25. Raul Marinho said, on 12 janeiro, 2010 at 12:17 pm

    É assim: PP->PC->PLA.

  26. Raul Marinho said, on 12 janeiro, 2010 at 12:17 pm

    Eu, por exemplo, uso óculos.

  27. Cristian Santana said, on 22 janeiro, 2010 at 1:16 am

    Ola Raul seu blog e muito bacana, por aqui esclareci algumas duvidas e surgiram outras

  28. Cristian Santana said, on 22 janeiro, 2010 at 1:31 am

    Ola Raul seu blog e muito bacana, por aqui esclareci algumas duvidas e surgiram outras, como por ex estou começando agora tambem, estou com 29 anos ja tenho o CCF de 2 classe e vou fazer a banca da Anac agora em fevereiro, e estou começando tambem minhas horas de voo PP, pretendo cumprir todas as etapas PP>PC>PLA ate os 33 ou 34 anos, depois de todo esforço e dedicaçaõ sera q sera possivel conseguir pelo menos um cargo de Copiloto em uma grande compahia tipo( Gol, Azul, webjet etc) pois esse e meu grande sonho de garoto, ma so agora pude começar pois hoje tenho condiçoes financeiras mais estaveis, e se com o crescimento da avição no Brasil prevista para os proximos anos, terei minhas espectativas aumentadas obrigado e um grande abraço
    Cristian.

  29. Alexsandre j.c.c said, on 22 janeiro, 2010 at 6:40 pm

    Raul adorei seu site
    tirei varias duvidas ! olha Raul vou fazer 37 anos sempre sonhei em ser piloto de helicoptero profissional, mas casei cedo tenho duas filhas maravilhosa e uma companheira sem palavras, o meu ganho não e muito mas faço o que posso será que eu vou conseguir realizar o meu sonho ou vou ter que me conformar porque o custo para tirar o pp e o pv é muito alto, fico por aqui um abraço até logo.

  30. claudio said, on 25 janeiro, 2010 at 10:50 am

    Olá Raul, gostei das suas informações, só me esclarece umas dúvidas, se eu fazer o curso de pp e pc , quanto tempo eu tenho para renovar esses cursos ou os “breve”
    Desde já agradeço suas resposta,um abraço claudio.

  31. Raul Marinho said, on 25 janeiro, 2010 at 12:08 pm

    Cláudio,

    Os cursos teóricos valem por 2 anos, ou seja: depois de ser aprovaso na banca da Anac, vc tem 2 anos para checar. Já os brevês não perdem a validade, embora vc tenha que fazer recheques de tempos em tempos (geralmente, 1 ano), voando ou não.

  32. Raul Marinho said, on 25 janeiro, 2010 at 1:03 pm

    Alexsandre,

    90% dos pilotos que conheço vem da classe média baixa ou menos. O sr. Odair, meu mentor, era mecânico de automóveis e hoje é comandante de helicópteros. O Rolim, finado dono da TAM, dirigia um Ford Perfect para as putas da zona de Catanduva para pagar o brevê de PP. Eu mesmo não disponho das condições econômicas ideiais. Não sei qual a sua situação, mas se vc for de classe média e tiver bastante disposição, acho que é possível chegar a comandante de helicópteros com a seguinte estratégia:

    -Comece com o que for possível, ou “menos impossível”: foque o PP-avião, que custará R$12.000 em 2 anos.Dá paral dispor de R$500/mês por 2 anos? Se isso for possível para vc, vá em frente; senão, revalie: e R$250,00 por 4 anos, dá? Em qualquer um dos casos, vc ainda chegará novo à carreira, fique tranquilo (eu tenho 42).

    -Quando vc tiver checado o PP-avião, preocupe-se com o teórico do PC-Avião (curso presencial e prova na ANAC), e veja se consegue o CCF de 1a classe. Comece o simulador de IFR e faça mais umas horinhas, na medida do possível, atingindo as 50 horinhas. Neste momento, vc está a 100 horas de vôo de virar oficialmente um piloto profissional.

    -Endivide-se, se desfaça de um automóvel, venda empadinhas na porta do aeroclube, compre pacotes de horas de voo em Araraquara (R$120/hora), enfim, se vire e termine o seu PC-Avião. Neste momento, vc já poderá iniciar uma carreira na aviação, nem que seja de co-piloto de avião maloteiro, que ganha R$1.500/mês, mas vc consegue obter suas horas de voo. Vc precisa atingir pelo menos 200 horas no avião para conseguir a redução das horas do helicóptero (de 100 para 60).

    -Neste momento, vc está a R$35mil de virar piloto de helicóptero profissional. Longe? Sim, mas bem mais perto do que vc estava quando começou o PP-Avião. Naquela época, vc precisava de R$70mil, e agora vc já está dentro da aviação, embora num grupo à parte.

    -Na medida do possível, vá fazendo umas horas de voo em helicópteros. O PP vai custar R$20mil, veja em quanto tempo vc consegue checar, e vá etudando por fora TV-H (Teoria de Voo de Helicópteros) para prestar as bancas da Anac (para o PC, vc vai precisar frrequentar os cursos de Regulamentos e Conhecimentos Técnicos, além da já citada TV-H).

    -Feito isso, vc está a R$15mil de terminar o PC-H, valor que “se paga em um ano”, ou seja: o que vc vai ganhar a mais migrando do avião para o helicóptero no decorrer do primeiro ano é superior ao valor necessário para dar esse último salto.

    Pronto. Demorou 5 anos, e vc está iniciando a carreira de piloto de helicópteros, com poucas horas de voo, mas com alguma experiência na aviação, além do IFR teórico, também herdado da asa fixa. Vc está, neste momento, trabalhando como piloto de reportagens aéreas e outras missões utilizando o Robinson R-22, talvez indo para uma escola estudar para ser instrutor, eventualmente iniciando um treinamento para o R-44 (o que, normalmente, é pago pelo patrão). Vc está ganhando cerca de R$5mil/mês, com a paerspectiva de R$15mil em 5 anos, voando em plataformas num esquema 15×15 (trabalha 15 dias direto e desfruta de 15 dias de folga).Quando vc se tornar senior (mais de 1.500 horas e com IFR checado), será possível migrar para as grandes máquinas urbanas (Agusta, por exemplo), ganhando entre R$20mil e R$30mil. Isso acontecerá quando vc tiver uns 50 anos de idade, o que significa que vc poderá estar no topo até se aposentar. Está bom para você?

  33. Victor Calegare said, on 25 janeiro, 2010 at 7:02 pm

    olá raul,
    tenho 19 anos, desde pequeno sempre foi meu sonho ser piloto, e agora estou correndo atras disso, e acho que nada melhor pra começar é tirar as duvidas com alguem que ja esta na area.

    bom, estou com uma duvida que nao sei o q fazer.
    meu sonho e pilotar em companhias grandes ( gol, tam, etc.. )
    so que nao sei se eu faço apenas os cursos em um aeroclube, ou se eu faço o curso superior em aviaçao civil, ouvi dizer que o curso superior conta muito mais lá na frente..
    como moro em sp a unica universidade que tem esse curso é a anhembi morumbi.
    gostaria de saber o que voce me indica a fazer.. qual os passos a se tomar agora..

    outra coisa o CCF eu tiro antes de entra na faculdade/curso ou so depois q termina.

    e por ultimo. apos eu terminar o teorico em PP e PC e tiver com o breve é facil arrumar emprego na area ( para aumentar as horas de voo ) e geralmente aonde é?? e sao empresas do que??

    se o senhor puder fazer igual o post ai de cima explicando direito qual os caminhos seguir. fico mto grato
    obrigado.

  34. Raul Marinho said, on 25 janeiro, 2010 at 7:40 pm

    Victor,

    No seu caso, seria bom ter um curso superior, sim. Entretanto, não ponho muita fé no da Anhembi Morumbi. Se vc fizer um curso de Administração ou Engenharia, dá praticamente na mesma, e se vc puder fazer o da PUC-RS, tanto melhor. Quanto ao CCF, deixe para tirá-lo quando vc for fazer as aulas práticas. Antes disso, estude a RBHA67 (baixe aqui: http://www.anac.gov.br/biblioteca/rbha/rbha067.pdf), que trata das condições de saúde, para ver se vc vai precisar mexer em alguma coisa para passar no exame (ex. operar de desvio de sépito nasal, como no meu caso). Quanto a arrumar emprego na área, o determinante é a situação do mercado no momento. Na época em que a Vasp, Varig e Transbrasil quebraram, por exemplo, estava impossível. Hoje, está bem mais fácil.

  35. Victor Calegare said, on 25 janeiro, 2010 at 7:49 pm

    ok.

    obrigado raul.

    infelizmente pra mim é impossivel fazer a faculdade na PUC-RS. e como aqui em sp so tem a anhembi morumbi vo ter q fazer la mesmo.
    devo começar agora em fevereiro a faculdade, meu grande medo é as horas de voo e o que vai vir depois disso ( emprego ) rsrsrs..
    mais vamos a luta.. um dia eu chego la..

  36. Victor Calegare said, on 25 janeiro, 2010 at 10:09 pm

    raul

    so mais uma pergunta.

    eu fazendo a faculdade com certeza meu gasto vai ser mto maior.
    ai compensa mais eu fazer o curso em um aeroclube e muitos mais horas de voo ou fazer a faculdade com o minimo de horas de voo por ser um custo caro com certeza nao vou conseguir fazer muitas horas de voo com o preço da faculdade.

    e sera q vale mesmo a pena fazer na anhembi morumbi?

    obrigado

  37. Cristian said, on 25 janeiro, 2010 at 11:22 pm

    Ola Raul Adorei o Blog, por aqui esclareci algumas duvidas e surgiram outras, como por ex estou começando agora tambem, estou com 29 anos ja tenho o CCF de 2 classe e vou fazer a banca da Anac agora em fevereiro, e estou começando tambem minhas horas de voo PP, pretendo cumprir todas as etapas PP>PC>PLA ate os 33 ou 34 anos, depois de todo esforço e dedicaçaõ sera q sera possivel conseguir pelo menos um cargo de Copiloto em uma grande compahia tipo( Gol, Azul, webjet etc) pois esse e meu grande sonho de garoto, ma so agora pude começar pois hoje tenho condiçoes financeiras mais estaveis, e se com o crescimento da avição no Brasil prevista para os proximos anos, terei minhas espectativas aumentadas obrigado e um grande abraço

  38. Raul Marinho said, on 26 janeiro, 2010 at 11:52 am

    Victor,

    Eu acho o curso da Anhembi Morumbi uma baita enrolação… Por isso, acho muito mais negócio vc concentrar suas energias (e recursos) nas horas de voo e optar por um desses caminhos: a)estudar bastante, eventualmente fazendo cursinho por vários anos, e cursar uma universidade pública; ou b)fazer uma faculdade dessas baratinhas. De preferência, administração ou engenharia, mas pode ser qualquer outro curso. Ah, e não esqueça do inglês, que hoje em dia é myuito importante.

    Abs+boa sorte,

    Raul

  39. Raul Marinho said, on 26 janeiro, 2010 at 11:53 am

    Cristian,

    É isso aí, vc está no caminho certíssimo. Vá em frente!!!

    Abs+boa sorte,

    Raul

  40. Nuno said, on 27 janeiro, 2010 at 7:49 am

    Raul, parabéns pelo serviço aos jovens com ambições e planos. Seu blog é bastante esclarecedor.
    Grande abraço, Nuno L. Costa – Engenheiro Mecânico.

  41. Raul Marinho said, on 27 janeiro, 2010 at 2:47 pm

    Muito obrigado, Nuno! Querendo contribuir tbém, sinta-se convidado.
    Abs,
    Raul

  42. Renato said, on 27 janeiro, 2010 at 11:10 pm

    Em quanto tempo (dias,meses ou anos), entre provas e outros requisitos, o “piloto” sai voando por ai em alguma aeronave (tanto avião quanto helicoptero)?

  43. Raul Marinho said, on 28 janeiro, 2010 at 7:59 am

    Renato, supondo uma pessoa 100% crua em aviação (sem conhecimentos teóricos, sem CCF, e sem horas de voo), a coisa aconteceria mais ou menos assim (para o PP):

    -D0: Início dos exames para obter o CCF (exame de sangue, urina, raios X, etc) ao mesmo tempo em que a pessoa começa o curso teórico;
    -D45: Os exames laboratoriais ficam prontos e o candidato vai fazer o exame médico; o CCF é obtido
    -D45-135: Primeiras 15 horas de voo (candidato ainda não passou na banca da ANAC)
    -D90: Término do curso teórico e agendamento da banca da ANAC
    -D135: Banca da ANAC (o piloto é aprovado)
    -D135-D180: Candidato termina as horas de voo e pede o cheque na ANAC
    -D195: Cheque

    Ou seja: 195 dias, ou seis meses e 15 dias. Para o PC, mais ou menos o mesmo tanto. Total: cerca de um ano.

  44. murilo de melo said, on 28 janeiro, 2010 at 2:36 pm

    boa tarde.
    estou pensando em fazer o curso de ciencias aeronautica e gostaria de saber se tenho que ter uma breve para fazer o curso.
    e tambem gostaria de saber se você conhece algum aero club em Minas Gerais na região de Uberlandia.

  45. Raul Marinho said, on 28 janeiro, 2010 at 3:02 pm

    Murilo,

    Para fazer o curso da Anhembi Morumbi, vc só precisa do diploma de Ensino Médio. Para o curso da PUC-RS, me parece que vc precisa checar o PC para se formar, mas é bom confirmar na Universidade, se for o caso. Não conheço nenhum aeroclube fora o de São Paulo.

    Abs,

    Raul

  46. NATALIA LIMA said, on 30 janeiro, 2010 at 12:08 pm

    oi.. quero saber si tem como tirar o breve sem fazer a banca?

  47. Raul Marinho said, on 30 janeiro, 2010 at 6:45 pm

    Natália, não só não tem, como todo piloto tem que refazer a banca todo ano, pelo resto da vida. Se vc quer ser piloto, nunca vai poder parar de estudar. Comece já!

  48. pedro said, on 5 fevereiro, 2010 at 12:38 pm

    tenhu 1.5 grau de Miopia isso pode me prejudicar para ser piloto?

    outra pergunta vale a pena fazer ciecias aeronaltica?

  49. Raul Marinho said, on 5 fevereiro, 2010 at 1:50 pm

    Pedro:

    1)Para piloto civil, sem problemas. Qualquer dúvida, cheque os detalhes dos requisitos físicos aqui: http://www.anac.gov.br/biblioteca/rbha/rbha067.pdf

    2)Na minha opinião, não vale (vide comentários acima).

    Abs,

    Raul

  50. Eduardo said, on 10 fevereiro, 2010 at 3:07 pm

    Raul, tenho 39 anos e meu sonho é ser piloto de helicóptero. Nunca fiz o curso por falta de recursos financeiros. Agora que tenho condições de pagar as horas de vôo fico na dúvida se dá tempo. Sei que as empresas não costumam contratar pilotos de avião com mais de 35 anos. Isso também acontece com os pilotos de helicópteros?

  51. Raul Marinho said, on 10 fevereiro, 2010 at 3:27 pm

    Eduardo,

    Eu estou na mesma situação que a sua, só que com 42 anos. Isso responde à sua pergunta?
    Já o limite dos 35 anos é importante para ser piloto das grandes cias. (TAM, Gol, Azul). Para a aviação executiva em geral, e para os helicópteros em particular, não se preocupe com isso.

    Abs+boa sorte,

    Raul

  52. Kahue tessaro said, on 17 fevereiro, 2010 at 5:40 pm

    Oi entao Raul minha duvida e a seguinte!!!!
    quanto eu gastaria pra virar piloto de Tam,Gol,etc… ?
    e sera que c eu paga tudo de uma vez teria disconto?
    no caso eu trabalho!! precisaria de para de trabalha pra fazer o curso? o ingles e necesario ne!!!! brigadao des de ja.

  53. Raul Marinho said, on 17 fevereiro, 2010 at 6:29 pm

    “quanto eu gastaria pra virar piloto de Tam,Gol,etc… ?”
    =>Conte com algo entre R$30mil e R$50mil, dependendo da aeronave escolhida.

    “sera que c eu paga tudo de uma vez teria disconto?”
    =>Sim, sem dúvida.

    “no caso eu trabalho!! precisaria de para de trabalha pra fazer o curso?”
    =>Não, dá para conciliar, mas vai demorar mais tempo.

    “o ingles e necesario ne!!!!”
    =>Não em um primeiro momento, mas é importante patra você crescer na carreira.

  54. Giuliano Magno said, on 20 fevereiro, 2010 at 8:30 pm

    Olá Raul…Eu keria saber se A melhor forma para acumular horas de voo é…Depois de ter terminado o PP>PC Fazer o Curso Instrutor de voo??? Ou trabalhar em taxi aereo.
    É dificil trabalhar em taxi aereo??? Com quantas horas de voo ele contratam??
    E só mais uma pergunta rrsrs
    Vale Apena fazer ciencias aeronauticas ou Fazer em aeroclube??? Qual sai mais barato??
    Obrigado sr Raul ;D

  55. Raul Marinho said, on 22 fevereiro, 2010 at 12:17 pm

    Giuliano,

    Sinceramente, não saberia responder às suas que4stões neste momento, menos a relativa às Ciências Aeronáuticas X Aeroclube – na minha opinião, C.A. é furada e sai mais caro. Quando tiver mais inbformações, respondo aos seus questionamentos.

    Abs,

    Raul

  56. Daniel said, on 22 fevereiro, 2010 at 7:51 pm

    Boa noite Raul…primeiramente parabens pelo seu blog, e pela atenção e as duvidas que voce tira de todos nós. Tenho 29 anos e gostaria de seguir essa carreira de piloto, ate chegar como pilotro profissional de helicoptero. Trabalho o dia todo com informatica e só tenho tempo livre de final de semana e depois das 18hrs, hoje estou com uma situação finaceira ate que rasoavél, mas preciso desse emprego onde estou para poder pagar os cursos que tenho pela frete. Qual os passos que eu preciso tomar desde o inicio, e quanto mais ou menos irei gastar ate eu conseguir me formar piloto e poder comecar ganhado uma grana nessa area…e logico ir crescendo cada vez mais, apesar que minha meta e pilotar profissionalmente helicoptero, não penso em ser um piloto da Tam, Gol, etc…Moro no interior de São Paulo em Santa Rita Passa Quatro-SP a 50min de Ribeirão Preto e 50min de São Carlos, gostaria de saber se voce conhece algum aeroclube que eu possa estar comecando aqui pela regiao.Obrigado e no aguardo Daniel

  57. Raul Marinho said, on 22 fevereiro, 2010 at 8:42 pm

    Daniel,

    Aqui em S.Paulo, vc gasta uns R$80mil para ir do zero ao PC-H. Não sei como a coisa funciona aí na sua cidade, mas recomendo uma visita ao aeroclube de Ribeirão.

    Abs e boa sorte

  58. Heliton Arantes said, on 22 fevereiro, 2010 at 11:19 pm

    Oii
    nossa estou empressionado com tudo issu,nein tenho palavras para parabenizar-lhe, por toda essa experiencia, conhecimento e dica que você passa com a maior dedicação a todos que sonham voar.
    Meus sinceros agradecimentos pela suas palavras e parabéns!
    Eu também sonho com uma vida nas alturas, tenho 17 anos, estou fazendo curso de administração, comecei esse ano, estou animado. Meu tio paga a minha facu, estou pretendendo ser um grande empreendedor, mas estou cada vez mais facinado pela aviação. Porém quero começar a voar o mais rapido possivel. li todas as suas dicas jah tenho uma ideia de como começar, o meu problema é que não estou consseguindo arrumar um tempo para fazer as aulas teoricas, pois estudo de manha, vou começar o inglês duas vezes na semana a noite, quero começar um estagio a tarde porque não tenho muita grana ( mas não me importo com issu é só uma questão de determinação e compromisso e estarei bem estavel futuramente).
    Apesar de eu querer ter um grande curriculun na aviação, chegando a PLA ou mais. Quero fazer issu por hooby e satisfação. Pois tambéns estou gostando da vida de negocios. Vou ler o livro que você indicou o “o sonho brasileiro” assim que encontra-lo.
    No entanto minha passagem aqui é mais para agradecer, fiquei encantado com tudo que aprendi aqui.
    Espero que Deus abençoe muito você e sua família!
    Deixo aqui meus sinceros agradecimentos!
    Abrazzz

  59. Raul Marinho said, on 24 fevereiro, 2010 at 10:31 am

    Heliton:
    1-A profissão de piloto é perfeita para complementar uma carreira empreendedora. Primeiro porque, pilotando, vc garante o “arroz com feijão”, já que o empreendedorismo é uma atividade extremamente arriscada. Depois, porque o meio ambiente da aviação é propício para você construir uma rede de relacionamentos saudável para sua carreira de empresário.
    2-Em muitos aeroclubes e escolas, é possível estudar à noite ou só nos finais de semana e, para o PP, nem é obrigatório frequentar cursos, vc pode estudar sozinho. Já as aulas práticas podem ser feitas bem cedinho, nos finais de semana, feriados ou férias. Então, esse papo de falta de tempo não cola.
    3-Leia o livro do Rolim que vai te dar um puta gás!
    Obrigado pelos elogios e boa sorte!
    Abs,
    Raul

  60. Marcelo suzuki said, on 28 fevereiro, 2010 at 11:11 am

    Ola Raul….
    Por favor me tira uma duvida.
    Pra pilota trike desses que vemos nas prais
    eh preciso ter algum tipo de brevê.

  61. Raul Marinho said, on 28 fevereiro, 2010 at 11:34 am

    Sim, o mesmo de ultraleves, se não me engano. Mas confirme isso com o vendedor ou no aeroclube da sua cidade.

  62. marcelo suzuki said, on 3 março, 2010 at 9:07 am

    Oi Raul sou eu dinovo.
    Bom antes de mais nada muito obrigado por ter respondido a minha pergunta.
    Mas tenho mais algumas duvidas se voce puder me ajudar.
    Como varios casos que voce conhece sonho em ser piloto.( Mais nao tenho tanto
    dinheiro.)
    Pra mim poder trabalhar como piloto eu tenho tira PP depois PC,fica em torno
    de 50 mil neh?
    Como PC eu poderia trabalhar fazendo oque?(Com oque?)
    O mercado de trabalho, acha vaga facil ou ja ta saturado?
    E por ultimo mais ou menos quanto ganha um PC?
    Desde ja agradeco,Parabens pelo Blog gostei muito.
    Deus te abencoe.
    Obrigado

  63. Raul Marinho said, on 3 março, 2010 at 10:13 am

    Marcelo, respondendo às suas perguntas pela ordem:
    1)Para ser PC em S.Paulo (ASP), fazendo a instrução nos melhores aviões, vc gasta uns $50mil. Mas se vc for para o interior (ex.: em Araraquara, a hora de voo está por $150), voar aeronaves mais baratas (Paulistinha, Boero) etc., vc consegue chegar ao PC com menos de $30mil. Fazendo tudo em um ano e meio dá menos de $1,7mil/mês: não é barato, mas também não é o fim do mundo, né?
    2)Como PC “raso”, vc pode pilotar para táxi aéreo ou aviões particulares, basicamente. Depois, vc pode fazer um curso de instrutor (INVA) e dar aulas teóricas, ou ir para a aviação agrícola, ou entrar para uma linha aérea (ex,TAM, GOL, AZUL) como co-piloto depois das 500 horas. Com 1.500 horas, vc pode se tornar PLA (Piloto de Linha Aérea) e comandar aviõs de linhas regulares.
    3)O mercado de trabalho ainda está sofrendo um pouco as consequencias da crise de 2008-2009, mas a tendência é que melhore muito – não só pelas perspectivas econômicas, mas também por causa da Copa e das Olimpíadas. Eu acredito que, se vc começar agora, quando se formar vc encontrará uma situação excelente, talvez a melhor por que passou a aviação barsileira até hoje.
    4)Um PC em início de carreira ganha pouco, $2mil ou menos, mas nessa fase o importante é voar bastante para acumular horas de voo. Depois de 500 horas (entre 1 e 2 anos), vc consegue tirar entre $3mil e $5mil, e quando vc entrar numa linha aérea como co-piloto, coloca entre $8mil e $10mil no bolso todo mês. Um comandante de voos nacionais ganha uns $15mil, ou $20mil nos voos internacionais. Comandantes dos jatinhos mais sofisticados ganham mais de $30mil. É mais ou menos isso.
    Cara, a carreira é difícil. Tem que estudar muito, tem que ter ótima saúde, aguentar a ANAC não é brincadeira, tem que se relacionar bem, tem que falar um bom inglês, e assim por diante. Não é uma carreira para ficar milionário, é potencialmente muito perigosa, e requer muitos sacrifícios pessoais (passar Natal/Ano Novo trabalhando, ficar muito tempo longe da família, etc). Mas, para quem gosta de voar, é apaixonante… Se for esse o seu caso, vá em frente!

  64. Samuel Lucas said, on 3 março, 2010 at 7:22 pm

    Raul,

    Eu tenho asma, e gostaria de saber se isso irá me complicar para ser PLA! E também gostaria de saber qual é a idade mínima para dar início ao curso de aviação!

  65. Raul Marinho said, on 3 março, 2010 at 8:48 pm

    Samuel, veja o que diz o regulamento sobre inspeções de saúde (RBHA67):

    “67.35 – REQUISITOS PNEUMOLÓGICOS
    (a) O inspecionando não deve ter antecedentes clínicos comprovados ou diagnóstico clínico de:
    (1) Afecção aguda dos pulmões, das pleuras e de outros órgãos intratorácicos;
    (2) Doença pulmonar crônica;
    (3) Asma brônquica;
    (4) Evidências de hipertensão pulmonar;
    (5) Antecedentes de pneumotórax de repetição e/ou presença de patologia que, a critério do especialista,
    possa provocá-lo.
    (6) Neoplasia de tórax.
    (b) O Raio X de tórax faz parte de todo exame inicial e dos exames de revalidação para todas as classes, nos prazos previstos; a periodicidade de Raio X de tórax não deverá ser inferior a 12 meses,
    salvo indicação clínica.”

  66. Samuel Lucas said, on 3 março, 2010 at 10:12 pm

    Muito obrigado pela resposta!

  67. Marcelo suzuki said, on 4 março, 2010 at 9:07 am

    Raul… Muito obrigado por responder as minhas perguntas…
    Voce me ajudou a dar o primeiro passo, pra realizacao do meu sonho.
    Muito obrigado mesmo…
    Deus te abencoe……
    Ate a proxima duvida.
    Obrigado.

  68. Samuel Lucas said, on 4 março, 2010 at 3:23 pm

    Mia uma pergunta…

    O que significa QNE em relação ao AP

  69. Samuel Lucas said, on 4 março, 2010 at 6:29 pm

    Raul,

    A minha asma não é crônica e agora é raro eu ter asma! Ainda assim, tem como eu ser PLA??

  70. Raul Marinho said, on 4 março, 2010 at 6:47 pm

    Samuel, essa é uma questão bastante técnica, de Meteorologia, complicada de explicar neste espaço… Mas vamos, lá.
    QNE é o ajuste-padrão para a pressão atmosférica, de 1013,2hPa. Se a temperatura também for a padrão (+15 graus C), não há ajuste a fazer, mas se estiver mais de 15 graus C, tem que ajustar a Altitude Pressão (AP) para mais – é como se o aeródromo estivesse num lugar mais elevado – ou para menos, se estiver mais frio que 15 graus. Não sei se deu para entender… Como disse, é um negócio bem técnico.

  71. Samuel Lucas said, on 4 março, 2010 at 8:18 pm

    Raul, ser piloto é um GRAANDE sonh meu desde pequenininho, eu pretendo lutar até o fim para conseguir alcançar o meu objetivo! E não gostaria de me desapontar no meio do caminho! Então, gostaria que você me respondesse: de 1 à 10, quais seriam as chances com uma leve asma que raramente aparece, de eu me tornar PLA?? Por favor responda-me.

    Gratamente,

    Samuel Lucas

  72. Raul Marinho said, on 4 março, 2010 at 8:29 pm

    Samuel, acho melhor vc consultar um médico pneumologista. Leve o RBHA67 e pergunte a ele se é possível ser aprovado no exame da Aeronáutica. Vc pode baixar o RBHA67 aqui: http://www.anac.gov.br/biblioteca/rbha/rbha067.pdf . Outra opção é marcar uma inspeção de saúde no Hospital da Aeronáutica e ver no que dá.

    Boa sorte!

  73. Samuel Lucas said, on 5 março, 2010 at 1:07 pm

    Muito obrigado! Vou fazer isso depois!

  74. Samuel Lucas said, on 5 março, 2010 at 1:08 pm

    Você é PLA??

  75. Raul Marinho said, on 5 março, 2010 at 1:50 pm

    Estou checando meu PP e iniciando o PC.

  76. Samuel Lucas said, on 5 março, 2010 at 5:09 pm

    ok

  77. Samuel Lucas said, on 5 março, 2010 at 6:11 pm

    Com que idade mínima eu posso dar início ao curso de aviação??

  78. Raul Marinho said, on 5 março, 2010 at 9:14 pm

    Samuel, com 17, mas vc só pode solar depois dos 18. Mas, para começar tudo, é preciso de um CCF de 2a classe. Então, comece pelo começo. Ok?
    Abs,
    Raul

  79. Samuel Lucas said, on 13 março, 2010 at 12:48 pm

    o PLA é feito separadamente?

  80. Raul Marinho said, on 13 março, 2010 at 3:00 pm

    Samuel,

    Deopois de ser aprovado no PC teórico, vc pode prestar a provar teórica do PLA; e depois de 1.500h de voo (já PC), vc pode pedir o cheque. Aí, se aprovado, vc vira PLA. Ah, e precisa ser maior de 21 anos.

    Abs,

    Raul

  81. Samuel Lucas said, on 13 março, 2010 at 5:14 pm

    Olha, entrei no site de um curso de aviação, e lá tem as provas online! Eu fiz a prova de procedimentos de emergência e fui aprovado. Queria saber se essas provas que tem no site são as mesmas provas e os mesmos assuntos que caem nas provas do curso. O link do site do curso é esse: http://www.nav.tur.br

    Obrigado pelas respostas anteriores!

    Abs!

  82. Andressa said, on 13 março, 2010 at 5:51 pm

    Olá para ser piloto ”pla” tem que ser muito inteligente?

  83. Raul Marinho said, on 13 março, 2010 at 5:55 pm

    Samuel,

    Nunca havia visto este site, e não saberia te dizer se é bom ou não. O mais utilizado pelo pessoal que estuda sozinho é o pilotocomercial.com.br. A prova que vc fez é para Comissários de Voo (aeromoças), mas também tem provas para pilotos. Testei a prova de meteorologia, e me pareceu mais fácil que as que eu vi no aeroclube.

    Abs,

  84. Samuel Lucas said, on 13 março, 2010 at 6:24 pm

    Ok, nem tinha percebido que a prova que eu fiz era pra comissário… rsrsrs

    Valeu pelo site, é muito bom! Eu também uso o: pilotobrasil.com.br

    Qual é o significado dessas síglas, por favor?

    ADF, ATC e NDB

    Não precisa dar explicação, pois já sei pra que serve, só não sei o significado, por exemplo:

    ILS – Instrumental Landing System

    Thanks, antecipadamente!

  85. Raul Marinho said, on 13 março, 2010 at 6:30 pm

    Samuel,

    Não sei onde vc mora, mas se possível faça o curso presencial no aeroclube. E compre os livros e as apostilas utilizadas no Aeroclube de São Paulo. Na de Regulamentos, por exemplo, tem uma lista enorme com abreviaturas, onde vc encontra:
    ADF: Automatic Direction Finder
    ATC: Air Traffic Control
    NDB: Non Directional Beacon
    E Mais 4 páginas repletas…

    Abs,

  86. Samuel Lucas said, on 13 março, 2010 at 6:33 pm

    ok! valeu!

  87. Samuel Lucas said, on 13 março, 2010 at 8:18 pm

    Aí vão algumas das siglas da aviação que eu conheço:

    -ILS
    -VOR
    -OBI
    -NDB
    -ADF
    -ATC
    -EGPWS
    -EICAS
    -ND
    -AP
    -Elt Sar Sat
    -VFR
    -IFR
    -APU
    -VHF
    -TCAS
    -SID

    ALGUNS OUTROS CONHECIMENTOS DE AVIAÇÃO MEUS:

    Alfabeto Internacional Fonético, alguns conhecimentos técnicos, procedimentos de emergência, alguns ajustes, meteorologia, partes móveis e não móveis de uma aeronave, regras da aviação, funções das partes de uma aeronave, etc, etc, etc………..

    Quase tudo o que que eu sei sobre aviação, eu aprendí pesquisando na internet e em livros, e também em programas de TV.

    Eu pesquisando e fazendo provas na internet me ajuda no futuro?

  88. Raul Marinho said, on 13 março, 2010 at 8:53 pm

    Não mais inteligente do que qualquer pessoa com formação universitária…

  89. Raul Marinho said, on 13 março, 2010 at 8:54 pm

    Ajuda, mas faça o curso direitinho que é melhor para vc.

  90. Samuel Lucas said, on 13 março, 2010 at 9:07 pm

    Um colega meu falou que quando ele voou num aeroclube, o piloto deixou ele pilotar um pouco depois da decolagem. O piloto pode fazer isso?

  91. Samuel Lucas said, on 13 março, 2010 at 9:22 pm

    Estava olhando o resto do Blog, e ví que você escreveu livros! Não sabia….
    Mas tá ótimo, cara! Meus parabéns!

  92. Raul Marinho said, on 13 março, 2010 at 10:24 pm

    Poder, não pode, mas é comum… Não dá para fiscalizar.

  93. Samuel Lucas said, on 15 março, 2010 at 4:30 pm

    Quando e com que aeronave você solou?

  94. Raul Marinho said, on 15 março, 2010 at 5:35 pm

    Eu solei com um Piper Cherokee-140 (P28A), o PT-IZQ, com 22h de voo, na Fazenda Irohy (Biritiba Mirim), em 03 de janeiro deste ano.

  95. Marcos Ribeiro said, on 15 março, 2010 at 7:01 pm

    Raul

    gostaria de saber sobre as exigencias do exame odontologico, uma vez que eu tenho a ausencia de 3 dentes molares devido a um acidente de moto.

    Abraços
    Marcos

  96. Samuel Lucas said, on 15 março, 2010 at 8:13 pm

    Qual é a maior exigência para um CCF de 1ª classe??

  97. Raul Marinho said, on 15 março, 2010 at 8:45 pm

    Marcos,

    Segundo um capitão dentista da Aeronáutica, vc pode ser completamente banguela que não tem problema, o duro é ter cáries com bolsas de ar. Não tem nenhum problema ter dentes faltantes, fique tranquilo. Na dúvida, consulte o regulamento: http://www.anac.gov.br/biblioteca/rbha/rbha061.pdf

    Abs,

    Raul

  98. Raul Marinho said, on 15 março, 2010 at 8:56 pm

    Samuel, as exigências são estas: http://www.anac.gov.br/biblioteca/rbha/rbha067.pdf

  99. Samuel Lucas said, on 16 março, 2010 at 7:38 pm

    Preciso tirar uma pulga atrás da orelha…

    Na aviação comercial (de linha aérea), as rotas e os destinos do vôo fucionam assim?
    Ex.:

    SBGL>SBRF>SBGL (rotas fixas)

    ou assim:
    Ex.:

    SBGL>SBRF>SBGR>SBFZ> etc, etc…. (variável)???

  100. Raul Marinho said, on 16 março, 2010 at 8:54 pm

    No caso de Planos de Voos Repetitivos, seria o que vc chama de rota fixa. Nos demais, caso a caso.

  101. Marcos César said, on 16 março, 2010 at 10:45 pm

    raul
    Boa Noite

    gostaria de uma opinião …vou começar o curso teorico para licença de pilotto privado..meu interesse é posteriormente fazer o curso de piloto comercial e assim por diante, sabendo que não é exigido o curso teorico para a banca da ANAC o importante é passar …mas estive pesquisando em aeroclubes e eescolas de aviação, o preço do curso varia de R$1200,00 a R$2000,00…existe cursos com 50 horas de duração e vai até 250 horas que é o da escola Edapa em campinas…esses curso mais longo e mais intensivo me ajudara no curriculo posteriormente ou não conta nada disso na hora de entrar no mercado …

    abraços
    Marcão

  102. Marcos Ribeiro said, on 16 março, 2010 at 10:56 pm

    Raul

    Gostaria de uma opinião sua que parece ter bastante conhecimento no assunto e ja vivenciar esse mercado…
    vou começar o curso teorico para para tirar licença para PP de aviuem ve isso ão..sabendo que não é exigido o curso teorico para a banca da ANAC , o importante é acertar 70% de cada materia …

    estive pesquisando em aeroclubes e escola de aviação o curso teorico que varia de R$1200,00 a R$2000,00 …existe curso com carga horaria de 30 horas e uns com até 250 Horas aproximadamnete que é o caso da escola Edapa em campinas …a minha duvida é: na hora de procurar uma vaga no mercado de trabalho esses cursos mais complexo e demorado vai me ajudar ou ninguem ve isso ..

    Abraços
    Marcão .

  103. Raul Marinho said, on 17 março, 2010 at 9:05 am

    Marcão,

    Eu recomendo que vc faça o melhor curso, mesmo para PP, que não é obrigatório. Passar na ANAC é moleza, se fosse por isso iria recomendar que vc estudasse sozinho, mas um bom curso te dá muitas outras coisas. Vc aprende o que vai usar como piloto, não só o que cai na ANAC; vc conhece gente da área, tanto alunos como professores, que serão importantes para o seu desenvolvimento; e, no caso dos aeroclubes, vc começa a se inteirar da parte prática. Por isso, recomendo que vc faça o curso do ASP, se vc estiver em S.Paulo.

    Abs,

    Raul

  104. […] aos comentários do post “Para ser piloto (como ‘tirar brevê’)”, resolvi postar sobre como foi meu treinamento prático para PP em detalhes. Lógico que não foi o […]

  105. Miguel said, on 23 março, 2010 at 5:41 pm

    Raul,

    Tenho 16 anos, completo 17 em Junho, sei que só posso começar a partir dos 17, mas será que eu já não poderia ir adiantando alguma coisa? estudar algo e fazer os exames médicos, etc?
    Outra pergunta, moro em São Paulo, qual o lugar mais recomendado para tirar PP, PC, etc. O local em que fiz os cursos será importante no futuro? Dependendo do lugar meu currículo ficará melhor?
    E quais são os cursos paralelos (como faculdades, cursos de inglês, etc) que podem aumentar o meu conhecimento, e abrirem portas no futuro?
    Desde já agradeço pelo seu Blog, e pela sua paciência em tirar dúvidas de pessoas como eu “cruas”, como você diz. Quem sabe no futuro eu não possa ajudar outros “crus”.

    Abraço

    Miguel

    P.S. Tem um pai de um amigo meu, que deve estar com a sua idade aproximadamente, e conseguiu entrar com 15 anos, e exepcionalmente tirou seu PP com 16, mas parou por aí, isso realmente era possível antigamente?

  106. Raul Marinho said, on 23 março, 2010 at 8:02 pm

    Miguel,

    Recomendo que, nesse momento, vc se preocupe só em estudar as matérias teóricas. Deixe o resto para qdo estiver perto de completar 18 anos (vc só pode solar maior de idade), lá pelo fim desse ano. Sobre suas outras perguntas:

    moro em São Paulo, qual o lugar mais recomendado para tirar PP, PC, etc.

    Aeroclube de São Paulo, sem dúvida.

    O local em que fiz os cursos será importante no futuro? Dependendo do lugar meu currículo ficará melhor?
    O lugar que vc faz o curso é importante pela qualidade de ensino e pelos relacionamentos que vc estabelece, mas em termos de currículo faz pouca diferença.

    E quais são os cursos paralelos (como faculdades, cursos de inglês, etc) que podem aumentar o meu conhecimento, e abrirem portas no futuro?
    Recomendo que vc faça uma boa faculdade, que pode ser de administração, engenharia, geografia, meteorologia, direito, a que vc quiser (esqueça essa história de Ciências Aeronáuticas, que é bobagem), e estude inglês, pois atualmente é preciso fazer uma prova de inglês para poder pilotar em voos internacionais.

    Tem um pai de um amigo meu, que deve estar com a sua idade aproximadamente, e conseguiu entrar com 15 anos, e exepcionalmente tirou seu PP com 16, mas parou por aí, isso realmente era possível antigamente?
    Era sim, antes da Constituição de 1988, menores de 18 podiam brevetar.

  107. Samuel Lucas said, on 24 março, 2010 at 5:45 pm

    Soube que a ANAC disponibiliza bolsas para quem já tem 25% do curso, ingressando na aeronáutica e começar lá, tem como passar pra a carreira comercial de linha aérea? Pois o meu sonho e objetivo é ser PLA.

    E, qual seria a diferença entre o curso militar e o curso civil?

    Agradeço antecipadamente!🙂

  108. Raul Marinho said, on 24 março, 2010 at 6:18 pm

    Samuel,

    O programa de bolsas da ANAC encerra as inscrições amanhã, 25/03. Funciona assim: Para PPs, tem que ter CCF de 2a classe, aprovação no teórico de PP, e 9 horas voadas – a ANAC banca as 26 restantes. Para PCs, tem que ter CCF de 1a classe, aprovação no teórico de PP (inclusive no curso presencial), e 29 horas voadas após o cheque de PP – a ANAC banca o que falta para chegar a 150 (por exemplo: o cara checou o PP com 41 horas, fez as 29 do edital, somou 70 horas; a ANAC bancará mais 80).

    Para ser piloto da FAB, vc precisa cursar a AFA, Academia da Força Aérea, equivalente a uma faculdade, por 4 anos (em regime de internato, em Pirassununga). Vc sai uma espécioe de PPzão, e daí para a frente vc pode se tornar piloto de Bandeirantes, de caça, de cargueiro, e segue a carreira de oficial. Depois de 5 anos como militar, vc pode pedir desligamento (antes disso, vc tem que indenizar o Estado pela sua instrução), e consegue virar um PC com algumas adaptações, dependendo do caso. Se, nesse momento, vc já tiver as 1500 horas voadas (difícil, pois na Aeronáutica se voa muito pouco), vc pode fazer a prova de PLA e pedir o cheque. Resumindo, vc precisa de uns 10-12 anos no mínimo para chegar a PLA, começando pela AFA.

    Já na carreira privada, vc chega a PLA em 3 anos, no máximo 5. Essa é uma das diferenças. Mas, na verdade, são carreiras incomparáveis, e o pessoal ex-FAB não é lá muito bem vista na aviação civil. Para te falar a verdade, o fato é que pode ser mais interessante fazer uma carreira na FAB desde o início do que investir na carreira privada. Mas aí é uma decisão muito pessoal…

    É isso.

    Abs,

    Raul

  109. Samuel Lucas said, on 24 março, 2010 at 6:26 pm

    Ok, obrigado pela resposta anterior.

    Meu pai foi em um curso de aviação aquí na cidade e perguntou lá a dois estudantes de comissário, qual era o valor do curso, falaram que pra comissário é 1200 e pra piloto é 120.000. Duvidei desse valor….. Queria uma confirmação desse preço, por favor.

    Thanks.

  110. Miguel said, on 24 março, 2010 at 7:02 pm

    Olá Raul,

    Mais uma coisinha, o que você acha dessa conversa de avião sem piloto, comandado por robôs, a tecnologia está quase a essa altura mas ainda não é seguro, e acho que as pessoas se sentem seguras de ter um ser humano comandando a aeronave. Você acha que é um futuro distante o suficiente para nós nem o conhecermos?

    Abraço,

    Miguel

  111. Raul Marinho said, on 24 março, 2010 at 7:55 pm

    Samuel,

    Não sei onde vc está, mas aqui em S.Paulo, os preços são os desse post: cerca de R$12mil para as horas de voo, R$2mil para o teórico, e R$1mil para CCF e taxas, R$15mil no total, no caso de PP. E mais ou menos o dobro disso, para o PC-IFR. Depois do PC checado, não se costuma pagar mais nada. Nunca soube de alguém que pague as horas até o PLA, que é o que os R$120mil sugerem…

  112. Raul Marinho said, on 24 março, 2010 at 7:58 pm

    Miguel, na minha opinião, vc será da última geração de pilotos. Seus filhos provavelmente já voarão em aviões sem piloto, e seus netos vão saber que existiram aviões pilotados por humanos pelos livros, como nós conhecemos as caravelas, as guerras com arco e flecha e armaduras, os piratas do Caribe, etc.

  113. Samuel Lucas said, on 25 março, 2010 at 1:47 pm

    Raul, eu moro em Recife-PE.

  114. victor said, on 25 março, 2010 at 5:02 pm

    Raul,
    me tira uma duvida.

    as 150 horas de voo de PP e de PC elas nao contam para PLA? que são aquelas 500/1000 que as companhias aereas pedem para voce entra na companhia (ex. tam,gol e azul)??
    e sim o que conta sao horas de voo em simulador?
    apos checar o PC posso começar a fazer PLA?
    como funciona PLA, quais sao os requisitos?
    obrigado.

  115. Raul Marinho said, on 25 março, 2010 at 8:15 pm

    as 150 horas de voo de PP e de PC elas nao contam para PLA?
    Para ser PLA, vc tem que ter 1500 horas de voo no total, não importa se voadas como PP ou PC, desde que atenda a uma série de requisitos específicos (X horas de voo por instrumentos, Y horas de voo noturno, e assim por diante).

    que são aquelas 500/1000 que as companhias aereas pedem para voce entra na companhia (ex. tam,gol e azul)??
    É o mínimo de horas que elas aceitam para o piloto se inscrever para uma vaga. O cara é contratado como PC (com 500/1000 horas), atua um tempo como copila, e depois checa o PLA na própria companhia. Aí, ele pode ser comandante.

    e sim o que conta sao horas de voo em simulador?
    A regra para contagem de horas de simulador é super complicada, e não vou entrar em detalhes. Para vc, interessa saber que:
    1)Horas de simulador só abatem requisitos específicos (ex.: horas de voo por instrumentos), nunca horas totais. Não importa que vc tenha 500 horas de simulador, vc continua precisando de 150 horas voadas para checar o PC. Essa horas de simulador só vão reduzir a necessidade de horas de voo por instrumentos.
    2)O simulador que vale para a ANAC não tem nada a ver com Flight Simulator e congêneres. É um negócio muito diferente, muito mais caro, e precisa de instrutor.

    apos checar o PC posso começar a fazer PLA?
    Logo que vc passar na prova teórica de PC (não precisa nem ter checado), vc pode se inscrever para a prova teórica de PLA, que não requer curso presencial (o PC requer), e só caem 2 matérias: Teoria de Voo (Peso & Balaceamento e Performance) e Regulamentos. Essa prova tem validade ilimitada, ao contrário das bancas de PP e PC, que valem por no máximo 2 anos (se vc demorar mais que isso para checar, tem que refazer). Aí, quando vc tiver atingido as 1500 horas e todos os requisitos específicos, vc pode ser checado, normalmente na própria companhia em que vc estiver trabalhando.

    como funciona PLA, quais sao os requisitos?
    O PLA não “funciona”, ele é uma licença que te permite comandar aviões do transporte aéreo regular (TAM, Gol, Azul, etc). Por exemplo: um A320 da TAM tem dois caras na cabine, um que se senta na direita, que é o co-piloto, que pode ser PC; e o outro, que fica na esquerda, que tem que ser PLA, e ganha 50% a mais que o da direita. Os requisitos são: ser maior de 21, ter o 2o grau completo, estar aprovado na banca de PLA, e ter sido checado como PLA, além do CCF de 1a classe.

  116. Miguel said, on 25 março, 2010 at 10:43 pm

    Olá Raul,

    Sou eu de novo, tenho apenas 16 anos mas já estou com quase 2 metros de altura, tenho um amigo que quer fazer FAB, e lá o limite é de 1,87 ou coisa parecida, na aviação civil minha altura pode me prejudicar?

    Abraço

    P.S. já voei de planador que é bem apertado e foi tranquilo, ou quase, meu cabelo tocava o teto.

  117. Raul Marinho said, on 25 março, 2010 at 11:35 pm

    Miguel,

    Em termos de CCF, não há problemas. O complicado é caber nas aeronaves de treinamento. Se vc engordar, então, tá enrolado. No Robinson 22, p. ex., o limite é 107kg. Mas mantendo o peso sob controle, vc não deve encontrar dificuldade.

  118. Rodrigo said, on 27 março, 2010 at 12:08 am

    Cara muito bom o seu blog, Parabéns de verdade.

    Li muito e com certeza continuarei lendo pq sem duvida vc tem muito a oferecer aqui.

    mais uma duvida ainda continua rsrs, muito se falou sobre os custos, claro que é uma questão muito importante, mais mais importante ou tanto quanto os custos seria a dos lucros rsrrs.

    vc tem ideia disso, tipo quanto ganha um co-piloto nacional, e se depois disso o cara viro co do internacional ou direto pra piloto nacional???

  119. Raul Marinho said, on 27 março, 2010 at 9:30 am

    Rodrigo,

    Já falamos de salário aí atrás, sim, pode pesquisar. Mas falamos de novo, sem problemas. Em linhas gerais, um copila nacional da TAM/Gol/Azul ganha por volta de R$10mil, subindo para R$15mil quando este se tornar comandante. O topo da carreira na linha aérea, comandante internacional, chega perto dos R$30mil.

    A carreira de um piloto das companhias aéreas brasileiras tende a ser o seguinte: Copila nacional -> Comandante nacional -> Copila internacional – > Comandante internacional. Pode ser que o cara vá direto de comandante nacional para comandante internacional, não é proibido. O que é praticamente impossível é o cara começar como comandante. Sempre se começa como copila.

  120. Samuel Lucas said, on 27 março, 2010 at 2:23 pm

    Raul, qual é a sua opinião sobre o PP-LVU da VARIG em 1979?

  121. Samuel Lucas said, on 27 março, 2010 at 2:25 pm

    CORRIGINDO MINHA PERGUNTA:

    Raul, qual é a sua opinião sobre o PP-VLU da VARIG em 1979?

  122. Rodrigo said, on 27 março, 2010 at 4:06 pm

    demais de bom cara, eu tenho 27 e faço 28 agora no meio do ano, penso em investir nessa area não pela grana mais sim pelo sonho e pelo prazer, porem muitas duvidas ainda pairam, como por exemplo, se o mercado é facil exemplo um piloto completamente capacitado fica parado ou não ??? outra coisa será que nesse ramo é como nos outros em que se precisa de um cartucho ou uma boa indicação???

  123. Raul Marinho said, on 27 março, 2010 at 5:25 pm

    Samuel,

    Minha opinião sobre o VLU é essa.

  124. Raul Marinho said, on 27 março, 2010 at 5:33 pm

    Rodrigo:

    1)o mercado é facil exemplo um piloto completamente capacitado fica parado ou não ???
    Pode acontecer de um bom piloto ficar parado, sim. Vai depender de alguns fatores, como conjuntura macroeconômica (ex. crises financeiras, como a de 2008/09), situações anormais de mercado (ex. falências da VASP, Varig e Transbrasil praticamente ao mesmo tempo), ou mesmo o cara estar super-especializado em uma linha de aparelhos que perde competitividade (ex.: o cara tem 10mil horas em MD-11 e, de repente, nenhum MD-11 voa mais no Brasil). Mas, regra geral, o piloto realmente bom consegue dara a volta por cima com bastante rapidez.

    2)outra coisa será que nesse ramo é como nos outros em que se precisa de um cartucho ou uma boa indicação???
    O QI é, de fato, muito importante na aviação, não vou te enganar. Mas menos que em muitas outras área e, mais importante: um bom piloto consegue criar seu próprio QI se mostrar boa vontade no início da carreira. Em breve vou escrever um post sobre isso.

  125. Marcos Ribeiro said, on 27 março, 2010 at 9:28 pm

    Raul
    sou eu de novo …rsrsrs

    estou terminando uma faculdade de Logística e transportes, cuja duração 3 anos em uma faculdade publica, e vou entrar de cara na carreira de piloto , vou iniciar no proximo mes o PPA e se tudo der certo vou até onde conseguir.
    P: essa faculdade pode me ajudar a conseguir entrar nesse mercado de PC?

    Abraços
    Marcão

  126. Raul Marinho said, on 27 março, 2010 at 11:25 pm

    Marcão,

    Pode te ajudar, sim. Pelo que consta, a TAM, por exemplo, reduz a necessidade de horas para contratação, de 1000 para 500 horas, no caso do piloto ter curso superior. E na aviação executiva, esse seu curso seria um baita diferencial. Imagine-se um empresário querendo contratar um piloto para o seu jatinho, qual vc preferiria: um com 2o grau, ou outro com conhecimentos em logística e tranportes em nível universitário?

  127. marcelo suzuki said, on 28 março, 2010 at 12:12 pm

    Oi Raul….
    Me responde uma dúvida…
    Há um tempo atrás vc muito atenciosamente
    me respondeu várias dúvidas e me deu um
    grande ânimo…..
    Mas vc me disse q era preciso estudar muito…
    Vc pode me dar algumas dicas do que eu posso
    ir estudando enquanto não começo o curso?
    Desde já muito obrigado.
    Abraços…

  128. Raul Marinho said, on 29 março, 2010 at 5:46 pm

    Marcelo,

    Vc pode fazer o seguinte:

    -Explore o AIS Web, veja as cartas, as publicações, familiarize-se com os documentos aeronáuticos.
    -Conheça os produtos meteorológicos da REDEMET, os mapas de satélite, as cartas de ventos e temperaturas, etc.
    -Inscreva-se no pilotocomercial.com, baixe o material de estudo que tem lá, e veja como funciona o esquema dos simulados
    -Compre os livros e apostilas do curso de PP, e vá dando uma lida por conta (explore a internet tbém, que tem muita coisa boa de graça)
    -Vá para o aeroclube e fique “enchendo” os instrutores, mecânicos, etc. Empurre avião, veja um motor desmontado, explore o painel de instrumentos, etc.

  129. Marcelo suzuki said, on 30 março, 2010 at 1:44 am

    Oi Raul.
    Muito obrigado.
    Mais um vez vc me ajudou muito.
    Muito obrigado.
    Ate a proxima.
    Abracos.

  130. Samuel Lucas said, on 31 março, 2010 at 5:36 pm

    Uma dúvida…. Aonde os SLATS são acionados no cockpit?

    E outra… No curso de aviação, para PILOTO, eles também cobram treinamento de sobrevicência??

  131. Raul Marinho said, on 31 março, 2010 at 6:44 pm

    Samuel,

    Nunca pilotei avião com slats, mas imagino que o acionamento deva ser efetuado de maneira semelhante aos flaps – que, no caso dos P28A (Cherokee, Arrow, Tupi, Corisco), é por meio de uma alavanca parecida com o freio de mão de um fusca.

    O treinamento de sobrevivência faz parte do curso de comissário de voo. Não há tal atividade nos cursos de PP e PC.

  132. Samuel Lucas said, on 31 março, 2010 at 6:58 pm

    OK, OBRIGADO.

  133. Rodrigo said, on 31 março, 2010 at 10:34 pm

    cara eu sei que vc fez o curso no aeroclube de são paulo, mais alem desse vc indica ou conhece alguma outra escola??

  134. Tales said, on 1 abril, 2010 at 6:00 pm

    Raul.

    Estou começando agora com 34, fiz o CCF de 2ª e fui aprovado. Sei que minha idade é limitante p/ ingressar em uma compania aérea. Porém é possivel ainda tornar-me copiloto em alguma, tendo em vista que nao é necessário ter PLA. Bem já estarei muito satisfeito se consguir no executivo. Tenho um ingles razoável, pois já morei na inglaterra e curso superior em Direito.
    Um outro exclarecimento: para PP disponibilizo de dindin, mas para PC um tanto exorbitante, terial como voar em algum lugar em troca das horas?
    Valeu pelo grande blog, esta elucidando muitas dúvidas que nao conseguia em outras fontes.

  135. jefeerson shozo sato said, on 3 abril, 2010 at 9:20 am

    gostaria de tirar o breve para pilotar elicoptero so que nao esperava ser tao caro asim voce imagina eu investir 50 – 80 mil depois servico ver navio eu achava que era mais barato porque tenho um amigo que disse que mais ou menos 30 ml ele ja tem o breve acho que devemos valorizar o nosso trabalho mais nesse patama pra mim fica dificil muito obrigado pelas informacao

  136. Raul Marinho said, on 5 abril, 2010 at 9:04 am

    Rodrigo,

    Ouço falar da EJ, que é a maior do Brasil atualmente, do Aeroclube de Bragança Paulista e do Aeroclube de Jundiaí. Não posso indicar nenhuma delas, entretanto, por não conhecê-las em profundidade.

  137. Raul Marinho said, on 5 abril, 2010 at 9:41 am

    Jefeerson,

    Faça as contas: São necessárias 100 horas para fazer as horas de PC-H. Se vc acha que gasta $30mil, isso significa que a hora de voo de helicóptero custa R$300. Se vc achar alguma escola que cobre R$300 a hora de voo, vá em frente (e me avise, por favor).

  138. Raul Marinho said, on 5 abril, 2010 at 9:49 am

    Tales,

    Normalmente, vc se torna PLA como copila em alguma cia aérea, ninguém checa o PLA por conta… De qualquer forma, a aviação executiva é, de fato, o melhor caminho para vc – e, na minha opinião, mais interessante que as cias. aéreas. Sobre suas idéias de fazer o PC em troca das horas, acho que é possível, mas muito difícil. É mais viável vc comprar pacotes com desconto em aeroclubes do interior e checar o seu PC sem o IFR, que dá para fazer com 140 horas. P.ex.: Vc checou o PP com 40 horas (faltam 100 para o PC). Vá para Araraquara, e feche pacotes a R$150/hora. Vc checa o PC “seco” com R$15mil.

  139. Samuel Lucas said, on 12 abril, 2010 at 3:47 pm

    Raul, você sabe dizer se estas aeronaves são usadas para treinamento em cursos de aviação??

    AS AERONAVES SÃO: Baron 58, IL-103, cessna 310 e o cessna 206.

    Obrigado.

  140. Raul Marinho said, on 12 abril, 2010 at 4:45 pm

    Samuel,

    Aqui em S.Paulo, usam-se os P28A (Cherokee, Tupi, Corisco) no ASP e Cessna 150/172 na ABC Fly. Na EJ, em Jundiaí, usa-se o Baron.

    Abs,

    Raul

  141. Samuel Lucas said, on 14 abril, 2010 at 10:00 am

    A hora de voo no Baron 58 são mais caras do que no P28A TUPI??

  142. Samuel Lucas said, on 14 abril, 2010 at 10:02 am

    CORRIGINDO MINHA PERGUNTA ACIMA:

    A hora de voo no Baron 58 é mais cara do que no P28A TUPI??

  143. Raul Marinho said, on 14 abril, 2010 at 2:01 pm

    Samuel,

    A hora de voo de um bimotor, como o Baron, custa entre 2 e 3 vezes a hora de voo de um monomotor, como o Tupi. Hoje, por exemplo, vc compra uma hora de voo de Tupi no ASP por R$410,00, enquanto que a EJ cobra R$1.200,00 pela hora de voo no Baron ou no Seneca.

  144. Samuel Lucas said, on 14 abril, 2010 at 6:22 pm

    Gostaria de saber melhor o que é PLA, pois, quando vejo em cursos de aviação e sites, só ouço falar em PP e PC, nunca PLA. Sempre tem, por exemplo:
    “Faça seu curso de piloto para PP e PC! Seja um de nossos alunos!”

    Daí eu não entendo nada, porque não fala nada de PLA. É como se a pessoa fosse limitada para ser apenas COPILA…

    Você pode me explicar?

    Obrigado!

  145. Raul Marinho said, on 14 abril, 2010 at 7:15 pm

    Samuel,

    O PLA é uma espécie de “PC pós-graduado”, e o possuidor de uma licença dessas permite ser o comandante de aviões de linha aérea, ex: TAM, GOL, Azul, etc. Um PC, por sua vez, pode comandar táxi aéreo, avião particular (de pessoas físicas ou jurídicas) ou do governo (desde que não seja das Forças Armadas), e qualquer coisa que não seja avião de linha aérea – neste caso, e só nesse, o PC pode no máximo ser copila. Inclusive, tem muita gente que termina a carreira sem nunca ter sido PLA, e nem por isso são “pilotos limitados a copila”. Vc pode, por exemplo, pilotar o Cessna Citation VII de um banco (que voa a mil km/h a 43mil pés) e ganhar R$35mil sem ser PLA. Ou pode ser um piloto agrícola que embolsa R$350mil por safra e não ser nem IFR… Eu mesmo não sei se serei PLA, para te falar a verdade, já que minha intenção é ficar na aviação executiva (onde ser PLA é somente “uma coisa que pega bem no currículo”, não uma necessidade, de fato).

    Não existe necessidade de curso presencial para obter o PLA, por isso que vc não vê cursos de aviação anunciando. Na verdade, em termos teóricos, o PLA é relativamente tranquilo: só precisa fazer uma prova de Teoria de Voo (Peso & Balanceamento e Performance, além de alguma coisa de aerodinâmica de alta velocidade, igual ao PC) e Regulamentos. Não é preciso saber nada novo em Meteorologia, Conhecimentos Técnicos e Navegação. E a aprovação tem validade indeterminada, por isso é legal fazer a prova de PLA logo depois da de PC, quando as informações ainda estão frescas na cabeça. Para ter o PLA teórico, basta estar aprovado no PC teórico (logo, vc tem que ser, no mínimo, PP checado). O duro é checar o PLA, pois são necessárias 1.500 horas de voo, no mínimo. Ou seja: é muito difícil chegar a PLA antes de 3, 4, 5 anos voando bastante. Na maior parte das vezes, as pessoas checam o PLA na empresa de linha aérea em que trabalham.

    Espero que vc tenha entendido, mas qualquer coisa, baixe o RBHA61 no site da ANAC e leia o capítulo sobre PLAs.

    Abs,

    Raul

  146. Samuel Lucas said, on 14 abril, 2010 at 7:24 pm

    Ok, muito obrigado pela explicação! Eu entendí sim!🙂

    Agora…. Só mais uma coisa:

    Qual seria o melhor e mais rápido caminho para quem quer ser PLA como eu?

  147. Raul Marinho said, on 14 abril, 2010 at 7:31 pm

    Samuel,

    O caminho está descrito no texto deste post…

  148. Samuel Lucas said, on 14 abril, 2010 at 7:49 pm

    Sim, mas queria saber o caminho DEPOIS de checar o PC.

  149. Raul Marinho said, on 15 abril, 2010 at 9:46 am

    Samuel,

    Depois de checar o PC, vc pode seguir diversos caminhos. Vai depender das oportunidades que aparecerem, de onde vc está, de suas amizades… É como em qualquer outra profissão. Muita gente emenda o curso de INVA logo após checar o PC, que é rápido (cerca de 1 mês) e só requer mais 20 horas, e vira instrutor. Outros começam a voar para táxis aéreos e proprietários de aeronaves, em voos de traslados, malotes, etc. Tem gente que vai puxar faixa na praia, levar paraquedista, etc. Muitos se embrenham no interiorzão, e vão voar em fazendas, garimpos, etc. Vc pode fazer um curso de piloto agrícola também. Enfim, são tantas as opções, que é impossível dizer qual caminho seria o mais adequado.

  150. Leonardo said, on 17 abril, 2010 at 2:40 am

    Olá.

    Eu realmente gostaria de saber se é mais vantajoso financeiramente, fazer PPA/PCA + IFR para depois começar o PPH/PCH e IRF teorico.

    Estou sabendo que as empresas que voam para as plataformas estão pedindo 500h e apenas o IRF teórico.

    Já que meu objetivo é asa rotativa, vale a pena tudo isso para conseguir essas 40h de redução para checar PCH?

    Abraços.

  151. Raul Marinho said, on 17 abril, 2010 at 7:47 am

    Leonardo,

    Se vc fizer as contas direitinho, vai perceber que sai mais ou menos elas por elas: o que vc economiza em horas de voo de helicóptero, gasta com horas de voo de avião. Porém, eu acho vantajoso tirar a carteira de avião primeiro porque isso te permite conhecer melhor o mercado aeronáutico com um custo menor. Quando vc está de fora, é difícil saber como aproveitar as oportunidades e evitar as furadas, e se vc for direto para os helicópteros, esse aprendizado vai sair mais caro. E, aí sim, a diferença será grande.
    Agora, se vc já conhece bem os caminhos das pedras, sabe o que quer e como chegar, vá direto para o helicóptero. Mas não se esqueça de que se vc não tiver pelo menos R$70mil na conta, vc não sai do zero.

  152. Marcos Ribeiro said, on 19 abril, 2010 at 9:19 am

    Raul
    bom dia,

    vou começar a fazer as aulas praticas de PP estou vendo em qual aeroclube fazer, assim que terminar ja começo o curso para PC, sabendo que preciso de 150 horas para checar como PC, se eu gastar 55 horas para checar PP fica faltando 95 horas para checar PC ? Ou eu tenho que fazer as 110 horas para PC independente do numero de horas que eu gaste para checar PP.

    Abs
    Marcão .

  153. Raul Marinho said, on 19 abril, 2010 at 10:31 am

    Marcos,

    Por incrível que pareça, não existe uma resposta definitiva para a sua pergunta… Depende do quanto vc está a fim de brigar. Se sua intenção é voar o mínimo possível, brigue pelo direito de checar com 140 horas e de contar as horas em comando no PP como horas em comando para o PC. Isso seria o certo, está respaldado no RBHA61, mas vc dificilmente consegue fazer valer o seu direito sem brigar (eventualmente, na Justiça) com o pessoal da ANAC. Mas se vc quiser uma certa tranquilidade, considere as 150 horas e esqueça das horas em comando do PP, voe 70 horas visuais (não se esquecendo de que, para o PC-IFR, vc tem que ter 50 horas de comando em rota), 20 horas em DC IFR, e faça os 5 voos noturnos, mais as 25 horas de simulador: isso dá as 95 horas que vc falou.

  154. Abel said, on 20 abril, 2010 at 7:56 pm

    Raul Marinho,

    Meu nome é Abel tenho 17 anos moro em Santos-SP e meu sonho é ser piloto de aviao.

    eu gostaria de saber como fazer para ser um piloto comercial da tam,gol etc…
    obs:tenho bronquite (ASMA)

    tem uma escola aqui perto onde eu moro que se chama EACON de Santos gostaria de saber se é uma escola boa pra mim iniciar meus estudo para ser piloto de aviao?

    começando no curso de piloto privado com 17 anos com quantos anos +/- eu ja estou pronto para trabalhar na tam,gol etc (com todos os cursos feitos e exames) ?

    quanto custa +/- pra mim ser um piloto comercial da TAM,GOL?(todos os cursos que tem direito a fazer)
    Obs: tenho medo pois dizem que este sonho é dificil de se realizar pois nao conheço ninguem que trabalhe na aviaçao etc…..
    eu estou correndo atrás …..:)

    Desde já Obrigado!

  155. Raul Marinho said, on 21 abril, 2010 at 10:55 am

    Abel,

    Quando eu tinha a sua idade, um pouco menos, queria ser piloto de caça. Prestei vestibular para a EPCAr, entrei, e… Tomei pau no exame médico, por hipermetropia e astigmatismo. E só agora, aos 42 anos, é que retomei minha inclinação aeronáutica, com o meu curso de piloto comercial. Mesmo assim, tive que fazer uma cirurgia (para resolver um problema de desvio de sépito nasal) e um tratamento para baixar meu colesterol.

    Estou contando isto para te previnir. Sua asma, de acordo com a regulamentação atual, impede que vc seja piloto. Lamento ter que dizer isto para vc, mas está claro no RBHA67:

    7.35 – REQUISITOS PNEUMOLÓGICOS
    (a) O inspecionando não deve ter antecedentes clínicos comprovados ou diagnóstico clínico de:
    (1) Afecção aguda dos pulmões, das pleuras e de outros órgãos intratorácicos;
    (2) Doença pulmonar crônica;
    (3) Asma brônquica;
    (4) Evidências de hipertensão pulmonar;
    (5) Antecedentes de pneumotórax de repetição e/ou presença de patologia que, a critério do especialista,
    possa provocá-lo.
    (6) Neoplasia de tórax.
    (b) O Raio X de tórax faz parte de todo exame inicial e dos exames de revalidação para todas as
    classes, nos prazos previstos; a periodicidade de Raio X de tórax não deverá ser inferior a 12 meses,
    salvo indicação clínica.

    Então, faça o seguinte:
    1)Pegue uma cópia do RBHA ou imprima o trecho destacado acima, e leve para seu médico e veja se é possível realizar algum tratamento que o torne apto.
    2)Após o tratamento, se houver, realize a inspeção médica no HASP. Não vá direto no HASP, senão os caras te classificam como inabilitado permanente e não há mais o que fazer.
    3)Passando, me mande um e-mail que eu te respondo tudo o que vc quiser sobre os meandros do caminho para virar PC.

    A situação é essa, meu caro. Desculpe se fui muito direto ao assunto, mas eu acredito que ser sincero é o melhor para vc.

    Abraços e boa sorte,

    Raul

  156. DV said, on 21 abril, 2010 at 1:21 pm

    Raul, muito obrigado pelas informações detalhadas e bons voos!

  157. Abel said, on 21 abril, 2010 at 5:33 pm

    Obrigado! Raul vou correr atraz sim

  158. Samuel Lucas said, on 22 abril, 2010 at 1:32 pm

    Raul,

    em relação ao RBHA67, gostaria de saber se eles são muitos rígidos em relação a isso, ou se eles deixam passar uma ou duas doenças ou coisa do tipo, pelo menos…

    Abç!🙂

  159. Raul Marinho said, on 22 abril, 2010 at 2:42 pm

    Samuel,

    Depende de duas coisas:
    1)Onde vc está fazendo a inspeção; e
    2)Qual o problema, especificamente.
    O HASP (S.Paulo), por exemplo, não só é rígido, como costuma reprovar sem critério (como por “imaturidade” ou “ansiedade”, só para vc ter uma noção do absurdo). Outras unidades são menos rígidas, e até o CEMAL (Rio de Janeiro), que é a unidade mais graduada, costuma ser mais amigável. Problemas odontológicos não costumam reprovar, mas desvio de sépito nasal, sim. Veja o meu “problema” de colesterol, para vc entender. Eu fiz uma avaliação cardiológica com um professor da USP no INCOR, que concluiu que minha taxa de colesterol é naturalmente alta, mas isso não me traz problemas. Fiz um exame de ultrassonografia da aorta que mostrou que minhas artérias são menos entupidas que as de um rapaz de 20 anos que nunca fumou (eu fumei por 25 anos). Mesmo assim, eu tenho que fazer um tratamento com medicamentos para baixar meu colesterol só para fazer o exame do HASP, senão eu sou reprovado… Entendeu o drama?

  160. Samuel Lucas said, on 22 abril, 2010 at 3:11 pm

    Então… pra os caras da HASP o piloto tem que ser “perfeito”…..?!

    Entendi….

    Espero que aquí em Recife não precise de tanto “pra que isso”….
    Qual é o problema em DESVIO DE SEPTO NASAL?!! Coisa que uita gente tem…

    Mas ainda assim vou lutar até o fim e se Deus quiser eu creio que vencerei!🙂

  161. Raul Marinho said, on 22 abril, 2010 at 4:07 pm

    Samuel,

    O pior de tudo é que vc pode ter saúde de astronauta e os caras te reprovarem por “ansiedade”, que é o que aconteceu com um amigo… Vc pode recorrer: basta ir a um médico especialista da área, pedir um laudo contestando o motivo da reprovação, e entrar com um recurso no CEMAL, no Rio. Vai te custar uns R$10mil essa brincadeira… Percebeu o drama?

    Não sei como é Recife, mas é bom vc saber que vc sempre estará à mercê do humor do médico militar que te avaliar. Ele pode estar num dia ruim porque o time dele perdeu na véspera, ou porque não foi com a tua cara, e te reprovar, assim do nada. Por isso, quando vc for fazer o exame, fique muito esperto, não dê muita conversa, e fique na sua. E, de preferência, faça o exame do PP numa clínica particular. Aí, na hora do PC, que tem que ser feito em hospital militar, fica mais difícil ser reprovado.

    Quanto ao desvio de sépito… De fato muita gente tem, e muita gente opera (como eu), mas vc sabe que faz diferença mesmo? Voando perto dos 8000 pés (o máximo para voos VFR aqui em S.Paulo), está muito mais fácil respirar depois da cirurgia.

  162. Samuel Lucas said, on 23 abril, 2010 at 6:49 pm

    E na hora do exame, em relação a coluna…

    Quais são os requisitos? Qual é a inclinação máxima da coluna, em graus?

  163. Raul Marinho said, on 23 abril, 2010 at 6:57 pm

    Samuel, leia o RBHA, está tudo lá. E eu nunca soube de ninguém reprovado por coluna…

  164. Samuel Lucas said, on 23 abril, 2010 at 7:13 pm

    Raul, aí vai o meu site sobre aviação e um simulador de vôo chamado MIcro Flight. Por favor, visite, se possível, só pra dar uma força! Muito obrigado por todas as respostas!🙂

    OBS: Como eu não posso por o HTML do site no recado, é só clicar no meu nome (ACIMA) que o site abre automaticamente!)

    Thanks! Good flights!🙂

  165. Rodrigo said, on 1 maio, 2010 at 11:35 pm

    Fala amigão blz, pow semana passada fui ao aeroclube mais proximo aqui que fica em biritiba mirim, conversei bastante com o instrutor de voo de lá que já me deu uma carta para os exames na Hasp, porem como vi vc varias vezes escrevendo aqui para não fazer lá ou pelo menos não ir direto lá, no meu caso o que vc indica, por onde começar, tem alguma clinica credenciada???

    ah e desculpa se vc escreveu isso acime e por ventura não percebi, acontece que li o seu texto já faz mais de um mes e posso ter esquecido de alguma coisa rsrsr

    abraços e obrigado

  166. Raul Marinho said, on 2 maio, 2010 at 8:09 am

    Rodrigo, é o seguinte:

    Vc pode fazer o exame médico de 2a classe (para PPs) no HASP ou em clínicas credenciadas. A vantagem do HASP é que lá eles fazem a maioria dos exames “de graça” (está incluído na taxa), enquanto que nas clínicas, vc tem que levar os exames prontos. Se vc tiver um plano de saúde que cubra os exames, também sai de graça para vc, mas se vc não tiver essa cobertura, vai gastar uns $1mil. Agora, as desvantagens do HASP:
    1)Demora para agendar (geralmente, mais de um mês), enquanto que nas clínicas vc agenda para o dia seguinte
    2)Vc passa 2 dias lá dentro fazendo exames, enquanto que nas clínicas vc sai com o seu CCF em 2 horas
    3)Os médicos militares são muito mais rigorosos que no das clínicas, e costumam dar pau em candidatos por itens como “imaturidade” ou “ansiedade”
    Então, resumindo, a menos que vc não tenha plano de saúde e não queira gastar dinheiro com exames, fuja do HASP.

  167. Emilio Flavio said, on 2 maio, 2010 at 10:48 pm

    Raul parabéns pela suas postagens, respondi minhas duvidas q ja buscava resposta a um bom tempo. Pretendo um dia ser no minimo um PP, ja q sai muito caro fazer todo o curso.So gostaria d saber como funciona os esquemas com os simuladores, c com eles abatem horas d voo, o preço esses tipos de coisas, c puder me responder agradeço desde ja. valeu. AH e gostaria tbm c vc me pudesse informar qual a velocidade media de um Baron, um Cessna e qual e a medida usada para calcular a velocidade ,ja vi em simuladores uma medida q parece ser “KT”, C FOR ESSA MESMA transformada em km/h quanto daria. obrigaduu

  168. Raul Marinho said, on 3 maio, 2010 at 8:41 am

    Emílio,

    O “esquema com os simuladores” é o seguinte:
    -Abate de horas de voo por instrumentos: 25 horas de voo em simulador reduz em 20 horas a necessidade de horas de voo por instrumentos
    -Abate de horas totais: para o PC, reduz o numero de horas de 150 para 140
    -Custa, em média, entre $60 e $70 por hora
    -Não tem nada a ver com o Flight Simulator do seu computador: é outro equipamento, só pode fazer no aeroclube ou na escola, requer o acompanhamento integral de um instrutor, e tem que ser homologado pela ANAC
    Quanto aos outros assuntos:
    -Um Baron voa por volta de 350km/h
    -Cessna é uma marca, não um modelo, portanto a velocidade depende do modelo que vc quer saber…
    =As velocidades aeronáuticas são expressas em “nós”, em inglês “knot”, abreviação “kt”, que equivalem a 1,852 km/h

  169. Samuel Lucas said, on 3 maio, 2010 at 1:53 pm

    Uma dúvida…

    Com que tipo de combustível as aeronaves são abastecidas?

  170. nadinho said, on 6 maio, 2010 at 3:58 pm

    o raul por favor ve se consegue para mim o que preciso faser para tirar o ifr pois ja tenho o pc a muitos anos na epoca que tirei nao fasia os dois juntos e agora nao sei o que para conseguir o ifr um abraco meu amigo mesmo nao te conhecendo pessoalmente vi que voce e um cara legal gostei do seu blog espero resposta sua

  171. Raul Marinho said, on 6 maio, 2010 at 6:50 pm

    Nadinho,

    Para obter a carteira de IFR, no seu caso, só requer que vc tenha o treinamento em instrumentos:
    -40h de DC em avião IFR homologado – custa cerca de $16mil ou
    -20h de DC em avião IFR homologado ($8mil) e 25h de simulador homologado ($2mil) – $9-10mil
    No mais, vc deve ter pelo menos 50h de comando em rota VFR (o que vc deve ter na CIV, já que é PC), CCF de 1a.classe (de PC), e estar aprovado no teórico da ANAC.
    Seria bom que vc fizesse pelo menos 15h em multimotor, o que significa acrescentar mais uns $10mil no custo final (vc substitui o avião, não precisa voar a mais). E se vc voou IFR no seu PC (hoje em dia, é necessário voar pelo menos 5h IFR para checar o PC-VFR), pode abater essas horas.

  172. jones marinho said, on 6 maio, 2010 at 9:45 pm

    ola sr raul
    adorei as respostas q vc deu.
    me esclareceu muitas coisas.
    mas tenho algumas perguntinhas e achei melhor perguntar pra vc por sua experiencia.
    -se eu possuir desvio de septo nasal ,estiver fazendo tratamento dentario,ou alguma limitacão visual algo desse tipo ou até mesmo hipertensão ou diabetes e até algum problema de colesterol se possuir algum desses problemas
    é possivel a pessoa tirar o ccf de segunda classe?
    -se eu possuir o curso pp e tiver mais de 40 horas de voo como o mesmo. posso fazer um curso de especificacão em aeronaves multimotoras ou curso para voo em IFR e assim posteriormente após ter feito esses cursos e estiver abilitado poderei pilotar aeronaves como um learjet ou um por exemplo um fokker 100 ,uma dessas aeronaves big jets no caso de por exemplo :eu possuir um avião a jato e quiser fazer voos por meio de ifr, noturnos e até internacionais ou intercontinentais?
    espero q vc me tire essas duvidas
    tenho 26 anos e pretendo iniciar o curso PP nesse ano mesmo.
    abraco.

  173. jones marinho said, on 6 maio, 2010 at 9:50 pm

    olá sr RAUL novamente
    voce poderia me diser se é possivel eu fazer o curso de PP E PC no exterior?
    será q há algum pais menos rigoroso que o BRASIL para isso?
    soube q por exemplo nos estados unidos o s exames medicos são diferentes e menos rigorosos q os daqui.
    como por exemplo:
    -primeira classe :piloto de linhas aereas
    -segunda classe:pilotos comerciais
    -terceira classe:privado,planador e ultraleves etc..
    soube q tambem alguns problemas de saude fica por conta das empresas contratantes no caso de piloto comercial.
    por favor me corriga em algum erro só quero esclarecer alguma duvida.
    muito obrigado

  174. nadinho said, on 7 maio, 2010 at 9:35 pm

    muiito grato pela sua resposta raul sou piloto agricola 13000 mil horas so para uma firma tive um v 35 b por 15 anos tenho multi que tirei num azteca que foi meu ate eu cair com ele entre aripoanan e colniza mt na selva . o meu amigo fiquei muito contente por voce ter respondido de mediato ; mas o que eu quero saber quais as materias tenho que estudar teoria e onde encontrar

  175. nadinho said, on 7 maio, 2010 at 9:42 pm

    muiito grato pela sua resposta raul sou piloto agricola 13000 mil horas so para uma firma tive um v 35 b por 15 anos tenho multi que tirei num azteca que foi meu ate eu cair com ele entre aripoanan e colniza mt na selva . o meu amigo fiquei muito contente por voce ter respondido de mediato ; mas o que eu quero saber quais as materias tenho que estudar teoria e onde encontrar Raul agora descobri a maiuscula sou zero em computador mas devagar eu aprendo tenho 50 anos , e quem falou que velho nao aprende vou tirar este instrumento , mais uma ves te agradeco de coracao ,vamos nos conhecer um dia um abraco

  176. Raul Marinho said, on 8 maio, 2010 at 4:59 pm

    Jones:

    -se eu possuir desvio de septo nasal ,estiver fazendo tratamento dentario,ou alguma limitacão visual algo desse tipo ou até mesmo hipertensão ou diabetes e até algum problema de colesterol se possuir algum desses problemas é possivel a pessoa tirar o ccf de segunda classe?
    R: É possível, sim. Eu tirei o meu CCF de 2a. classe com desvio de sépito, colesterol alto, hipermetropia e astigmatismo. Entretanto, vai depender da gravidade do seu problema.

    -se eu possuir o curso pp e tiver mais de 40 horas de voo como o mesmo. posso fazer um curso de especificacão em aeronaves multimotoras ou curso para voo em IFR e assim posteriormente após ter feito esses cursos e estiver abilitado poderei pilotar aeronaves como um learjet ou um por exemplo um fokker 100 ,uma dessas aeronaves big jets no caso de por exemplo :eu possuir um avião a jato e quiser fazer voos por meio de ifr, noturnos e até internacionais ou intercontinentais?
    R: Teoricamente, sim.

    voce poderia me diser se é possivel eu fazer o curso de PP E PC no exterior?
    R:Sim, mas vc vai precisar validar o brevê na ANAC depois, o que não é muito fácil.

    será q há algum pais menos rigoroso que o BRASIL para isso?
    R: A maioria.

    soube q por exemplo nos estados unidos o s exames medicos são diferentes e menos rigorosos q os daqui.
    como por exemplo:
    -primeira classe :piloto de linhas aereas
    -segunda classe:pilotos comerciais
    -terceira classe:privado,planador e ultraleves etc..
    soube q tambem alguns problemas de saude fica por conta das empresas contratantes no caso de piloto comercial.
    R. Desconheço essas particularidades.

  177. Raul Marinho said, on 8 maio, 2010 at 5:04 pm

    Nadinho,

    Vc vai ter que estudar Navegação IFR, Meteorologia, e Regulamentos. Todas estas matérias têm apostilas do Aeroclube de S.Paulo, que foram as que eu usei e recomendo. Vc pode comprá-las por telefone ou e-mail. Acesse a página do ASP para obter o telefone ou e-mail de lá: http://www.aeroclubesp.com.br/

    E qdo vier para SPaulo, me procure!

    Abs e boa sorte,

    Raul

  178. nadinho said, on 8 maio, 2010 at 5:15 pm

    Novamente volto a te agradecer amigao , quando for a

  179. nadinho said, on 8 maio, 2010 at 5:16 pm

    Novamente volto a te agradecer amigao , quando for a SP vou a sua procura muito obrigado

  180. Samuel Lucas said, on 8 maio, 2010 at 10:42 pm

    Com qual tipo de combustível as aeronaves são abastecidas??

  181. jones said, on 9 maio, 2010 at 12:31 am

    olá mais uma vez sr Raul.
    sou do ABC gd São paulo.
    mas com certeza te procurarei qm sabe não faremos um voo de incentivo(rsrs,pra mim é claro)
    fico muio grato pelas explicacões detalhadas me tirou muitas duvidas.
    muitissimo obrigado e espero ve lo em breve.
    vou comprar as apostilas e comecar a estudar .
    até mais sr raul (marinho?)poxa vc deve ser meu parente (Jones Marinho)rsrs
    forte abraco amigão e td de bom.

  182. Raul Marinho said, on 10 maio, 2010 at 8:48 am

    Ok, “primo”!
    Abs

  183. Raul Marinho said, on 10 maio, 2010 at 8:49 am

    AVGas ou Jet-A1

  184. Raul Marinho said, on 10 maio, 2010 at 8:49 am

    Ok Nadinho, será um prazer!

  185. Tales said, on 11 maio, 2010 at 3:06 pm

    Opa obrigado pela resposta Raul!

    Fiz minha primeira aula prática num paulistinha em Birigui… enfim é fantástico poder voar! Agora devo começar a estudar para o teórico… bem entra outra dúvida, devo comprar livros recomendados ou posso comprar o DVD da E Fly? dizem que é um material completo! Aproveitando qual é o custo p/ PC de aviao, fora as horas de voo pratica?

    Abraços e bons voos!

  186. Raul Marinho said, on 11 maio, 2010 at 3:18 pm

    Tales,

    Eu estudei pelos livros e apostilas do ASP, não conheço o material da e-Fly… Em todo caso, se eu fosse vc, faria o curso presencial, inclusive o do PP, que não é obrigatório. O custo do PC, fora a parte prática, é o seguinte:
    -Exame médico para obter o CCF de 1a classe: cerca de R$400,00
    -Curso de PC (presencial obrigatório): entre R$1,5mil e R$2mil.
    -Inscrição na banca online: R$250,00
    -Taxas e honorários de despachante para o cheque: cerca de R$500,00
    Total: perto de R$3mil.

  187. jones said, on 15 maio, 2010 at 7:47 pm

    OLÁ mais uma vez amigão.
    Gostaria de saber onde é o melhor lugar para eu fazer o exame ccf de segunda classe.
    -NO HASP ou no Inst.DEDALO em SP tambem.ambos para o de segunda classe
    quais desses vc me recomenda?
    se vc possuir um e-mail ou uma pagina no orkut poderia me passar?
    desde já muito obrigado e bons ventos amigão.abraco.
    JONES MARINHO

  188. Raul Marinho said, on 16 maio, 2010 at 9:51 am

    Jones,

    Eu fiz o meu no Instituto Dedalo. É rápido, dá para agendar na véspera, e só reprova se vc tiver algo verdadeiramente grave. A desvantagem é que vc tem que levar todos os exames, que te custarão uns R$1mil se vc não tiver plano de saúde.
    Meu e-mail: raulmarinho@yahoo.com

    Abs,

    Raul

  189. jones said, on 16 maio, 2010 at 9:43 pm

    Muito obrigado.
    gd abraco. JONES

  190. Samuel Lucas said, on 18 maio, 2010 at 8:22 pm

    Por favor, me tira outra das muias dúvidas…

    A frequência do ATC para a aeronave, é VHF ou UHF?

    TKS!🙂

  191. Raul Marinho said, on 19 maio, 2010 at 12:23 pm

    vhf

  192. Moises said, on 22 maio, 2010 at 11:31 am

    Ola Raul ,tenho trinta e oito anos e estou pensando em ser piloto ,quero vender uma casa para fazer todo o curso pp e pc ,mais tenho medo de não conseguir emprego na area ai fico com o curso e sem emprego ,sera que compença investir mais de 50,000,00
    para ser piloto moro em campo grande ms.

  193. Raul Marinho said, on 24 maio, 2010 at 9:15 am

    Moisés,

    Eu faria a seguinte análise:

    Quanto pode te render uma casa de R$50mil? Um aluguel de R$300, R$400 por mês?
    E quanto vc acha que pode ganhar como piloto?

    Vale a pena ou não?

  194. jones said, on 25 maio, 2010 at 12:24 pm

    OLÁ prezado amigo RAUL.tudo bem?
    Amigo eu tenho umas perguntas e adoraria se vc soubesse arespeito.
    -se eu possuir a liçenca de pp e for proprietario de uma aeronave do tipo ex militar
    como por exemplo uma TS 11 ISKRA ou uma BAC 167 STRIKEMASTER eu posso realizar voo?não acrobaticos mas por passeio ou hobby?
    no caso será q eu tenho q possuir um determinado curso como por exemplo piloto de rcreio ou piloto de acrobacias basicas?
    Me diga se souber.por que essas aeronaves estão tão baratas em media 50 000 dolar?é claro não é qualquer um que possue essa grana pra comprar um avião sómente por lazer.
    Será q elas custam esse preco devido ao ano de fabricacão?
    será que há muitos gastos ?e o q eu devo fazer pra comprar uma aeronave?
    Más em aspecto particular.
    -É possivel eu realizar voo em teto maximo nesse tipo de aeronave?mesmo como pp ?
    agradeco por qualquer informacão q estiver ao seu alcance.
    forte abraco amigo RAUL e OTIMOS E ABENCOADOS VENTOS EM SUA VIDA.
    GOD BLESS YOU.

  195. Raul Marinho said, on 25 maio, 2010 at 2:13 pm

    Jones,

    É complicado explicar todos os detalhes, mas resumindo, é inviável comprar um avião desses para uso no Brasil – o máximo que dá para fazer é comprar e deixar estocado num galpão para visitação (tipo um museu, como o da TAM em São Carlos). Vc vai gastar uma fortuna para conseguir um certificado de aeronavegabilidade para um avião desses, certamente muitas vezes mais do que vc vai pagar pela aeronave em si. Depois, onde vc vai fazer a manutenção e as revisões? Dificilmente vc vai conseguir fazer isso no Brasil, e como são equipamentos muito antigos, a manutenção é muito frequente (a cada 20, 50 horas no máximo). Aí, só o traslado já gasta todas as horas de utilização da aeronave, e então vc teria que desmontar e encaixotar tudo para mandar para fora e receber de volta… Percebe como não dá certo?
    Mas suponhamos que vc consiga ter uma máquina dessas em condições de voo no Brasil. Vc conseguiu uma seguradora que aceita fazer o seguro (outra coisa impossível na prática), uma oficina homologada pela ANAC para atestar que o avião está em condições de voo (pode esquecer), está tudo certo. Nesse caso, em tese, com uma carteira de PP vc poderia pilotá-la. O problema é que esse tipo de aeronave requer “habilitação de tipo”, o que significa que um checador credenciado pela ANAC, perito nesse equipamento, vai voar com vc para ver se vc está apto a pilotá-la. Como esse profissional não existe, vc vai ter que mandá-lo para a Polônia fazer o treinamento no ISKRA da Força Aérea polonesa para, aí sim, poder te checar (supondo que vc teve instrução na aeronave por lá, uma vez que vc também não vai encontrar instrutor de ISKRA no Brasil). Então, como vc deve ter percebido, a habilitação para pilotar um ISKRA vai sair bem mais que US$50mil… Ou seja: não é viável.
    A única boa notícia é quanto ao “teto máximo”. Não há nenhuma restrição de altitude para um PP: se o avião for pressurizado ou se vc tiver seu próprio oxigênio, pode subir até onde seu avião conseguir…

  196. Samuel Lucas said, on 25 maio, 2010 at 2:17 pm

    Poderia me dizer o significado da sigla “DME” e pra que serve?

    Valeu aí por tudo!

  197. jones said, on 25 maio, 2010 at 4:16 pm

    Olá sr Raul.
    mais uma vez agradeco todas informações que vc me deu.
    muitissimo obrigado.
    É realmente complicado e por isso muito incomun.vc não ve uma aeronave dessas por ai com civis.
    por isso perguntei a voce pois é a melhor pessoa pra me exclarecer.
    mais uma vez agradeco muito.OBRIGADO e um gde ABRACO.

  198. Raul Marinho said, on 25 maio, 2010 at 5:43 pm

    Jones,

    Não tem muita coisa em aviação que alguém já não tenha pensado… Ou vc acha que só vc acha bacana voar com um caça da década de 1950 por U$50mil? Neguinho num gasta US$500mil para voar num Cirrus (monomotor a hélice, motor a explosão) à toa, mas porque sabe que tudo funciona: manutenção, seguro, homologações; que os custos ficarão dentro de certos limites; que é possível recuperar o investimento com facilidade, etc.
    Nos EUA, até tem gente voando com coisa parecida, mas é aviador com muita grana, e lá tem uma certa escala e um monte de facilidades que aqui não tem. Por outro lado, se vc quiser comprar um Cessna ou um Piper usadinho (anos 1960/70), vc ainda acha bons negócios. O mercado ainda não está totalmente recuperado da crise financeira global, e dá para comprar avião “voável” por US$50mil.

  199. jones said, on 26 maio, 2010 at 7:00 am

    OLÁ mais uma vez AMIGO!
    bem vc tem razão!
    eu vejo sempre uns bons negocios por ae!
    como por exemplo já achei um cessna bimotor 310k por uss -45 000 35 000
    um learjet 24 por uss-58 000 e um 25e ou d ´por 80 ,90 ,mil uss
    cessna 172,152 por uma faixa de 25 000 uss CLARO AMBOS ANTIGUINHOS
    achei até boeing 727 e 737 por menos de um milhão mas ai é outro assunto
    claro como essas aeronaves pequenas que eu citei são mais populares por aqui creio q seja mais viavel pra uso civil.e como há muitos aparelhos da marca CESSNA e BOMBARDIER LEARJET por aqui .
    No meu leigo ponto de vista acho q dá certo não é?
    bem mas em todo caso.
    fico muito grato e feliz pelo seu exclarcimento mais uma vez!
    bem espero vender muitos discos e fazer muitos shows por ae afora e conseguir uma grana pra comprar um ¨bitelo¨desses.(risos)
    obrigado campeão e tudo de bom!
    DEUS O ABENCOE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  200. Ivan Sabino said, on 26 maio, 2010 at 9:32 pm

    Olá Raul eu moro em São Simão-SP região de Ribeirão Preto,desde criança sempre sonhei em ser piloto mas sou pobre e sempre soube que é caro mas conversando com um amigo meu ele me falou de um amigo que dá aula de planador e que eu posso fazer é aula de planador que é mais acessivel e depois entrar numa escola normal de aviação depois de formado trabalhar passando veneno em canaviais e alem das horas adiquirida em serviço eu também faço aulas particulares para adiquirir horas de vôo sendo assim fica mais facil intão eu peço encarecidamente que me envie e-mail me orientando e se tiver idéias melhores ainda e também tenho um carro gol que posso refinanciar ele para ajudar pagar as aulas se preferir me ligar meu celular é 16 92480185 ou 16 92294523 é que eu tenho 2 ships e no momento eu estou usando o 16 92480185 Raul eu agradeço desde já e quem sabe eu faço aulas com você

  201. Raul Marinho said, on 28 maio, 2010 at 9:14 am

    Ivan,

    Primeiro, deixe eu esclarecer alguns pontos do teu texto:
    -Ser pobre não é impedimento para ser piloto. O Rolim, por exemplo, era mais pobre que vc (nem Gol para refinanciar tinha), e virou magnata da aviação. O que vc não pode é ter problemas “graves” de saúde (ex.: diabetes, asma, daltonismo, epilepsia), ser burro, ter medo de altura… Mas falta de dinheiro é contornável.
    -Pilotar planadores é, de fato, uma estratégia para baratear o custo do curso de PP, e uma boa porta de entrada para a aviação. Por sinal, acabou de ser lançado um programa de bolsas para planadores. Veja isso: http://www.planadores.org.br/
    -“Passar veneno em canavial” – ou seja: ser piloto agrícola – é uma excelente carreira: ganha-se muito bem e é uma atividade em crescimento. Entretanto, para ser piloto agrícola, é preciso antes ser piloto privado e comercial, e fazer um treinamento muito caro. Em resumo: esse é um assunto para vc se preocupar no futuro, daqui a vários anos. Por enquanto, preocupe-se com outras coisas.
    -Eu não sou instrutor, sou piloto privado em treinamento para me tornar piloto comercial. Vou te orientar no que eu conheço, mas é bom vc procurar se enturmar no aeroclube mais perto da tua casa, pois é de lá que sairão as boas dicas para a tua carreira.

    Agora, a orientação propriamente dita:
    -Antes de qualquer coisa, faça o exame de saúde, pois assim vc fica sabendo se poderá prosseguir com teu sonho de ser piloto ou não. Vá até o aeroclube e peça uma carta de indicação para ser examinado no HASP em São Paulo (é grátis). O exame vai te custar R$350, mais a viagem para São Paulo.
    -Se vc for aprovado, comemore: o caminho está livre! Depois de comemorar, volte para o aeroclube e informe-se sobre o curso teórico. Vc não precisa, necessariamente, frequentar as aulas, basta adquirir alguns livros e estudar por conta. Muitos aeroclubes oferecem bolsas, e o curso em si não é tão caro assim. Mas é importante estar aprovado no curso teórico para prosseguir. Vc vai gastar uns R$300 em livros e R$250 para fazer a prova da ANAC, mais uns R$1.500 se vc fizer o curso presencial (que, repito, não é obrigatório).
    -Agora, sim, é hora de se preocupar com voar. Vc pode começar pelo planador, ou descolar algum esquema em algum aeroclube (ex.: vc ajuda na oficina em troca de horas de voo). A ANAC oferece bolsas e entidades privadas também, mas isso é coisa para vc se preocupar depois de aprovado nos exames físico e teórico, portanto preocupe-se só com essas duas coisas nesse momento. Quando isso acontecer, volte a entrar em contato que eu te passo novas dicas.

    É isso, meu jovem! Abraços e boa sorte!

    PS: Outra alternativa é ingressar na carreira militar (AFA, AMAN ou Escola Naval), formar-se aviador militar e, depois, pedir desligamento (só pode após um certo período, acho que de 7 anos) e seguir a carreira privada. É a opção mais difícil e longa, porém sem nenhum custo para vc.

  202. CLESIO said, on 28 maio, 2010 at 1:38 pm

    Boa tarde Sr. Raul! venho por alguns dias acompanhando as pergundas dos caros amigo e suas respostas, no entanto gostaria de lhe fazer uma pergunta, talves vc já tenha respondido a alguem e eu não prestei atenção….mas vamos lá, quanto tempo em media leva para obter o PP, e e depois o PC, e a pós isso já conssigo seguir carreira como piloto profissional(recebendo remuneração pelos serviços). e como vc avalia hj a questão de empregabilidade de pilotos novatos?? qual a aceitação no mercado de trabalho hj…vc tem alguma ideia??? desde já fico imensamente agradecido pela atenção.

  203. Raul Marinho said, on 28 maio, 2010 at 3:08 pm

    Clésio,

    Em média, leva-se cerca de 2 anos para concluir o PP+PC, e após isso vc pode trabalhar como piloto sim (ganhando, é óbvio). A empregabilidade de novatos (com menos de 500 horas) é um pouco difícil, mas não impossível. A maioria vai pela linha do táxi aéreo ou da instrução, em ambos os casos ganhando muito pouco (R$1.500, em média). Mas depois das 500 horas, a coisa muda bastante, e as novas companhias (Azul, Trip, regionais) estão contratando de baciada. Um copila dessas cias. ganha cerca de R$6mil, e o comandante (após 1500 horas) uns R$10-12mil. O mercado está aquecido e melhorando, e as perspectivas são muito boas.

  204. Samuel Lucas said, on 29 maio, 2010 at 10:02 pm

    Raul,

    Em relação ao tempo de promoção dentro de uma empresa aérea, em quanto tempo um copila pode assumir o comando de uma aeronave e como isso pode ocorrer?

    Obrigado.

  205. Raul Marinho said, on 30 maio, 2010 at 10:18 am

    Samuel,

    Essa é uma pergunta de difícil resposta, mas generalizando e simplificando ao extremo, diria que um copila nunca é promovido antes de 2 anos, e frequentemente isso nunca acontece, mesmo no caso do aviador ter a carteira de PLA. Comandar uma aeronave de US$200milhões que leva 400 pessoas à bordo não é coisa para qualquer um, tem que ter um perfil muito especial, que mesmo após 10mil horas de voo e o melhor treinamento do mundo, às vezes não se co nsegue atingir. De qualquer maneira, essa promoção ocorre após análise dos relatos dos comandantes que trabalharam junto com o copila, do histórico do sujeito na companhia, e é lógico, depois dele estar com a carteira de PLA em mãos.

  206. Samuel Lucas said, on 31 maio, 2010 at 1:11 pm

    Raul, muito obrigado pela resposta. Vou lhe contar os meus planos: Pretendo voar para a TAM Linhas Aéreas como copila (é obvio), e o meu objetivo principal é comandar um Airbus A340-500 da TAM. Queria saber quais são as chances de isso acontecer e também gostaria de saber se em uma empresa aérea, como a TAM, o piloto pode escolher qual aeronave deseja pilotar. Muito obrigado, Deus te abençoe muito, e bons vôos!🙂

  207. Raul Marinho said, on 31 maio, 2010 at 10:10 pm

    Samuel,

    Suas chances, a priori, são ótimas!
    Vá em frente!

  208. jones said, on 1 junho, 2010 at 1:29 am

    OLÁ AMIGO RAUL.
    Gostaria de saber se vc pode me sanar algumas duvidas.
    como eu faco pra me tornar um piloto acrobatico?
    sei q tenho que possuir uma licenca de PILOTO de RECREIO está correto?
    no caso se eu possuir uma licenca de piloto DESPORTIVO CPD.Posso fazer o curso de piloto acrobatico?
    sei que pra checar o aluno deve ter de umas 10 a 15 horas em media.Não sei exatamente com quantas horas posso fazer o de PR(CPR)
    agradeco por qualquer informacão a respeito.
    muito obrigado e grande abraco.

  209. Raul Marinho said, on 1 junho, 2010 at 9:14 am

    Jones,

    Infelizmente, não posso te ajudar quanto a isso. Desconheço a regulamentação para aviação desportiva, acrobática ou de recreio (não está no RBHA61).

  210. jones said, on 1 junho, 2010 at 12:24 pm

    Mesmo assim .
    Agradeco muito.
    OBRIGADO e tudo de bom !
    abraco.

  211. ARISTOTELES NASCIMENTO said, on 1 junho, 2010 at 3:20 pm

    sou motorista de carreta (cegonheiro especificamente) economizando en certas contas nao e dificil pra pagar o breve o pouco tempo parado em minha cidade . anapolis go. pode ser um impecilho.. por isso eu pergunto e possivel tirar breve aos poucos uma aula em uma semna .. um teste em outra ::

  212. Raul Marinho said, on 1 junho, 2010 at 4:20 pm

    Aristóteles,

    Isso é perfeitamente possível, sim – diria até que é o mais comum. Vá em frente e boa sorte!

  213. Bruno said, on 4 junho, 2010 at 9:29 am

    Olá,
    Gostaria de saber se para tirar a Careira de PC é obrigatório ter o PP “Checado”. Pelo que eu andei lendo no RBHA-61 não é necessário nem ter o PP, já seria possível começar direto no PC. É verdade isso?..Obrigado

  214. Raul Marinho said, on 4 junho, 2010 at 10:13 am

    Bruno,

    Sem checar o PP, vc não tem como lançar horas de voo como piloto em comando, logo fica impossível checar o PC sem ter o PP previamente checado, por mais que o RBHA-61 realmente não seja explícito quanto à necessidade de checar o PP para tirar o PC. Sacou?

  215. Bruno said, on 4 junho, 2010 at 12:03 pm

    Valeu Raul…

    Muito obrigado!

    Abração.

  216. Bruno said, on 9 junho, 2010 at 11:46 am

    Bom dia Raul !

    Tenho outra dúvida: alguns amigos me falaram que para eu fazer a prova teórica de PC eu preciso ter o PP checado.
    Essa informação é verdadeira ou eu posso fazer a prova teórica de PC sem ter checado o PP?
    Procurei novamente no RBHA-61e não encontrei nada a respeito.
    Abraço,
    Bruno.

  217. Raul Marinho said, on 9 junho, 2010 at 11:58 am

    Bruno,

    Para fazer a banca on-line de PC, vc precisa de:
    1)Estar com o PP checado;
    2)Ter concluído, com aproveitamento (frequência maior que 70% e nota final 7,0 ou mais em todas as disciplinas), o curso presencial de PC em escola homologada; e
    3)Estar com todas estas informações corretamente inseridas no sistema da ANAC – o que não é tão simples como pode parecer, pois a aprovação no curso presencial é feita manualmente, e é preciso muuuuuuita paciência para convencer o funcionário da ANAC a colocar a informação no sistema
    Como vc deve ter percebido, nada é muito simples na aviação…

  218. jones said, on 17 junho, 2010 at 4:37 pm

    olá amigo RAUL.
    mais uma vez venho com minhas curiosidades a respeito da aviacão!
    gostaria de saber se é seguro possuir uma aeronave antiga da década de 60 expecificamente um learjet 23?
    -ha possibilidades de eu comprar uma aeronave dessas em outro país e trazer para o BRASIL?
    -nesse caso o que eu deveria fazer em relacão a homologacão manutencão e documentacão etc.?
    obrigado!e gd abraco!

  219. andrews gustavo oliveira said, on 23 junho, 2010 at 6:09 pm

    gostaria de saber se por meio de algum meio legal eu poderia conseguir tirar minha cht antes de completar a maior idade ou no minimo a partir de quantos anos posso começar o processo de obtençao, desde ja obrigado.

  220. Raul Marinho said, on 23 junho, 2010 at 7:30 pm

    Andrews,

    Dá para iniciar o processo de obtenção da CHT com a idade que vc quiser. Estude Matemática, Geografia, Física, no colégio. Depois da aula, faça horas extras com Teoria de Voo (que é Física Aplicada), Navegação (Geografia e Matemática), Meteorologia (Física e Química), Regulamentos (Direito rudimentar), e Conhecimentos Técnicos (Mecânica). E, após os 18, faça as horas de voo, a prova da ANAC, e cheque antes dos 19.

  221. philippe said, on 26 junho, 2010 at 4:14 pm

    voce sabe me diser que quem tem 6 ggraus de miupia e de astiguimatismo pode pilota heliecoptero ou avião?

  222. Raul Marinho said, on 26 junho, 2010 at 7:12 pm

    Seis graus de miopia e astigmastismo não são problemas sérios. Na pior hipótese, opere.

    Agora… Na bola… Dê uma melhorada nesse seu português, que desse jeito vc não passa no teste de proficiência linguística (de Português).

  223. Daniel Moretto said, on 29 junho, 2010 at 5:07 pm

    Boa tarde Raul meu nome é Daniel tenho 29 anos e vou começar a fazer o curso teórico de PP em agosto no aeroclube de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, gostaria de você me esclarecesse uma coisa, gostaria de fazer o curso de helicóptero, porem na cidade de Ribeirão só tem de avião, o mais próximo que eu achei de helicóptero é Campinas que fica umas 2 horas e meia de onde moro, e não tem ônibus escolar que leva todos os dias, e de carro ficaria muito mais caro, sendo assim fiquei em duvida em fazer o PP e o PC de avião e mais todas as horas de voo obrigatórias e depois procuro um emprego na área, e com o que ganhar vou atrás de fazer o de helicóptero ou fazer o curso de helicóptero de final de semana no aeroclube de Campinas, coisa que demoraria mais tempo, mas estaria indo direto para o curso que eu gostaria de fazer…na sua opinião vou levar algum tipo de desvantagem em fazer primeiro o curso de PP e PC em avião e depois ir atrás do de helicóptero ou no final vai sair na mesma, em relação a investimento financeiro, meu objetivo é ser piloto de helicóptero e trabalhar nesse área.. Se fosse você o que você faria??? E em relação a valores ambos os cursos já com as horas de voo para eu conseguir entrar no mercado, quanto você acha que preciso investir em mim. Obrigadão Raul são pessoas como você que nos orientam e nos dão mais força de conseguir nossos sonhos.

  224. Raul Marinho said, on 29 junho, 2010 at 7:59 pm

    Daniel,

    Eu também quero ir para a asa móvel, e moro em frente ao Campo de Marte, onde existem 6 escolas de pilotagem de helicóptero. E decidi fazer o curso de avião em primeiro lugar, exatamente o caminho que vc está querendo seguir. Vou te explicar por que:

    1-Se vc tirar o seu PC em aviões e tiver 200h de voo (em avião), sua necessidade de horas de voo em helicóptero cai de 100 para 60, e 40 horas de voo em helicóptero (a economia que vc faz) é da ordem de R$30mil. Vc vai gastar mais ou menos isso para tirar o seu PC/Avião, mas pelo menos vc sai com 2 carteiras ao invés de uma, né? Além disso, vc já vai estar habilitado a voar por instrumentos no avião, o que facilita a obtenção do IFR-H.

    2-Como a maioria dos helicópteros são operados por apenas um piloto, os operadores não costumam contratar pilotos com menos de 500 horas (mesmo porque a maioria das seguradoras não aceitam apólices de equipamentos operados por pilotos com poucas horas). Resumindo: o piloto de helicóptero com poucas horas não consegue pilotar mais que 10-15h/mês, e leva uns 3-4 anos para o cara acumular 500 horas e, aí sim, “virar gente”. Por isso, é bom ser piloto de avião nesse momento, pois na asa fixa é possível trabalhar como copila e ganhar buns trocados enquanto não se consegue experiência na asa móvel.

  225. SILAS said, on 7 julho, 2010 at 6:50 am

    POR GENTILEZA RAUL NÃO SEI NADA SOBRE AVIACÃO MAS PRETENDO ME APROFUNDAR MAIS.
    COMO EU POSSO ME TORNAR PILOTO DE HELICOPTERO PASSO A PASSO E QUANTO EU VOU GASTAR PARA ME TORNAR PILOTO PRIVADO DO MESMO?

  226. Raul Marinho said, on 8 julho, 2010 at 9:41 am

    Silas,

    Se sua intenção é somente ser PPH, os passos são:
    1)Tirar CCF de 2a classe
    2)Fazer a prova da ANAC
    3)Realizar as horas de voo

    Com tudo, vc vai gastar uns R$30mil mais ou menos.

  227. Miguel Alves said, on 9 julho, 2010 at 10:11 pm

    Olá! Estou pensando em fazer Eng Aeronáutica no ITA (estudando para o vestibular).
    Sendo formado em Eng Aeronáutica quais as possibilidades para ser piloto?
    O caminho seria facilitado?

    Obrigado!

  228. Raul Marinho said, on 10 julho, 2010 at 11:33 am

    Miguel,

    Uma formação em Engenharia Aeronáutica no ITA pode lhe abrir portas para que vc venha a ser Piloto de Ensaios em Voo, que é a qualificação mais alta que um piloto pode ter. Porém, se sua intenção for ser Piloto Comercial ou de Linhas Aérea, essa formação seria um tiro de canhão para matar formiga.

  229. amilton said, on 13 julho, 2010 at 6:49 pm

    ola amigao que habilitacao preciso para pilotar esses avioes bi motor.,, e qnt custa esse tipo de breve,, aki em minha cidade tem bastante bfazendeiros e acho que da pra trabalhar com eles abraocccssss

  230. Raul Marinho said, on 13 julho, 2010 at 8:09 pm

    Depende do bimotor… Se for um Seneca, até PP pilota. Ja um Airbus, só PLA.

  231. Giuliano Magno said, on 3 agosto, 2010 at 2:57 pm

    Raul, Quanto eu vou gastar se para ser um PLA?
    Eu posso entra em uma escola com 17 anos?
    Obrigado…

  232. Giuliano Magno said, on 3 agosto, 2010 at 3:15 pm

    Raul, mais uma coisa…. E se eu fazer todos cursos + horas de voo e ser reprovado pela anac? Eu posso fazer denovo a prova? É muito dificil?

    E o CCF de 1°classe… É raro passar?
    Brigado

  233. Raul Marinho said, on 3 agosto, 2010 at 3:36 pm

    Giuliano,

    1)Para chegar a PC, vc vai gastar entre R$30mil e R$50mil, dependendo de onde vc voar e das carteiras que desejar obter (com ou sem IFR e multimotor). Depois do PC, até o PLA, os custos são do seu empregador.

    2)Vc pode entrar na escola teórica com 17 anos, mas voar só depois dos 18.

    3)Vc pode repetir as provas na ANAC indefinidamente, esse vai ser o menor dos teus problemas. A prova não é muito difícil, mas tem que estudar um pouco.

    4)Não é raro passar no exame de CCF de 1a classe, mas o candidato não pode ter certas doenças incapacitantes para a aviação, como epilepsia, diabetes, cardiopatias, problemas de audição ou muito graves de visão, etc.

  234. Marcelo suzuki said, on 9 agosto, 2010 at 7:53 am

    Oi Raul… Tudo bem?
    To com uma duvida!
    Depois q eu tirar o pp e tiver
    feito o teorico do pc é possivel
    eu trabalha sem ser remunerado
    só para ter horas de voo?
    Mais uma vez MUITO OBRIGADO.

  235. Raul Marinho said, on 9 agosto, 2010 at 8:32 am

    Marcelo,

    Depois de checar o PP, vc mal terá condições de sair sozinho com o avião… Não tente pegar atalhos, faça a sua formação da maneira correta e trabalhe feliz. Aviação é coisa séria e perigosa, não invente armadilha para morrer cedo.

  236. Marcelo suzuki said, on 9 agosto, 2010 at 11:05 am

    Ok Raul, muito obrigado…
    Gosto das suas respostas porque
    sao sinceras. kkk
    Muito obrigado.
    Abracos.

  237. Marcio said, on 10 agosto, 2010 at 7:52 am

    Fala Raul é o Marcio do forum contato radar tudo bem ???

    Como estão as aulas de PC, vou começar ou meu PP agora no dia 23/08 no Aeroclube …

    Vc esta por lá sempre ???

    Abs

  238. Raul Marinho said, on 10 agosto, 2010 at 8:55 am

    Márcio,

    Eu estou voando no Aeroclube de Campinas e na EJ porque no ASP não há acft multimotora (incrível isso, não!?)… Mas volta e meia estou por lá, mesmo porque é ao lado da minha casa e tenho muitos amigos lá.

  239. Marcio said, on 10 agosto, 2010 at 2:46 pm

    Vc ja terminou o teorico do PC ???

    Qual valor da horas na EJ e Aeroclube de Campinas ??? Quais aeronaves.. ????

  240. Raul Marinho said, on 10 agosto, 2010 at 3:37 pm

    Terminei o teórico no ano passado, no ASP. Comecei a fazer minhas horas VFR no ACC voando o Guri ($240/h), mas as 2 acfts de lá pararam para a overhaul, e ninguém sabe como fazer a revisão (o fabricante faliu antes que a 1a acft tivesse que fazê-la). Aí, passei a voar Cessna-152 ($270/h) em Campinas, mas como toda a galera dos Guri foi para o único C-152 do ACC, acabou ficando complicado navegar com essa acft. Por isso, estou terminando minhas horas visuais na EJ, voando C-152 ($330/h), e depois volto para o ACC para fazer o IFR no Corisco ($370/h) e o multi no Comanche ($750/h).

  241. Alberto said, on 12 agosto, 2010 at 11:20 pm

    Olá Raul estou como uma duvida. vou iniciar as aulas práticas para PPA, como sao as primeiras aulas? direto na aeronave? ou inicialmente em sala para depois ter aulas praticas?. Outra coisa vc informou que pra obter a CHT e necessario 1 hora de voo noturno e no aeroclube que vou frequentar nao fui informado desta hora para voo noturno, poderia me esclarecer estas duvidas ? Agradeço!

  242. Raul Marinho said, on 13 agosto, 2010 at 8:57 am

    Alberto,

    Na parte prática, a 1a aula é o “ground school”, que como o nome sugere é no chão. Nessa oportunidade, vc estuda os aspectos técnicos da acft que vc vai voar, as velocidades, os cheques, a inspeção pré-voo, etc. Na sequencia ou na 2a aula, vc já sai para voar, vc na esquerda e o instrutor na direita. Logo no 1o voo, vc já decola, sobe, desce, nivela, faz curvas etc; só não pousa, que é uma manobra que vc vai começar a treinar lá pela 5a ou 6a aula.
    O voo noturno não é obrigatório, mas é bom que vc o faça, especialmente se vc for fazer o PC na seqüência. Na verdade, são dois voos com 2 pousos, que no meu caso duraram 1,2h – pode durar um pouco mais ou um pouco menos, de acordo com o AD. Se vc não fizer o voo noturno no PP, quando vc fizer o PC, que requer 5h de voo noturno, vc vai ter que faze-lo previamente (o que também não é nada demais), mas pelo menos aqui em SPaulo, a maioria faz o voo noturno no PP. Se o AD do seu aeroclube não for homologado para voos noturnos, pode ser um transtorno, aí é melhor deixar o voo noturno para depois.
    Abs + bons voos

  243. Alberto said, on 13 agosto, 2010 at 12:24 pm

    Raul, Grato pelas informações!
    Sou do Rio de Janeiro, mas como moro em Rondonia terei que fazer as aulas no aeroclube em Porto velho/RO, quando eu estiver em férias posso fazer aulas em algum aeroclube lá do Rio? ou necessariamente devo fazer todas as aulas no aeroclube de RO? Por acaso vc conhece algum site ou forum para obter informações de um determinado aeroclube? já que não possuo nenhuma informação a respeito no que irei frequentar.
    Agradeço mais uma vez pela atenção!
    Alberto!

  244. Antônio said, on 15 agosto, 2010 at 3:41 pm

    o q tenho q fazer pra trabalhar em aviões para pulverização em lavouras?
    pretendo tirar o brevê e trabalhar nesse tipo de aeronave.
    Resumo bastante explicativo, obrigado por me fazer entender algumas coisas…

  245. Raul Marinho said, on 15 agosto, 2010 at 4:09 pm

    Alberto,

    Vc pode se transferir de um aeroclube para outro, sim – inclusive, eu fiz isso. Mantenha sua CIV em dia e faça amizades na secretaria, que vc vai precisar de alguns documentos quando vc realizar a mudança. Vão te falar que é complicado, que não pode, etc, mas não caia nessa: pode, é simples, e não atrapalha a instrução desde que vc não mude de acft. Se mudar, vc vai ter que fazer uma adaptação, mas não é nada demais também, e é até bom, pois vc aprende a pilotar acfts diferentes.
    Sobre o forum, eu costumo acessar o “Contato Radar”: http://forum.contatoradar.com.br . Depois de se registrar, acesse esse tópico aqui: http://forum.contatoradar.com.br/index.php?showtopic=51968

    Abs,

  246. Raul Marinho said, on 15 agosto, 2010 at 4:23 pm

    Antônio,

    Depois de checar o PC (que nem precisa ser IFR e/ou Multi, pode ser o PC-VFR mesmo), vc terá que fazer o curso de piloto agrícola, e ter a seguinte experiência (informações do RBHA61):
    “haver completado 400 horas de vôo, das quais no mínimo 200 horas devem ter sido realizadas na
    categoria de aeronave para a qual é solicitada a habilitação, sendo pelo menos 100 horas como piloto em
    comando.”
    Ah, e é recomendável realizar sua instrução em acft com trem de pouso convencional, já que as acfts agrícolas são configuradas desta forma.
    No mais, essa é uma das áreas da aviação que mais crescem, que tem mais futuro, e que trazem maior rentabilidade para os pilotos – embora também seja muito perigosa e insalubre.

  247. Samuel Jr said, on 16 agosto, 2010 at 7:33 pm

    Boa noite Raul !

    Quero parabenizá-lo pela seriedade do blog e sua disposição em responder a todos !!

    Segue minha história: Tenho 39 anos, sou casado, formado como eng. eletrônico, trabalho numa multi e tenho um salário relativamente bom…Até aí tudo bem, não fosse o fato de que estou infeliz com o que faço há muito tempo…cansei de clientes, palestras, etc…Tenho um fantasma que ronda minha cabeça todos os dias e que tem tirado meu sono: Penso a cada segundo se devo mudar minha carreira e ir para a aviação executiva (sei que na comercial não tenho mais espaço), porém o MEDO de mudar é muito grande pois já não posso mais correr grandes riscos em minha vida, principalmente pelo meu casamento…Ano passado tirei meu PP e realizei o sonho de voar…e parei por aí…Gostaria de uma opinião sincera como você vê a mudança após os 40 para ingressar na aviação executiva, afinal terei que fazer um bom investimento (em $$ e tempo) e me preocupo seriamente se novamente não estou fazendo uma escolha tardia demais (e errada) na minha vida…Também gostaria de saber qual a remuneração de um piloto executivo em início de carreira ?

    Um grande abraço e sucesso sempre !!

  248. Raul Marinho said, on 17 agosto, 2010 at 7:18 pm

    Samuel,

    Minha situação era muito parecida com a sua quando comecei minha caminhada na aviação, e posso te falar que, cada dia que passa, fico mais arrependido… Por não ter feito isso antes!!! Cara, vai em frente, e considere que se a carreira na aviação traz riscos, a sua carreira atual também os traz. A maior diferença é que vc acha que conhece os riscos atuais, mas isso é ilusão (e estou falando de cátedra, não em tese). Mas vamos às suas dúvidas específicas:

    Gostaria de uma opinião sincera como você vê a mudança após os 40 para ingressar na aviação executiva, afinal terei que fazer um bom investimento (em $$ e tempo) e me preocupo seriamente se novamente não estou fazendo uma escolha tardia demais (e errada) na minha vida…
    A executiva favorece os “silver head”. Para um proprietário de aeronave, faz muito mais sentido contratar um 40então do que um moleque que, daqui a pouco, vai mandar o currículo para a TAM e deixar o patrão na mão. Além disso, o piloto da executiva faz muito mais do que só pilotar o avião: o cara precisa administrar um ativo de alto valor, e os mais velhos geralmente se saem melhor nisso. Quanto ao investimento no PC, vc vai gastar cerca de R$35-40mil, o que não é barato, mas é o valor de um carro “popular plus”. Não é o fim do mundo. E vc faz o curso em menos de um ano.

    Também gostaria de saber qual a remuneração de um piloto executivo em início de carreira ?
    No início da carreira na aviação vc ganha pouco, mas vc pode arranjar um esquema de fazer um frila na sua profissão atual nessa fase e conjugar mais de uma atividade na aviação. Por exemplo: vc pode voar para um fazendeiro 2 X por mês, dar instrução, fazer uns bicos num táxi aéreo levando encomendas, e fazer uns projetinhos como engenheiro ou pegar umas perícias judiciais. Juntando tudo, vc chega fácil ao seu salário atual.

  249. Samuel said, on 18 agosto, 2010 at 10:25 am

    Muito obrigado Raul por todos os comentários !!

    Realmente foi um grande incentivo para que eu não desista de voar !!! Concordo plenamente contigo que onde estou atualmente também há os riscos inerentes a qualquer profissão !!

    Vou dar uma passada este fim de semana na escola onde chequei o PP para levantar os preços…

    Um grande abraço e bons vôos !!!

  250. Raul Marinho said, on 18 agosto, 2010 at 9:39 pm

    Samuel,

    Dica-bônus: a asa rotativa está com perspectivas ainda melhores. Hoje, um piloto que opera na plataforma de Campos ganha R$12mil líquidos (média), num regime 15×15 (trabalha 15 dias e descansa os outros 15). No pré-sal, provavelmente vai se ganhar o dobro disso. Considerando o que vc se pode faturar como engenheiro free lancer, perito, ou empreendedor nos 15 dias em que não voar, sua renda pode ser maior que a de um diretor de grande multi ou mesmo o presidente de uma média empresa (trabalhando menos, com muito menos aporrinhação, e sem colocar gravata). E para vc tirar o PC de helicóptero já sendo piloto de avião (>200h), é necessário só 60h/voo de helicóptero, que vai te custar cerca de R$40mil, e vc faz em menos de 4 meses.

  251. Demétrio said, on 19 agosto, 2010 at 3:08 pm

    Raul como vai? Gostaria muito de saber,se uma pessoa com tatoagen no braço consegueria atuar na carrera de piloto de avião? Muito obrigado e até logo.

  252. Raul Marinho said, on 19 agosto, 2010 at 9:16 pm

    Demétrio,

    Consegue sim, embora seja recomendável que vc a esconda na medida do possível.

  253. Marcio said, on 23 agosto, 2010 at 5:19 pm

    Boa tarde Raul

    Tudo bem ? Novamente sou eu com as minhas dúvidas, estou providenciando os exames médicos para levar para o Instituto Dedalo para obter a minha CCF 2 Classe, gostaria de saber em relação ao teste ergométrico, eu solicito com o clinico geral e cardiologista, ou posso fazer um academia ???

    Abs

  254. Raul Marinho said, on 23 agosto, 2010 at 6:10 pm

    Márcio,

    Vc pode fazer o teste ergométrico onde vc quiser (laboratório, academia, clínica…), desde que haja um médico assinando o laudo. Nos laboratórios, vc precisa de um pedido médico, que pode ser feito por um profissional de qualquer especialidade (no meu caso, quem pede é minha mulher, que é ginecologista). Se vc tiver um amigo ou parente para fazer o pedido, vale. Se não tiver, ligue para a Anita, no Inst. Dédalo, que ela te arruma. A única coisa que vc não pode fazer é levar esses testes de academia feitos por professores de educação física ou fisioterapeutas.

  255. Roberto said, on 2 setembro, 2010 at 3:58 pm

    Uma pessoa com 37 anos e que queira ingressar no mercado de pilotos está “velho” para tal? As chances de emprego são reais?
    Grato!

  256. Raul Marinho said, on 2 setembro, 2010 at 4:46 pm

    Roberto,

    Existem várias carreiras possíveis na aviação. Vc pode pilotar aviões, helicópteros, atuar na aviação comercial (ex. TAM, Gol, etc), geral (táxi e executiva), dar instrução, atuar em plataformas, e por aí vai. Dentre todas estas opções, somente a aviação comercial é mais restritiva aos “velhos”, e mesmo assim, cada vez mais liberal, em face da falta crescente de pilotos.

  257. Renan said, on 3 setembro, 2010 at 7:03 pm

    boa tarde Raul
    gostaria d saber c eu tirar a habilitaçao pp/pc no aviao tupi eu poderia pilota uma aeronave menor ou vice versa
    obrigado

  258. Raul Marinho said, on 3 setembro, 2010 at 10:03 pm

    Renan,

    Se vc puder pilotar um Tupi (o avião que eu chequei, a propósito), isso significa que vc pode pilotar qualquer monomotor terrestre que não requeira “type rating”, isto é: vc pode pilotar Tupi/Cherokee, Corisco, Cessna 152, 172, 182, 206, Mooney, Boero, Paulistinha, Bonanza, Cirrus etc etc etc. – até um Caravan, está valendo (se não me engano). Do Pilatus para cima é que vc vai precisar de habilitação de “tipo”, mas abaixo desse porte vc só precisa da “classe” e de um groundzinho no modelo. Raciocínio análogo se aplica aos multimotores: se vc checa no Seneca, vc pode pilotar Baron, Diamond DS-42, etc.; mas não pode o King, o Bandeirantes, e muito menos o Citation, o Lear ou um Boeing, Airbus, MD-11… Deu para entender a filosofia do negócio?

  259. Renan said, on 4 setembro, 2010 at 10:20 pm

    Roberto
    deu pa entender sim muito obrigado
    graças a esse blog eu irei participar do curso
    otimo blog vc ajudou muita gente
    ate++++

  260. Raul Marinho said, on 5 setembro, 2010 at 12:53 pm

    Transmitirei os agradecimentos ao Bob.

  261. Rodolfo Jeronimo said, on 10 setembro, 2010 at 5:03 pm

    Olá raul, tudo beleza? deixar aqui meus sinceros parabéns ao Blog. Muito bom mesmo.Com certeza é uam imensa fonte de informações e conhecimento.

    Gostaria de uma ajuda, faço o curso de Ciencias aeronauticas-PUC GOIÁS, ainda n possuo Breve e nem o CCT avião, mas ultimamente minha “empolgação” com helicopteros cresceu bastante. No entanto o PPA é mais barato que o PPH, qual seria sua indicação a min, fazer o PPH teórico e pratico ou fazer PPA teorico e pratico para depois ir para a vida profissional em helicopteros?

    Desde já agradeço
    Abraço e Sucesso…!!!

  262. Raul Marinho said, on 10 setembro, 2010 at 10:43 pm

    Rodolfo,

    E que tal fazer o PPA+PCA, e depois ir para a asa rotativa? Indo por este caminho, vc economiza 40h de helicóptero, e no final vc acaba com as duas carteiras (PCA+PCH) pelo mesmo custo de ter só a PCH – ou quase isso. Faça as contas (estou precificando $200/h para o avião e $700/h para o helicóptero):

    1)Caminho PCA+PCH:
    PCA: 150h x $200/h = $30.000
    PCH para quem é PCA: 60h x $700/h = $42.000
    Total: $72.000

    2)Caminho PCH direto: 100h x $700 = $70.000

  263. Rodolfo Jeronimo said, on 14 setembro, 2010 at 10:37 am

    Raul, mas a partir de 40hrs com o PPH vc já não trabalha remunerado?

  264. Raul Marinho said, on 14 setembro, 2010 at 1:25 pm

    Rodolfo,

    PPH não pode exercer atividade remunerada como piloto sob nenhuma hipótese. Ao menos, legalmente.

  265. Roberto Magalhães said, on 14 setembro, 2010 at 2:14 pm

    Prezado Raul:
    Boa tarde.
    No dia 2 de setembro fiz meu primeiro contato com você, o questionando sobre a minha idade, naquele momento você foi muito direto e eu acho que era o que faltava para eu voltar a transformar esse sonho em uma meta novamente. Há uns anos eu fiz a banca do PPH, passando com facilidade (quando você faz o que gosta, tudo fica fácil), só que foi exatamente quando começou a exigência de eu checar primeiro PPH para depois começar a fazer o PCH. Junto com isso apareceram alguns problemas pessoais, problemas que passaram, mas a vontade de se tornar piloto, não.
    Por isso retomo essa jornada, com a certeza de que conseguirei chegar lá e te manterei sempre informado.
    Muito obrigado pela dica e sempre te pedirei um hep quando eu tiver dúvidas.
    Abraços,
    Roberto

  266. Raul Marinho said, on 14 setembro, 2010 at 3:04 pm

    Roberto,

    De nada, e seja sempre bem vindo!

    Abs e boa sorte

  267. Jessé Santos said, on 22 setembro, 2010 at 3:35 pm

    Caro Raul M., em janeiro de 2011 irei fazer as 40 hrs de PPA em Araraquara, estou muito ansioso e muito preocupado, desde já, com as horas de Vôo de PC, conheces algum proprietário de avião que pode facilitar as coisas? Conheço alguns casos de pilotos que voaram “de graça” apenas para acumular as horas de vôos, é muito difícil conseguir isso?

    Abraços,
    Parabéns pelo Blog,

    Jessé.

  268. Raul Marinho said, on 23 setembro, 2010 at 2:17 pm

    Jessé,

    Isso que você está querendo fazer é ilegal, anti-ético e, principalmente, coloca sua vida em risco. Espero que você reflita sobre essa sua intenção e abandone essa ideia o quanto antes. Desculpe-me pela dureza das palavras, mas isso é o melhor que posso fazer por você.

  269. ISAAC S SILVA said, on 26 setembro, 2010 at 3:59 pm

    Boa tarde! Sou micro empresário, moro no Estado do Amapárae, constatemente à negócios,viajo para outras regiões do nosso vasto Brasil.

    Minha paixão é aeronave! Assim poderei conciliar prazer e trabalho. Há tempos pesquiso sobre aviões em, especial a marca CESSNA 310Q dos anos 70 ou 80.

    Tenho planos de comprar o avão fora do Brasil. O preço em outros paises é mais baixo que os preços praticados aqui no Brasil. Por gentileza Sr.Raul Marinho, me responda:

    Quais os prós e contras na compra de uma aeronave da referida marca, dentro e fora do Brasil?

    Sendo um aeronave bimotor. De que maneira posso tirar minha CHT?
    É possível eu pilotar o CESSNA 310Q durante minhas viajens?

    Em detalhes, voce pode me explicar o processo das despesas referente aquisição da CHT e, qual precisarei?

    Desde já agradeço.

    Que voce seja grandemente abençoado!

  270. Raul Marinho said, on 26 setembro, 2010 at 7:22 pm

    Isaac,

    Eu penso que a sua decisão é das mais acertadas, especialmente por morar num estado como o Amapá, onde as distâncias são sempre gigantescas, e as estradas raras e em péssimo estado. O Cessna 310, por sua vez, é uma excelente aeronave, potente, confiável e fácil de pilotar. Entretanto, se eu fosse vc, consideraria avaliar com mais carinho o Beech Baron e o Piper Seneca, especialmente este último, pelos seguintes motivos:
    1)O 310 é para 4 pessoas, e tanto o Baron quanto o Seneca são para 6;
    2)O 310 não é mais fabricado, ao contrário dos concorrentes;
    3)O 310, é pior em termos comerciais, e nesse aspecto o Seneca é imbatível (ele é uma espécie de Gol do ar).
    Mas voltando às suas dúvidas:
    -Tanto faz comprar sua aeronave no Brasil ou no exterior, vale onde for mais barato – e hoje, os EUA têm os melhores negócios
    -Para pilotar um 310 (ou Baron ou Seneca), basta ter um PP com habilitação para multimotor – ou seja: após o PP normal, vc vai precisar fazer mais 15 horas em multimotor. Seria muito recomendável vc ter habilitação IFR tbém, mas isso não é obrigatório.
    -Vc pode pilotar seu 310 sem problemas, mas não pode ser remunerado enquanto for PP.
    -Em termos de custos, vc vai gastar uns R$15mil para tirar o seu PP normal, e para conseguir a habilitação MLTE (multimotor terrestre), vc vai gastar 15 horas de multimotor em aeroclube, que cobra cerca de R$750/hora (base Campinas), mais o tempo do cheque (cerca de 2 horas). Resumindo: vc vai gastar 17 x R$750 = R$12.750. Se vc já tiver o seu avião, vc vai gastar só a gasolina, as taxas aeroportuárias, e os honorários do instrutor.

  271. ISAAC S SILVA said, on 27 setembro, 2010 at 12:40 pm

    Bom dia!

    Sr. Raul, Obrigado por ter respondido minhas perguntas! Espero que o Senhor possa responder mais algumas:

    Quais as despesas fixas terei, depois de ter comprado um avião Piper seneca?

    Moro na cidade e, tenho uma pequena chácara. Onde poderei colocar, guardar o avião?

    É mais barato deixar o avião no aeroporto da cidade ou, posso fazer uma pista de avião na minha chácara?

    O Piper seneca do ano 70 ou 80. Aguentam viajar de norte a sul do nosso maravilhoso Brasil? Aqui naregião norte chove na maior parte do ano!

    Qual o procedimento pra que eu possa cobrar de um ou outro passageiro, que queiram me acompanhar durante minhas viajens? ou seja posso colocar o avião pra trabalhar? Fazer fretes?

    Fique com Deus.

  272. Raul Marinho said, on 27 setembro, 2010 at 3:53 pm

    Isaac,

    Sobre questões de custos, acesse diretamente o representante da Piper no país: http://www.jpmartins.com.br/home.php

    Sobre vc construir uma pista na sua chácara, eu acho meio complicado. Para começo de conversa, ocupa uma área considerável. O terreno tem que ser perfeitamente plano, e livre de obstáculos nas aproximações das duas cabeceiras. Tem que determinaar a predominância do vento e realizar uma série de estudos prévios. Depois, para manter a pista em condições, é outra complicação… No final, só vale a pena se o local for muito distante de uma pista de pouso pré-existente, ou se a utilização for muito intensa.
    Um Piper Seneca, mesmo com 30 ou 40 anos de uso, pode ser uma aeronave segura, desde que sua manutenção esteja em ordem.
    Quanto a cobrar pelo uso, legalmente isso não é permitido.

  273. Alberto said, on 29 setembro, 2010 at 9:04 pm

    Olá Raul, mais uma vez gostaria que me ajudasse com algumas informações. Fiz semana passda as minhas primeiras horas de voo (2 horas) em Boero 115, mas ao treinar sequencia de curvas de 90º o instrutor sempre me corrigia quanto ao nariz do aviao que picava ou cabrava. O instrutor me disse que é normal no inicio o piloto não fazer as curvas coordenadas, vc teria alguma tecnica ou dica para fazer as curvas com perfeição? Outra duvida que tenho e nao cheguei a perguntar ao instrutor é se há algum site ou artigo que possua procedimentos padrões de fonia para contactar com a torre ou solo para solicitar autorização para decolagem e pouso, por acaso vc possui algum procedimento padrao.

    Agradeço.

  274. Raul Marinho said, on 29 setembro, 2010 at 10:10 pm

    Alberto,

    Quanto a vc fazer as curvas cabrando ou picando, fique frio que isso desaparece com o tempo – seu instrutor está corretíssimo. Já em relação às suas dúvidas de fonia, a boa notícia é que existe, sim, um manual para isso, a famosa ICA 100-12, que vc pode baixar daqui: http://publicacoes.decea.gov.br/index.cfm?i=publicacao&id=2558 . procure a seção específica sobre fonia, e leia, releia, decore, treine, enfim case-se com ela, pois vc vai precisar ficar ultra-craque nisso se quiser se profissionalizar na aviação.

  275. Agnaldo Paiva said, on 30 setembro, 2010 at 6:45 pm

    Olá Raul, parabéns pelo site, está quase uma aeropédia, moro em Brasília e estou fazendo a parte teórica do curso, porém pros aventureiros metidos a piloto do planalto central, estão faltando aeroclubes para a parte prática, o único disponível fica a 58km de Brasília e tanto as aeronaves quanto o preço não são nada agradáveis, aeronaves modelo T-23/zarapa/uirapuru e a hora aula 320,00, gostaria que, se você pudesse me indicar aeroclubes de preferência em São Paulo para a minha parte prática e de alguns colegas, ouvimos dizer que existem pacotes fechados de aulas + alojamentos e etc… procede ? Grato.

  276. Raul Marinho said, on 30 setembro, 2010 at 7:45 pm

    Agnaldo,

    Preço por preço, aqui em SP está mais ou menos equivalente ao DF. Vou citar os lugares onde voei:
    -Aeroclube de São Paulo:
    Cherokee: $300
    Boero: $200 (mas é quase impossível marcar hora nesse avião, só tem um, e as restrições são muitas)
    -Aeroclube de Campinas:
    Cessna 150/152: $270
    Boero/Paulistinha: $210
    -EJ (Jundiaí):
    Cessna 152: $330
    Em todos eles, há opção de alojamento.

  277. Samuel Lucas said, on 1 outubro, 2010 at 10:18 pm

    Raul,

    Tem como o cara estudar só e pagar apenas para o CCF, prova teórica, banca da ANAC e check?

  278. Raul Marinho said, on 2 outubro, 2010 at 9:12 am

    Samuel,

    Se entendi a sua pergunta, vc quer saber se é preciso fazer o curso teórico presencial, é isso? Se for, a resposta é que, para o PP, não é preciso fazer o curso, mas para o PC é obrigatório, sim. E para o PLA, o curso nem existe.

  279. Samuel Lucas said, on 2 outubro, 2010 at 7:22 pm

    Raul,

    É quase isso.
    Muito obrigado pela resposta.

    Agradecido,

    Samuel Silva

  280. Henrique said, on 4 outubro, 2010 at 8:01 pm

    A banca on-line da anac é constituida de 100 questões, 20 de cada matéria. Eu gostaria de saber se há intervalos para descanso entre as provas. Qual o tempo de prova para cada matéria? Na prova eu posso levar calculadora? E computador de vôo posso levar?

  281. Raul Marinho said, on 4 outubro, 2010 at 9:08 pm

    Henrique,

    Vc encontra tudo sobre as provas aqui: http://www.anac.gov.br/compendio/CompendioPiloto.pdf.

    Não há intervalos, vc faz as provas em 3:00h (PPA ou PPH), 3:35h (PCH), ou 3:45h (PCA). Pode levar calculadora básica e computador de voo mecânico.

  282. Vinicius said, on 5 outubro, 2010 at 1:53 am

    Raul, muito boa tua iniciativa, com esse post. Tirei várias dúvidas.
    Parabéns. Pessoas como vc fazem a diferença.

  283. Oswaldo said, on 6 outubro, 2010 at 11:12 pm

    Olá. Muito bom o seu pot de como tira a CHT, eu achava que era mais complicado, me tirou muitas duvidas.

  284. Vanessa said, on 11 outubro, 2010 at 7:37 pm

    Olá,Raul eu tenho 15 anos, e meu sonho é ser um piloto de avião de linha aérea ,sei que aos 16 anos posso fazer um curso teórico,com a autorização do pais , e iniciar os voos aos 17 e obter a licença de piloto privado aos 18 ainda tem o curso de piloto comercial
    fazer o curso superior e estava pensando em ciência aeronáutica e o inglês também séra que comtudo isso eu tenho chance de entrar em umas das linhas aéreas

  285. Raul Marinho said, on 11 outubro, 2010 at 8:57 pm

    Vanessa,

    Legal a sua empolgação com a aviação, mas controle a sua ansiedade. Até os 18 anos, preocupe-se com os seus estudos, principalmente com Matemática, importantíssima para um bom piloto. Também estude bastante Geografia e Física e, se der tempo, comece a estudar as matérias específicas de aviação (compre as apostilas e estude sozinha) – além do Inglês, que será muito necessário mais para a frente. Tente chegar aos 18 anos aprovada na prova teórica de PP da ANAC e com o CCF de 2a classe emitido (se você tiver algum problema de saúde, comece a se tratar já). Conserve a sua saúde: não use drogas (no ano que vem, testes anti-drogas serão obrigatórios), não ouça música muito alta para não perder audição, cuide do seu peso, da sua visão, etc. Comece a voar somente quando você estiver muito perto de completar os 18 anos, pois você não poderá passar da 15a hora de voo antes do seu 18o aniversário. Por isso, se você começar a voar muito cedo, vai ter que interromper a instrução, e isso não vai ser bom: você vai perder tempo, dinheiro, e desperdiçar energia.
    Quanto ao curso superior, eu recomendo fortemente que o faça, mas não necessariamente Ciências Aeronáuticas. Em primeiro lugar, porque não existe nenhum curso bom de CA no Brasil (a única exceção é o da PUC-RS, mas mesmo assim não é excelente, e é muito caro). Depois, porque fazendo um curso em outra área, você acaba criando uma “saída de emergência” no caso da aviação voltar a enfrentar uma séria crise como no passado, quando a VARIG, VASP e Transbrasil faliram. Você poderia, por exemplo, fazer Direito, um curso que te permite prestar vários concursos públicos se você precisar, além de te ajudar com o entendimento dos Regulamentos Aeronáuticos.
    Adicionalmente, eu recomendo que você pratique bastante videogame ou Flight Simulator, o que vai te ajudar na coordenação motora. E boa sorte!

  286. Luciana Koch said, on 12 outubro, 2010 at 4:30 pm

    Gostaria de saber se tendo eu todo o valor financeiro diponível para cursos, exames e horas de vôo, se posso ter aulas todos os dias, voar todos os dias e tirar o PC de piloto de helicóptero em menos tempo?
    Qunato em média sairia isso tudo?

  287. Raul Marinho said, on 12 outubro, 2010 at 6:53 pm

    Luciana,

    Dá, sim, para adiantar o processo, mas vc ainda vai ter que respeitar a disponibilidade de aeronaves e instrutores da escola e, principalmente, as condições meteorológicas. Vc vai gastar uns R$70mil na sua instrução.

  288. max said, on 13 outubro, 2010 at 3:53 am

    Ola Raul Seixas quer dizer Marinho,lol ,parabens pelo blog e uma ferramenta p/ nos aspirantes a piloto q realmente nao so ajuda mais impressiona c/ a riqueza nos detalhes das suas respostas…
    Sempre tive essa paixao pela aeronautica mais por uma razao ou outra nunca fui enfrente c/ esse sonho, mais agora c/ 27 anos de idade nao vou deixar essa paixao de lado por nada,mais vou abusar da sua boa vontade e fazer umas perguntinhas
    moro em GOIAS,alguma indicacao sobre escolas,nao me mataria mudar p/ DF ou TO,mas e claro keria muito continuar aki em GO,anapoils p/ ser mais preciso.
    Realmente lendo perguntas e respostas aki aprendi muito,mais me fez repensar muitas coisas tbem, EX:estava certo de seguir em frente pegar minha pp em seguida minha pc e ai partir p/ o ramo da agricola,agora ja q/ morei 10 anos no eua falo,leio,escrevo english y espanol fluente c/ olimpiadas,copa do mundo chegando to seriamente entusiamado c/ a hipotese de na verdade me tornar um pc-h, mas o q pesara na minha escolha sera um futuro salario que o seria mais compensativo na sua opiniao eu sei q varia muito,vc ja disse q agricola e bem perigoso tudo tem pros e contras,to kuase decidido pelo helicpotero… me ajuda ai cara GO e foda nem na copa de 20014 nao conseguimos entrar na verdade nem sei se fazemos parte das sedes olimpicas entao fiko meio cabrero c/ essa escolha de profissao aki,mas como disse o tiririca pior que ta nao pode ficar…
    tudo de bom p vc/ cumpade…
    ah de zero a dez em fisica e matematica eu sou um 5 to ferrado?
    valeu

  289. Raul Marinho said, on 13 outubro, 2010 at 9:19 am

    Max,

    Não conheço nenhum aeroclube em Goiás, mas sei que existe um em Goiânia que, inclusive, possui helicópteros na frota. Dá uma olhada nisso: http://www.aeroclubedegoias.com.br/index.php .

    Quanto à decisão de ir para a aviação agrícola ou qualquer outra área, eu recomendo que vc comece o curso, tire o seu PP, se inteire da aviação, e depois tome essa decisão.

    E em relação às suas dificuldades com Matemática e Física, faça o curso teórico e avalie você mesmo.

  290. max said, on 13 outubro, 2010 at 11:19 am

    Valeu marinho obrigado pela atencao,vc e como um bom samaritano da aviacao….
    God bless you and your family.
    bons ventos p/ vc.

  291. Felipe said, on 14 outubro, 2010 at 2:16 am

    Ola Raul excelente Blog vou estar agora sempre acompanhando, e compartilhando de algumas experiencias com vc e outros aficcionados pela aviaçao.
    Bom vamos ao que interessa, terminei meu curso teorico (embora nao obrigatorio foi bom pois conheci pessoas do meio que me ajudaram muito), mas, achei que preciso me preparar mais e estou a procura de dvds com o curso de piloto, *gratuito, sabe de algum link para conseguir baixar? estou a procura se souber informarei tb.

  292. Raul Marinho said, on 14 outubro, 2010 at 7:48 am

    Felipe,

    Agradeço suas palavras, mas não posso concordar com sua intenção de obter o tal DVD *gratuito… Até porque vc não precisa dele para passar na prova da ANAC. Estude as apostilas que é suficiente, a prova não é difícil.

  293. JUAREZ said, on 15 outubro, 2010 at 5:20 pm

    Tenho mais de 40 anos vale a pena tirara o PP pois sempre sonhei com isto.

  294. Raul Marinho said, on 15 outubro, 2010 at 6:01 pm

    Juarez,

    Vale, não vale, depende do que vc pretende fazer com a sua carteira de PP…

  295. Fulvio said, on 18 outubro, 2010 at 3:16 pm

    Raul, boa tarde, estava lendo o certificado de capacidade física, e fiquei meio com duvidas, pois tenho astigmatismo no olho direito, 6 graus e miopia no olho esquerdo 1,75 grau, vc acha que isso é problema?

    Outra duvida, depois de ser piloto privado, e ir voando (comprando horas), essas horas conta no PC, sem eu ter feito o curso teorico??

    e quanto tempo tem a validade do curso teórico de PC, tipo depois de fazer o teórico, qual o prazo máximo para ter feito todas as horas?

    Obrigado pela atenção e parabéns pelo site.

  296. Raul Marinho said, on 18 outubro, 2010 at 3:46 pm

    Fulvio,

    Sobre suas dúvidas sobre a visão, recomendo que vc consulte um oftalmologista. Leve o RBHA67 e peça um parecer a ele. Ou então marque o exame do CCF e veja o que dá… Na pior hipótese, vc faz uma cirurgia de correção e pronto.
    Sobre suas dúvidas sobre instrução, fique tranquilo que as horas voadas após o PP valem sim para o PC, independente de vc já ter terminado o curso teórico ou não. O curso teórico do PC vale por 2 anos, prorrogáveis por mais 2.

  297. Anderson said, on 20 outubro, 2010 at 7:07 am

    Raul, bom dia, tenho 36 anos e terminei a pouco o curso teorico de PP e estou iniciando as conversas para o pratico de PP, fazendo as contas e tudo o mais, eu não devo consegiuir terminar tudo, ou seja PP/PC/IFR e INGLES antes dos 40 anos, será que vale a pena, nesta idade eu ainda consiguiria um emprego, tenho varios amigos na mesma situação que estão pensando ate em abandonar o curso pois quando acabarem eles vão estar com 43 anos, gostaria de sua opinião.

  298. Raul Marinho said, on 20 outubro, 2010 at 7:33 am

    Minha opinião, aos 42 anos, e checando o meu PC às vésperas de completar 43, é: VAI EM FRENTE!!!

  299. Renato said, on 21 outubro, 2010 at 2:28 pm

    Raul, me da uma ajuda, eu terminei agora o curso de PC, já estou checado e tudo, tenho 39 anos, e começei a bater perna para ver se consigo uma vaga em taxe aereo ou qualquer coisa, mas tenho visto muita coisa relacionado a amizade (a famosa peixada) e tambem a exigencia do ICAO, vi reportagem esses dias sobre a falta de piloto, e não consigo entender como piloto recem formado, no caso estou com 190 horas não tem nenhum apoio para continuar na carreira, fico no seu aguardo…

    E fica tambem o meu parabens pelo site, é muito bom…

  300. Raul Marinho said, on 21 outubro, 2010 at 8:21 pm

    Renato,

    Por mais aquecido que o mercado esteja, o QI sempre vai ser fundamental na aviação, especialmente para o 1o emprego. Depois vou escrever um post explicando por que isso ocorre, mas o fato é que para os operadores, é preferível manter o avião no chão do que contratar um piloto desconhecido. Por isso, enquanto vc não tiver quem te indique, vai ser realmente muito difíícil conseguir um emprego, por mais que o mercado esteja fervendo, e os pilotos escassos.
    Na sua situação, o melhor a fazer é tornar-se INVA, uma atividade pouco dependente do QI – e, afinal de contas, vc estudou em algum aeroclube, então vc deve conhecer alguém que pode te dar um emprego de instrutor -, trabalhar dando instrução um tempo, aproveitar esse período para se enturmar, ficar na vitrine, fazer horas, e daqui a um ano ou dois, se colocar no mercado.
    Abs e boa sorte.

  301. paulo said, on 26 outubro, 2010 at 11:18 am

    Ola Raul, tenho 41 anos, e vi varias reportagens sobre pessoas com idade igual ou maior que a minha, bem tenho pc e ifr e ja estou com 287 horas, hoje eu estou voando o twin comanche para um fazendeiro no mato grosso do sul, e tambem estou como instrutor de voo no aeroclube de jacarepagua no rj, mas isso já está cansando, aqui no rio a aviação executiva parece que esta ate saturada.
    Pergunta, voce conhece ou sabe de alguma aviação executiva fora do rj que eu possa mandar o meu curriculo.

    um abraço e bom voo.

  302. Raul Marinho said, on 26 outubro, 2010 at 3:27 pm

    Paulo,

    Sobre sua pergunta específica, não sei não… Mas sei que a Passaredo está pegando copila com 300h e que a coisa tá animada aqui em SP.

  303. paulo said, on 27 outubro, 2010 at 2:40 pm

    Meu amigo Raul, suas informações são de grande ajuda, conforme falei com voce a dois dias atras, estava atirando para tudo quanto é lado, é recebi ontem um convite para fazer testes na aviação executiva, com promessa para passar para jato, sendo que enviei e entrei em contato com a passaredo ontem mesmo, quando li sua mensagem.
    Eu pergunto ao amigo, com a sabedoria que voce tem demostrado, qual voce escolheria, aviação executiva ou empressa aerea, pois pelo que convresei com eles, o interesse é mutuo na passaredo, pois eles estão perdendo varios comandantes para as grandes empresas.
    Ah uma informação, nunca tente voar e pousar um avião, onde os instrumentos estejam sem manutenção, o meu ADF pifou num voo, e a bussula estava com um grande diferença em relação ao real, passei um sufoco para achar a pista e pousar…

    Um bom voo

  304. Raul Marinho said, on 27 outubro, 2010 at 3:41 pm

    Paulo,

    Sobre o seu dilema Executiva X Comercial, é muito difícil opinar de longe, com pouca informação, mas em princípio eu olharia com muitos bons olhos a Passaredo, especialmente se for para pilotar os ERJ. Como vc sabe, na comercial voa-se muito, o que significa que em poucos anos vc terá milhares de horas de experiência no ERJ. Daí para conquistar uma vaga de comandante de Legacy na executiva é um pulo, e vc sabe quanto ganha um piloto desses, não sabe?

    Sobre o seu problema com o ADF e bússola, eu acho que, além do cuidado com a manutenção, é importante ir checando a rota no GPS, vc não acha? Um Garmin Aera500 zero está por US$800, vale a pena.

  305. paulo said, on 28 outubro, 2010 at 8:14 am

    como sempre sei que posso contar com a sua sabedoria, eu já tinha informado o dono sobre a manutenção, mas foi bom para ele aprender,ele estava junto e tomou o maior susto, sobre o gps, ele está querendo comprar o garmin mapa 196, mas a aeronave é dele né.
    sobre as propostas eu já estava inclinado a fazer o que voce me indicou, e voce como sempre com sua sabedoria, me mostrou o caminho mais que certo.
    Um abraço, e que voce continue com este blog, pois ele é muito util, espero um dia te encontrar em algum aeroclube para batermos um papo.

    bons voos.

  306. Raul Marinho said, on 28 outubro, 2010 at 7:53 pm

    Tks!

  307. Anderson said, on 29 outubro, 2010 at 1:13 pm

    Ola Raul, primeiramente, quero agradece-lo por ter a brilhante ideia de criar este blog, graças a ele, se eu vier a virar piloto, vai ser graças a algumas coisas que eu li em seu blog.
    Raul, eu já fiz o CEMAL, e estou a 2 meses fazendo o PP, tenho 35 anos, me de uma ajuda, a maioria das materias eu estou pegando legal, mas metereologia esta sendo o meu calcanhar de aquiles, voce conheçe algum professor que de aula particular, ou algum site que explique passo a passo a metereologia…ou algum livro ja serve tambem.

    um abraço

  308. Raul Marinho said, on 29 outubro, 2010 at 1:53 pm

    Anderson,

    Eu estudei pela apostila do Darcy Banci, que também foi meu professor. É uma ótima apostila, muito bem escriita, simples e completa. Acho que vc não terá dificuldades com ela não.

  309. Diego said, on 5 novembro, 2010 at 5:26 am

    Olá Raul muito prazer
    Eu me chamo Diego,tenho 16 anos e moro no RJ. Também compartilho o sonho de ser um piloto.
    Achei o seu site essa madrugada fuxicando a internet e li quase tudo e muito obrigado por fazer isso ajudando e tirando as duvidas nao so minhas mas como a de muita gente como eu pude perceber.
    Estou terminando o ensino medio neste ano e pretendo começar o curso teórico de pp apos fazer todos os exames, tudo direitinho.
    Eu estava pensando em fazer faculdade de ciencias aeronauticas mas nao com o proposito de pilotagem, mas para ter um curso superior e tentar arrumar uns trocados arrumando um emprego em algum aeroporto até para poder financiar o resto do processo até poder me tornar copiloto.
    Eu gostaria de saber se estou no caminho certo ou você me aconselharia outro caminho. Obrigado
    grande abraço

  310. Raul Marinho said, on 5 novembro, 2010 at 8:04 am

    Diego,

    Eu recomendo o curso de CA da PUC-RS. Se vc não puder fazer este, acho que é melhor fazer uma faculdade “genérica” (ex. Administração, Engenharia, etc), que te permite trabalhar na aviação ou fora dela. Outras opções a serem consideradas são os cursos de mecânica de aviação, DOV, e comissário.

  311. Marcio said, on 5 novembro, 2010 at 9:55 am

    Bom dia Raul, tudo bem ?

    Faz tempo que não escrevo aqui, como estão as aulas ?? Estou terminando o meu Teorico PP no ACSP, pretendo fazer a banco no final do mês. Está complicado marcar aulas práticas só tem disponibilidade para dps do dia 15/12.

    Quando vai aparecer no ACSP, para gente bater um papo.

    Abs

  312. Raul Marinho said, on 5 novembro, 2010 at 1:40 pm

    Olá Márcio, tudo bem tbém.

    Estou terminando minhas horas de PC na EJ (faltam 10), e estou fazendo simulador no ASP, toda 2a às 14:00, sábado às 9:00 e mais uns horários avulsos quando dá. Me procure por lá se estiver no aeroclube nesses horários. Quanto a voar no ASP, está complicado mesmo… Tanto que estou voando na EJ, em Jundiaí, onde tenho encontrado muita gente do ASP que foi para lá pelo mesmo problema.

    Abs,

  313. Marcos Vasconcelos said, on 5 novembro, 2010 at 8:41 pm

    Ola Raul, Meu nome é Marcos, 36 anos de idade, moro em Goias, sou motorista de caminhão, trabalhalho em uma usina canavieira.
    Desde novo tenho um sonho que ate entao achava ser impossivel; Voar ..
    E hoje , quando vejo aqueles avioes agricolas voando os campos e lavouras , fico morrendo de vontade de ganhar a vida em um dessas aeronaves.

    Raul, nunca fui rico , mas hoje tenho mais condiçoes de bancar um curso de PP, que sei que é bem caro, e por isso terei ate que me dispor de algumas coisas..

    Tenho uma familia, esposa uma filha de 4 anos e vc sabe, agente fica um pouco inseguro em investir tanto dinheiro em uma carreira e depois nao dar em nada.

    Uso oculos e acho que tenho desvio nasal,,,nao gostaria que isso me atrapalhasse na hora do exame, pois meu alvo e aviação agricola.

    Duvidas: Pelo menos no exame de PP, consigo passar sem ter que fazer cirurgia?
    As empresas de aviação agricola contratam pilotos que usam oculos?
    Consigo passar no Pca usando oculos??

    Por favor, me ajude, pois , dependendo de suas respostas, começo a mexer os pausinhos no ano que vem..
    Preciso de estimulo para tal e, entende??

    Muito Obrigado!!!!!!

    Marcos Vasconcelos

    O

  314. Raul Marinho said, on 6 novembro, 2010 at 8:19 am

    Marcos,

    Respondendo às suas perguntas:

    Pelo menos no exame de PP, consigo passar sem ter que fazer cirurgia?
    Não sei a gravidade do seu problema, mas eu também tinha um desvio de sépito bem razoável, e passei no exame de CCF de 2a classe (para PP) – depois, operei para o exame de 1a classe (para PC). Faça seu exame numa clínica particular que é bem mais provável que vc seja aprovado mesmo com o desvio. E fique tranquilo quanto à cirurgia: eu fiz e recomendo.

    As empresas de aviação agricola contratam pilotos que usam oculos?
    Que eu saiba, sim.

    Consigo passar no Pca usando oculos??
    Se vc é motorista profissional e passa no exame do DETRAN, é muito provável que passará no exame de PC também, mas eu não sei detalhes do seu caso, por isso é bom levar o RBHA67 para o seu oftalmologista dar uma olhada. A propósito, eu também uso óculos.

  315. Marcos Vasconcelos said, on 6 novembro, 2010 at 8:23 pm

    Sr. Raul, nao tenho palavras para lhe agradecer tua ajuda, pois nesse assunto vejo que entende bastante, e pode estar certo que vc virou refencia no paiz para esclareceimento de pessoas leigas em “voar” como eu e muitos.

    Acho uque não existe nem um blog ou coisa semelhante na rede , tao esclarecedor como o seu.. Parabens!!
    Não esperava que o senhor pudesse responder minhas duvidas pois creio que seja uma pessoa muito ocupada e creia que, graças a sua ajuda minha vida vai ter um rumo diferente no ano qua vem ,,não posso esperar pelo acaso,,,

    Acho que quem “acha” que sabe faz a hora e nao espera acontecer,,nao e?

    Quero estar estar sempre em contato contigo, e ser seu amigo, pois me ajudou bastante, a entender sobre esse assunto que , por aqui ninguem tem a noção,,pois moro no interior, e nem aeroporto há aqui!!!!!

    Muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito Obrigado!

    Marcos Vasconcelos

  316. Eduardo said, on 6 novembro, 2010 at 8:34 pm

    Boa Noite Raul,

    Primeiramente Parabéns pelo blog que me ajudou a sanar muitas dúvidas. Tenho alguns questionamentos e se possível gostaria que você me ajudasse a responder e me direcionar. Tenho 26 anos e sou formado em ADM e faço Pós em Marketing, mas há algum tempo venho com essa vontade de fazer um curso de PP e PC em paralelo a minha carreira, para assim ao final do PC dar continuidade a esta carreira na aviação (que em geral se ganha mais do que em empresas normais). Tenho a idéia que em menos tempo, conseguirei juntar muito mais dinheiro do que trabalhando em empresas na carreira de MKT ou ADM, desta forma uniria o útil ao agradável, pois adoro avião, viajar, não gosto de rotina, é uma carreira muito mais prazerosa do que em empresas comum e etc. Minhas perguntas:

    1) Visto que já investi em uma graduação de ADM e Pós em MKT, você acha que estes estudos poderão ser utilizados na carreira de aviação em algum momento? Faz diferença ter estes estudos? Quem sabe no futuro quero voltar a ser empreendedor, porém preciso juntar mais dinheiro….

    2) Uso óculos, pois tenho miopia e astigamtismo (aprox 4 graus), quero realizar a cirugia, porém ainda não estabilizou. POsso continuar a tirar o PP e PC? Não consegui identificar nas normas o grau oftalmológico que me impediria de prosseguir na carreira de aviação.

    3)Qual é a média de horas que uma pessoa precisa para tirar um PP e um PC? visto que o mínimo para PP é 35h, porém talvez para vc se tornar mais confiante necessite de mais horas…

    4) Depois do brevê na mão, é necessário renová-lo por quanto tempo? Qual é o custo de renovação? é necessário fazer mais alguma coisa, voar pelo menos “x’ horas por ano para não caducar?

    5)Estou vendo curso teórico e aulas práticas no AESP, os preços estão bons 199 no aeroboero, mais barato do que em outros aeroclubes. É isso mesmo? Será que fechando um pacte com as 150 horas consigo um desconto? Mas estou com uma dúvidai, vc disse que está dificil de voar no AESP, gostaria de saber por qual motivo? o que vc indica fazer?

    6)É necessário certificação IFR para PC?

    7) Em relação ao mix de horas práticas para PP e PC, qual é a composição para PP (35 horas pode ser em aeroboero?) e para PC (35h de PP + 40h de simulador + 20 de voo por IFR + 55 horas que podem ser em aeroboero?)

    8) Que tipo de exame médico é necessário? sangue, radiográfia , certo? o custo para esse exames vc disse que é em torno de R$1.000,00, porém caso tenha convênio, acredito que só teria que pagar a taxa para levar os exames no hospital da aeronáutica, certo? qual é o valor da taxa?

    9) Quantas horas por dia posso fazer de aula prática? e quando for ao mercado de trabalho, qual é o máximo d ehoras por dia ou por mês? como é mais comum fazerem no mercado d etrabalho de aviação?

    10) Falando em PP e PC de helicoptero, qual é a escola com o melhor custo benefício de horas em SP? pode ser no interior também…

    Desculpe as várias perguntas, mas fiquei com estas dúvidas.

    Att,
    Eduardo

  317. Raul Marinho said, on 7 novembro, 2010 at 1:58 pm

    Eduardo,

    Vamos lá:

    1) Visto que já investi em uma graduação de ADM e Pós em MKT, você acha que estes estudos poderão ser utilizados na carreira de aviação em algum momento? Faz diferença ter estes estudos? Quem sabe no futuro quero voltar a ser empreendedor, porém preciso juntar mais dinheiro….
    Em princípio, ter um curso superior facilita sua admissão em uma empresa aérea: as empresas normalmente reduzem em 50% os requisitos de horas para quem tem nível superior. Fora isso, é aquela coisa: em uma seleção, uma formação como a sua pode servir para desempatar, muito embora conhecimentos em marketing tenham muito pouco a ver com aviação… Mas sua graduação em administração pode seduzir um proprietário de aeronave que queira contratar um piloto que administre seu patrimônio aeronáutico.

    2) Uso óculos, pois tenho miopia e astigamtismo (aprox 4 graus), quero realizar a cirugia, porém ainda não estabilizou. POsso continuar a tirar o PP e PC? Não consegui identificar nas normas o grau oftalmológico que me impediria de prosseguir na carreira de aviação.
    Eu também uso óculos ( no caso, hipermetropia e astigmatismo), e não tive problemas quanto a isso. Regra geral, se sua visão com óculos é boa, não há com o que se preocupar. Em todo caso, recomendo que vc tire seu CCF antes de prosseguir.

    3)Qual é a média de horas que uma pessoa precisa para tirar um PP e um PC? visto que o mínimo para PP é 35h, porém talvez para vc se tornar mais confiante necessite de mais horas…
    No ASP, em média, são necessárias 50h para tirar o PP, devido às dificuldades do Campo de Marte (tempo gasto no táxi, distância para a área de treinamento, dificuldades com os corredores visuais, etc). Em locais mais tranquilos (interior), vc consegue checar o PP com pouco mais de 35h, mas tudo depende da sua proficiência. Para o PC, a coisa é mais complicada: vai depender de quantas horas vc gastou para tirar o PP, da modalidade que vc pretende checar (VFR, IFR, Mono, Multi), de quantas horas e qual simulador vc fez e, lógico, da sua proficiência tbém. Em todo caso, a maioria está pronta para o cheque de PC com 150h, variando entre 140h e 170h.

    4) Depois do brevê na mão, é necessário renová-lo por quanto tempo? Qual é o custo de renovação? é necessário fazer mais alguma coisa, voar pelo menos “x’ horas por ano para não caducar?
    É necessário rechecar anualmente, mas fique sossegado que o custo é do seu empregador, ou, se vc for PP ou estiver desempregado, não é caro (vc vai gastar entre R$500 e R$1mil, dependendo da habilitação). Fora isso, vc vai ter que fazer umas provinhas (regulamentos e conhecimentos técnicos) anualmente, e renovar o CCF semestralmente (após os 40, antes é anualmente). E, sim, existem requerimentos de horas voadas no período, mas não vou entrar em detalhes porque varia muito (para voo noturno é uma coisa, instrumentos outra, e por aí vai).

    5)Estou vendo curso teórico e aulas práticas no AESP, os preços estão bons 199 no aeroboero, mais barato do que em outros aeroclubes. É isso mesmo? Será que fechando um pacte com as 150 horas consigo um desconto? Mas estou com uma dúvidai, vc disse que está dificil de voar no AESP, gostaria de saber por qual motivo? o que vc indica fazer?
    Em 1o lugar, é preciso desmistificar o Boero do ASP. Parece legal voar a R$199/h, né? Em tese, dá para checar o PP com menos de R$7mil!!! Só que vc vai descobri depois, na prática, que é impossível (ou, pelo menos, muito complicado) voar de Boero no ASP. Para começo de conversa, todo mundo quer voar no avião mais barato, e como só tem um Boero voando (que vive quebrado), marcar um voo é dificílimo. Aí vc fica de plantão às 7:00h esperando o aeroclube abrir e consegue marcar. Chega o dia do voo, está um ventinho e pronto, o Boero não decola. Nesse momento, vc vai descobrir que é preciso haver condições meteorológicas perfeitas para o Boero voar. Aí vc perde o voo, e é aquele parto para remarcar… Até que chega um momento que sua paciência acaba e vc parte para o Cherokee, que é a única opção viável no ASP para o PP. Então, não perca tempo e comece no Cherokee de uma vez!
    Outra coisa complicada no ASP é negociar pacotes. Aliás, pacote é uma coisa complicada em qualquer lugar, pois conheço várias histórias de gente que paga o pacote baratinho e depois é boicotado para voar… Mas voltando ao ASP, vc vai ver que a coisa funciona lá como uma repartição pública, e é complicado negociar pacotes. De todo modo, apesar das dificuldades que vc vai encontrar para marcar seus voos, acredito que ainda seja um bom negócio fazer o PP no ASP. Não vale a pena viajar para realizar voos de 1h, que é o caso da maioria das missões do PP. Depois, no PC, acho que seria interessante vc voar em outro lugar. Eu fui para Campinas e depois a EJ (Jundiaí), que recomendo.

    6)É necessário certificação IFR para PC?
    Não, inclusive eu estou checando o PC só VFR, e vou fazer o IFR depois. Isso é vantajoso se vc tiver algum amigo com avião para emprestar.

    7) Em relação ao mix de horas práticas para PP e PC, qual é a composição para PP (35 horas pode ser em aeroboero?) e para PC (35h de PP + 40h de simulador + 20 de voo por IFR + 55 horas que podem ser em aeroboero?)
    Como disse anteriormente, acho complicado voar de Boero no ASP, mas a idéia é a seguinte:
    Todo o PP e 70h do PC podem ser feitas em aeronave básica (Boero, Cherokee, Cessna 150 etc); as horas visuais noturnas e IFR devem ser feitas em aeronaves homologadas IFR (Tupi, no caso do ASP); e as horas de multimotor devem ser feitas em bimotores (Seneca, Baron, Comanche etc, que não existem no ASP atualmente). O simulador não abate horas totais, só diminui as horas IFR.

    8) Que tipo de exame médico é necessário? sangue, radiográfia , certo? o custo para esse exames vc disse que é em torno de R$1.000,00, porém caso tenha convênio, acredito que só teria que pagar a taxa para levar os exames no hospital da aeronáutica, certo? qual é o valor da taxa?
    A taxa do exame inicial é um pouco menos que R$400, que vc paga na própria clínica. Os exames são os que estão aqui: http://www.institutodedalo.org/pags.asp?id=67&menu=ar

    9) Quantas horas por dia posso fazer de aula prática? e quando for ao mercado de trabalho, qual é o máximo d ehoras por dia ou por mês? como é mais comum fazerem no mercado d etrabalho de aviação?
    No PP, o recomendado é voar no máximo 1h/dia, menos as horas de navegação, quando se voa umas 2h, 3h. No PC, voa-se 5h, 6h por dia sem problemas. Pelas leis brasileiras, pode-se voar no máximo 90h/mês, com uma série de restrições.

    10) Falando em PP e PC de helicoptero, qual é a escola com o melhor custo benefício de horas em SP? pode ser no interior também…
    Que eu conheça, a GoAir (antiga Master), e SP é bem melhor que o interior.

  318. Eduardo said, on 7 novembro, 2010 at 3:29 pm

    Olá Raul,

    O Cessna 150 é mais fácil de voar em condições metereológicas não favoráveis? Vi no Aeroclube de Bauru por um valor bom… e o Avião PA18 – Piper ? Estas seriam duas opções para conseguir fazer as horas de voo prática sem ter tantos problemas de agendamento, condições meterologicas e etc, certo?

    Uma idéia que tive, é pegar 1 mês e fazer todas as 35 horas de voô para o PP em um deste aviões que citei acima fora de SP, lá em Bauru ou Araraquara…

    Quando você diz que me recomenda tirar meu CCF antes de prosseguir, seria tirar o CCF antes de iniciar as horas de voos prática? quando de fato poderei tirar este CCF?

    Na pergunta 3, vc mencionou que depende de qual modalidade eu for checar… Visando o mercado de trabalho X custo X tempo, acredito que o melhor seria checar em IFR, certo? neste caso, como seria a composição para tirar o PC? 35h do PP + 70H podendo ser em avião básico + xxxxx?

    Para tirar o PP devo fazer voo em simuladores?

    Você mencionou que para PP [e recomendado 1H por dia, mas o que efetivamente é contado como hora de vôo? desde o momento que o motor é ligado até o final, ou apenas a hora que o avião sai do chão?

    Em relação ao mercado de trabalho, na sua opinião o que está mais favorável nestes próximos 2 anos, para piloto de avião recém brevetado co umas 160 h de voo OU piloto de helicoptero recém brevetado com umas 105 horas? O que é mais fácil arrumar trabalho? qual paga melhor?

    Grande abraço!
    Eduardo

  319. Raul Marinho said, on 7 novembro, 2010 at 6:51 pm

    O Cessna 150 é mais fácil de voar em condições metereológicas não favoráveis? Vi no Aeroclube de Bauru por um valor bom… e o Avião PA18 – Piper ? Estas seriam duas opções para conseguir fazer as horas de voo prática sem ter tantos problemas de agendamento, condições meterologicas e etc, certo?
    Eu estava me referindo ao caso específico do Campo de Marte, que fica rodeado de casas e prédios e uma das cabeceiras tem um morro na frente (morro da Casa Verde). Aqui, o Boero é complicado, mas no interior, não. Lá, o complicado são esses aviões que vc citou, verdadeiras relíquias que devem estar com a vida útil já ultrapassada… Nesse caso, é preferível o Boero, que pelo menos é relativamente novo.

    Uma idéia que tive, é pegar 1 mês e fazer todas as 35 horas de voô para o PP em um deste aviões que citei acima fora de SP, lá em Bauru ou Araraquara…
    Não funciona. Tem várias coisas que podem dar errado, como mau tempo, falta de instrutor, avião quebrado ou com documentação vencida, e vc termina o mês com 10h de voo. Aí, para voar o resto só nos finais de semana vai ser um parto… Fique aqui em SPaulo mesmo, no máixmo Jundiaí ou Bragança, pelo menos no PP.

    Quando você diz que me recomenda tirar meu CCF antes de prosseguir, seria tirar o CCF antes de iniciar as horas de voos prática? quando de fato poderei tirar este CCF?
    O ideal é tirar o seu CCF antes até de começar a estudar, assim vc descobre o quanto antes se tem algum impedimento de saúde. Vc pode tirá-lo amanhã, se quiser, tanto no HASP quanto em clínicas particulares (indiquei uma na resposta anterior).

    Na pergunta 3, vc mencionou que depende de qual modalidade eu for checar… Visando o mercado de trabalho X custo X tempo, acredito que o melhor seria checar em IFR, certo? neste caso, como seria a composição para tirar o PC? 35h do PP + 70H podendo ser em avião básico + xxxxx?
    Na prática, o mínimo para ser viável pilotar profissionalmente é a carteira de PC+Multi+IFR. Para isso, atualmente são necessárias 30h de IFR, já que a ANAC não homologou nenhum simulador no Brasil (isso deve mudar em breve e cair para 20h), com 15h podendo ser feitas em multi. Então, vc vai precisar voar em aeronaves mono mais sofisticadas: 15h de IFR e 5h noturnas, total=20h. A divisão de horas por avião ficará assim:
    -Multimotor (Seneca, Comanche, Baron etc): 15h
    -Mono sofisticado (Tupi, Corisco, Cessna 172, etc): 20h
    -Mono básico/PP+PC (Paulistinha, Boero, Cherokee, C-152, etc): 105h*
    *35h do PP + 70h de navegação VFR do PC
    Observe que, na realidade, vc voou 140h, o mínimo de acordo com o reguilamento, mas é muito difícil fazer isso na prática. Para uma análise realista, considere pelo menos mais 10h de aeronave básica.

    Para tirar o PP devo fazer voo em simuladores?
    Não, só no PC.

    Você mencionou que para PP [e recomendado 1H por dia, mas o que efetivamente é contado como hora de vôo? desde o momento que o motor é ligado até o final, ou apenas a hora que o avião sai do chão?
    A hora é contada do acionamento ao corte.

    Em relação ao mercado de trabalho, na sua opinião o que está mais favorável nestes próximos 2 anos, para piloto de avião recém brevetado co umas 160 h de voo OU piloto de helicoptero recém brevetado com umas 105 horas? O que é mais fácil arrumar trabalho? qual paga melhor?
    Para recém-formado, até as 500h, o avião é melhor. Daí para a frente, helicópteros.

  320. ricardo queiroz said, on 7 novembro, 2010 at 10:16 pm

    Ola Raul,tenho 34 anos e comecarei a fazer o curso ja em janeiro proximo,gracas a Deus tenho condicoes de bancar meu curso,tenho tb parentes que possuem aviao,oque talvez se torne mais facil p/ min,e sem contar minha forca de vontade que e enorme,mesmo tendo condicoes nao vou jogar dinheiro fora,gostaria de saber de vc,na sua sinceridade,com +- 37 anos ja com a Pp e PC,posso eu conseguir um emprego na area comercial,tipo uma TAM ou GOL,temo so pela minha idade,e tb contado com a vantagem do mercado aquecido,copa do mundo e olimpiadas,oque vc pode me dizer meu amigo sobre isso,obrigado.

  321. Raul Marinho said, on 8 novembro, 2010 at 7:52 am

    Ricardo,

    Vai em frente que vc consegue. Hoje em dia, o limite das cias. já está nos 40 anos, e a perspectiva é de que ele deixe de existir. O momento é esse, mete bronca!

  322. Marcos Vasconcelos said, on 9 novembro, 2010 at 3:55 pm

    É isso aí, Raul!!!!

    Acho louvável sua atitude de esclarecer e incentivar as pessoas que3 como eu sao apaixonadas pelo voo..

    Como já disse antes , Raul , meu sonho desde criança é de poder pilotar e viver disso, mas as vezes a vida apronta com a gente e deixa isso para mais tarde, entende?

    Sinto que esse momento ta chegando, não sei exatamente quando ,, mas como já tenho 36 anos e ja to me sentindo velho para tal, espero que nao sej tarde demais ne??

  323. Raul Marinho said, on 10 novembro, 2010 at 7:10 am

    Marcos,

    Eu tenho 42, e acho que estou novo…

  324. Marcio said, on 10 novembro, 2010 at 8:18 am

    Raul bom dia, vi seu tópico no CR, sobre os simuladores como ficou a situação. A EJ não tem simulador?

    Eu andei pesquisando bem outros aeroclubes e a estrutura da EJ é fantástica principalmente no meu caso que estou visando aviação comercial, estou pensando seriamente em fazer o PP e PC/IFR por lá por questões de padronização, diga uma coisa consigo alguns descontos por lá em pacotes pago á vista?

    O ACSP é mto bom, mas como disse está complicado voa por aqui, conversando com outros colegas de PP e PC, no ponto que mencionei acima de padronização está complicado mesmo, devido a horários apertados algumas coisas básicas de instrução esta sendo deixada de lado principalmente para quem faz aulas nos finais de semana como é o meu caso.

    A EJ é realmente tudo isso? Recomenda?

  325. Raul Marinho said, on 10 novembro, 2010 at 8:44 am

    Márcio,

    A história dos simuladores é a seguinte: a ANAC “desomologou” todos os simuladores do Brasil, inclusive o da EJ, que é um excelente equipamento. Neste momento, a coisa está embananada, e não deve desembananar tão cedo – talvez, no início do ano que vem alguma coisa aconteça… Então, nesse momento, a única opção é voar de acordo com o RBHA61, ou seja: para PC-VFR, ter as 150h totais com 10h de IFR; e para PC-IFR, voar 40h de IFR, o que vai levar a umas 170h totais, dependendo das horas que o sujeito checou o PP. Ou então esperar a coisa se resolver, só que não há prazo para isso.

    Quanto à EJ, eu estou voando lá e recomendo fortemente. Para começo de conversa, ela é uma empresa, com donos, enquanto os aeroclubes são ONGs, onde todo mundo manda e ninguém decide. Isso faz muita diferença, pode acreditar. A frota da Ej é imensa, e a marcação de voos é muito tranquila (vc faz pela web, inclusive). A manutenção dos aviões é impecável, tem instrutores de sobra e de bom nível, a estrutura em terra excelente, é tudo informatizado, uma beleza. Enfim, está anos luz à frente de qualquer aeroclube. Problemas: 1) É longe; 2) É caro. Quanto à distância, não há o que fazer, não tem ònibus, van nem nada, vc tem que ir de carro mesmo, pagar 2 pedágios e gastar gasolina. Quanto ao preço, dá para negociar sim, eles são bem flexíveis, inclusive parcelam em até 10X no cartão dependendo do pacote negociado. Mas mesmo assim, vc vai pagar entre 10% e 20% mais caro que no ASP. Vale a pena? Bem, considerando que vc vai conseguir obter sua carteira uns 6 meses antes, acho que vale, sim. Eu só recomendo que vc faça o teórico no ASP, pois na EJ não tem cobras como o Titus, o Banci e o Marcelino.

  326. Marcio said, on 10 novembro, 2010 at 8:49 am

    Beleza Raul, qdo aparece por lá no ACSP me avisa estou fazendo o PP a noite por lá.

    Segue meu cel: 9304-0169

  327. neto said, on 10 novembro, 2010 at 4:13 pm

    Raul, preciso fazer a banca de pc e gostaria de saber se tem alguma coisa mais nova no mercado pra estudar, e escola voce recomenda para um bom curso de teorico.

  328. Raul Marinho said, on 10 novembro, 2010 at 6:48 pm

    Ok, Márcio, pode deixar!

    —–

    Neto,

    Eu recomendo o curso do ASP, que foi o que eu fiz.

  329. Thomas Rainer said, on 15 novembro, 2010 at 4:28 pm

    olá, após passar no (PP) ; (PC) … eu posso ser PLA com apenas o 2ª grau de escolaridade?

  330. Thomas Rainer said, on 15 novembro, 2010 at 4:30 pm

    caso eu tenha inglês aperfeiçoado. será que eu poderia crescer lá dentro?

  331. Raul Marinho said, on 15 novembro, 2010 at 5:16 pm

    Thomas,

    Vc pode ser PLA só com o 2o grau (ensino médio), sim. Basta vc ter mais de 21 anos, passar na prova da ANAC, ter mais de 1.500h de voo, CCF de 1a classe, e passar no cheque. Quanto ao “inglês aperfeiçoado”, formalmente, o máximo que isso pode te ajudar é na prova de proficiência para que vc possa voar para fora do país.

  332. Marcio said, on 18 novembro, 2010 at 7:30 am

    Raul bom dia tudo bem ?

    Diga uma coisa, fiz o segundo simulado ontém no aeroclube, e as minhas médias estão acima um pouco do solicitado pelo próprio Aeroclube, mas na coletanea de provas vou bem melhor, chegando sempre a aproveitamentos melhor que 80%, diga uma coisa a banca, é baseada na coletanea de provas ???

    Tirando a proa de regresso… rs

    Abs

  333. Raul Marinho said, on 18 novembro, 2010 at 7:43 am

    Márcio,

    O grau de dificuldade da banca é muito próximo ao das coletâneas. O ideal é ir fazer a banca quando vc estiver tirando por volta de 8,5 nas provas da coletânea, para garantir.

  334. Andressa said, on 26 novembro, 2010 at 7:11 pm

    Olá Raul,tenho uma duvida a tirar,para fazer um curso de piloto privado,tem que ter
    pelomenos 16 anos,só que para quem tem 15 anos e que ainda vai fazer 16 já pode começar a fazer o curso?

  335. Raul Marinho said, on 27 novembro, 2010 at 8:14 am

    Andressa,

    Como o curso teórico para piloto privado não é obrigatório, vc até poderia fazê-lo antes dos 17. Só que isso não vai ser interessante para vc, uma vez que vc não poderá nem prestar a banca da ANAC nem começar a voar. Então, espere até os 17 para começar, de preferência quando já estiver próxima de completar 18.

  336. Ricardo E.santo da silva said, on 1 dezembro, 2010 at 11:12 pm

    OLÁ RAUL; SOU DE MACAÉ-RJ,JÁ TENHO O CURSO DE (GMP) E (CELUA) MAS TENHO O SONHO DE SER PILOTO DE HELICÓPTERÓ,BEM LÁ EM MARICÁ TEMOS HORAS DE VÔO DE PPH POR R$500,00Hs VC SABE ME DIZER HÁ OUTRO AEROCLUBE COM HORAS MAIS EM CONTA, DESDE JÁ AGRADEÇO PELA A ATENÇÃO; “SAMUEL AULA PARTICULAR CUSTA DINHEIRO, O RAUL VAI COBRAR , É SÓ P/ TIRAR DÚVIDAS”.

  337. Raul Marinho said, on 2 dezembro, 2010 at 2:34 pm

    Ricardo, aqui em S.Paulo, a hora do R-22 está na faixa dos R$600-700. Não conheço nenhum lugar com esse preço daí de Maricá.

  338. Agnaldo Paiva said, on 6 dezembro, 2010 at 3:29 pm

    Olá Raul, a título de curiosidade porque tenho a mesma idade que você, ainda estou fazendo o teórico para a prova da ANAC, estou acompanhando esse drama que está faltando piloto no Brasil, até animei um pouco porque devido a idade posso ter uma chance de entrar pelo menos para a executiva, mas o que me desanima são as histórias que vejo de pilotos até experientes e mais novos, lutando por um espaço no mercado de trabalho e não estão conseguindo, isso está me desanimando um pouco e fico com um pé atrás porque o investimento é alto e talvez não tenha retorno, qual seria o seu conselho ou o que te motiva a ir em frente para que eu continue animado? Grato.

  339. Raul Marinho said, on 6 dezembro, 2010 at 6:54 pm

    Agnaldo…

    “Quem não morre não vê Deus”

  340. Rogério Werneck Assis said, on 6 dezembro, 2010 at 8:52 pm

    Olá, não li todas as suas respostas, se a minha dúvida for repetida por favor me desculpe, olhei em um anúncio o preço de um avião modelo “piper j3 cub”, e custa 75.000 reais. Minha dúvida é:
    Se eu ajuntar tres amigos interessados, e comprarmos juntos esse avião(sendo próprio) na sua opnião seria uma forma mais tranquila de voar e conseguir horas de voo com mais celeridade e economia uma vez que podemos vendê-lo após a formação? Outra dúvida esse modelo de avião seria aceito pela ANAC no processo de formação(para IFR com certeza não)? Para checar PC são necessárias 150 horas de voo, aí já estão inclusas as horas que voei no PP por exemplo? É possível checar o PC no Avião que me referí acima?
    Obs.: Temos pouco dinheiro como muitos, e estou desconsiderando a manutenção e considerando o combustivel! acredito que consigo instrutor gratuitamente devido a seu interesse em angariar horas de voo para seu curriculo! obrigado e continue assim ajudando as pessoas! muito nobre de sua parte!

  341. Rogério Werneck Assis said, on 6 dezembro, 2010 at 9:04 pm

    Outra coisa, não encontro material para estudo na internet, como a prova teórica na ANAC pode ser feita sem curso, onde eu conseguiria esse material? O senhor teria para disponibilizar? Obrigado!

  342. Danilo Werneck said, on 7 dezembro, 2010 at 12:03 am

    olá Raul Marinho:

    Tenho 19 anos, e visando o início desta carreira, estou me informando na internet. Seu blog é nota 10.

    Gostaria de saber quais os gastos eu posso substituir durante o meu pp e pc, caso eu tenha meu próprio avião…. levando em conta que não é possível ultiliza-lo em vôos por instrumentos.

    E gostaria de saber também, o que você acha da minha idéia de juntar com mais 2 pessoas interessadas, e comprar um avião de segunda mão para acomular-mos horas de vôo pagando menos (com o intúito de vende-lo após a conclusão ou outra opçao que me forneça parte do dinheiro de volta)… e se um instrutor pode ultiliza-lo como ferramenta para as minhas aulas.

    desde já, obrigado.

  343. Rogério Werneck Assis said, on 7 dezembro, 2010 at 6:34 pm

    Seria possível (exemplo grosserio para entendimento) realizar o PP em um Boieng se tivesse verba?

  344. Rogério Werneck Assis said, on 7 dezembro, 2010 at 6:36 pm

    *Boeing 737-700

  345. Rogério Werneck Assis said, on 7 dezembro, 2010 at 6:42 pm

    Gostaria também de saber se quando eu for brevetado em PP, no qual, hipoteticamente tenha realizado em um cessna 152, eu poderia voar em outros monomotores quaisquer que sejam eles, ou tenho que realizar curso específico para cada marca e modelo, dentro da mesma categoria ?

  346. Raul Marinho said, on 8 dezembro, 2010 at 6:54 am

    Rogério:

    1)Sobre a compra do avião Piper Cub para instrução:
    -Sim, poderia ser usado, mas…
    -Seria necessário voar 200h até o PC, ao contrário das 150, se fosse em avião de instrução
    -Seria preciso pagar todas as taxas aeroportuárias (avião de instrução é isento)
    -Um Piper Cub só permite que se faça as horas báiscas do VFR diurno, vc teria que alugar um avião para as horas noturnas, IFR e multi
    -Manutenção é muito mais cara do que vc imagina, e não acredito que vc conseguiria um instrutor gratuito, ainda mais hoje em dia, quando nem os aeroclubes, pagando, conseguem
    Resumindo: esqueça da idéia.

    2)As 150h são totais, ou seja: conta tudo o que vc voou, desde o PP.

    3)Sobre material de estudo para a banca de PP na net, dê uma olhada nisso aqui: http://www.pilotocomercial.com.br/

    4)Fazer o PP num Boeing… Em tese, até poderia, mas vc não conseguiria concluir o ground school para começar.

    5)Se vc checar num C152, vc poderá voar qualquer avião da classe monomotor terrestre (MNTE): Tupi, Cirrus, Mooney, até Caravan. Vc só não poderá voar multimotores ou monomotores que exijam habilitação de tipo, como os jatos e os turbo-hélices mais sofisticados, como o Pilatus. Provavelmente, o operador exigirá que vc faça o ground school e um voo duplo-comando de adaptação sempre que vc voar um novo avião pela 1a vez, mas em termos de licença vc está habilitado.

  347. Raul Marinho said, on 8 dezembro, 2010 at 12:41 pm

    Danilo,

    Veja a resposta ao Rogério (acima) sobre a questão da instrução em avião próprio. Não é um bom negócio.

  348. Agnaldo Paiva said, on 8 dezembro, 2010 at 1:10 pm

    Raul, segui seu consenho e comprei o livro do Cmte. Mansur, muito boa a leitura, mas meu caminha é outro estou seguindo Äsa Fixa”mesmo, estou na parte teórica ainda e a minha maior preocupação no momento é a banca da ANAC pois fiquei sabendo que é muito difícil e cheio de pegadinhas, conte me como foi sua preparação para as provas. Se possível, grato.

  349. Raul Marinho said, on 8 dezembro, 2010 at 2:56 pm

    Agnaldo,

    A banca da ANAC é mesmo cheia de pegadinhas, mas não é difícil para quem estudar adequadamente.
    Dicas:
    1)Fazer o curso presencial em escola de 1a linha (ex. ASP), se possível o de PP também, que não é obrigatório.
    2)Fazer muitos exames simulados, e só ir para a banca quando estiver tirando pelo menos 8,5 nesses testes.

  350. ISAAC S SILVA said, on 10 dezembro, 2010 at 2:10 pm

    Bom dia!

    Quais despesas fixas ou outras terei com a compra de uma aeronave piper senneca III ou piper seminole ou mesmo o navarro?…Aliás!? Qual a aeronave vc poderia me indicar?
    Moro em Oiapoque – AP. Aqui tem um pequeno aeroporto, costumo viajar a negócios pelo Brasil e, quero saber:
    __Que despesas terei no aeroporto aqui de minha cidade ou durante a viajem com a aeronave por outros aeroportos.
    __De Macapá à Belém os grandes aviões de linha levam em média 35 minutos. Quanto tempo levarei mais ou menos com uma aeronave pipier? Poderei voar a noite?
    __É mais barato eu pagar passagens e, continuar a fazer viagens pela GOL ou TAM por exemplo ou de aeronave própria como as que acima me referi?
    __Acho muito incomodo ter de fazer escala conexão e tenho que estar sempre à busca de passagen baratinha pra eu fazer minha agenda de negócios… Viajo fazendo compras confecções e artigos do ramo.
    Para diminuir as despesas com frete pagos às transportadoras. Posso eu mesmo trazer o que der no interior da minha futura aeronave? … Sou Micro Empresário… A carga tributaria pra nós ainda é altissima! Sem falar que praticamente não temos apoio financeiro… Tudo que tenho conseguido é com muita luta…Mais pela minha fé em o nome do Sr. Jesus Cristo sei que compro uma aeronave adequada pra eu fazer minhas viagens.
    Desde te agradeço por tudo Sr. Augusto.
    l

  351. Raul Marinho said, on 10 dezembro, 2010 at 3:31 pm

    Sr, Isaac,

    Sinto muito, mas este post não trata dos assuntos abordados pelo sr., nem eu me sinto qualificado para respondê-los.

    Ats,

    RM

  352. Wellington Figueiredo said, on 12 dezembro, 2010 at 6:28 pm

    Raul,

    Você esta de parabéns pelo blog, tenho 25 anos e trabalho como Analista de Sistemas e trazendo comigo um sonho de criança de me tornar piloto, mas devido ao alto custo para se tornar um acabei deixando de lado e agora quero retomar essa iniciativa e realizar esse sonho e com seu blog saniei varias dúvidas e seus post´s de motivação foi fundamental, agradeço novamente.

  353. Danilo Werneck said, on 13 dezembro, 2010 at 1:24 am

    Raul:

    Eu gostaria de saber sobre o registro das Horas de Vôo, por exemplo: Eu pego um avião de um empresário e dou umas voltas com ele sem utilizar aeroportos das cidades. Isso conta como hora de vôo? Eu trabalhando como Piloto Agrícola, isso conta como hora de vôo? Como é feito o registro dessas horas?

    Você conhece algum piloto comercial exercendo alguma profissão na Aviação civil? caso conheça, que qualificação ele precisou além do PC?

    Agradeço novamente!

  354. Raul Marinho said, on 13 dezembro, 2010 at 7:37 am

    Danilo,

    O registro das horas de voo é feito pela CIV – Caderneta Individual de Voo, onde vc registra todos os seus voos, e o operador da aeronave assina junto com vc. No caso de não utilizar aeroportos controlados, a checagem é feita pelos registros de manutenção da aeronave, e se o voo for de instrução, tem que preencher uma ficha de instrução também, com um instrutor assinando junto.

    Conheço vários pilotos comerciais, e a maioria tem habilitação de tipo além do PC. Por exemplo, um piloto de King Air precisa de uma habilitação de tipo do King Air para poder pilotá-lo, um piloto de Phenom 100 uma habilitação de tipo do Phenom e assim por diante. Para os comandantes da aviação comercial (TAM, Gol etc), precisa também da licença de PLA além do tipo do jato que pilotam (Boeing 777, Airbus A320, etc). Os instrutores precisam do curso de INVA e os pilotos agrícolas, do curso de PAGR. Alguns pilotam somente com a habilitação da classe MNTE ou MLTE, conforme o caso (monomotores ou multimotores terrestres) se o equipamento for mais simples (ex. Caravan ou Baron) – ou seja: esses pilotam só com o PC IFR MNTE ou MLTE.

  355. Marcio said, on 13 dezembro, 2010 at 7:45 am

    Bom dia Raul tudo bem ?

    Então passei na Anac e vc como está a sua formação ? Diga uma coisa estou pensando em fazer o teórico PC sem checar o PP, vc acha tranquilo ???

  356. Raul Marinho said, on 13 dezembro, 2010 at 7:56 am

    Parabéns, Márcio! Eu estou próximo do cheque de PC, faltando 1,3h de IFR e 7h de simulador, com o PC-IFR teórico e CCF de 1a classe. Digamos que estou nos 44min do 2o tempo, torcendo para não ter acréscimos…
    Eu fiz o PC teórico sem checar o PP, e foi tranquilo. Só que a ANAC não está mais permitindo isso, pelo que eu saiba. Dê uma checada no aeroclube.
    Abs,

  357. Marcio said, on 13 dezembro, 2010 at 8:12 am

    Agora estou confuso pq acabei de ver que em Março vai entrar a Licença de Piloto de Tripulação Multipla então fazer o PC agora nao sei, se seria vantagem pq posso fazer direto o MPL

  358. Paulo said, on 13 dezembro, 2010 at 3:26 pm

    Raul

    bastante trabalhoso se tornar piloto de cia aérea né? mas pra quem gosta vale a pena!!!
    então pelo que entendi… gastaria em torno de 15 mil para checar o curso de PP
    mais uns 35 mil para checar o Pc
    e quanto gastaria para continuar e me tornar um piloto de cia aérea? quanto serias os custos totais para pilotar para a Tam por exemplo?
    Obrigado
    Abraços

  359. Raul Marinho said, on 13 dezembro, 2010 at 6:21 pm

    Márcio,

    Ainda não está claro quando e como vai ser essa história de MPL, mas enquanto ela não acontece, vai fazendo o seu PP prático, porque é certo que isso continuará sendo obrigatório. E o PC teórico também.

  360. Raul Marinho said, on 13 dezembro, 2010 at 6:25 pm

    Paulo,

    Vc só gasta dinheiro do próprio bolso até o PC, no máximo até o cheque de multimotores. Daí para a frente, quem paga a sua instrução é o seu empregador (no seu exemplo, a TAM).

  361. Paulo said, on 14 dezembro, 2010 at 4:03 pm

    RAul…
    fiquei sabendo que a anac vai incentivar as companhias aereas a formar seus proprios pilotos, o que vc acha?
    E se for verdade, sera que seria interessante fazer os cursos de pp e pc, uma vez que ja estou dentro de uma companhia aérea, porém estou em outra aerea!
    aBraços

  362. Raul Marinho said, on 14 dezembro, 2010 at 7:18 pm

    Paulo,

    Vc está falando da nova licença da ANAC, a MPL-Multicrew Pilot License, que pelo que entendi funcionaria assim: o sujeito faz o PP normal, e depois, ao invés de fazer as horas do PC, ele só faz o teórico de PC e PLA, e “voa” 200h no simulador – equipamento este que poderia ser da cia aérea, daí a história que as cias estariam formando os próprios pilotos. Esse piloto (MPL) poderia, então, atuar como copila com 240h, sendo que pilotando de verdade mesmo, seriam só 40h.
    Bem… E depois, como faz para o MPL virar comandante? O sujeito tem que voltar para o aeroclube, checar o PC e sair pilotando Seneca Brasil afora depois de passar 10 anos na cabine de um Airbus? Ou a idéia é deixar o cara para sempre na direita? E aí, quem é que vai para a esquerda, o piloto da executiva, que tem experiência em comando, mas não conhece nada de aviação comercial? Sinceramente, ainda não entendi direito qual é a proposta. Vamos aguardar e ver como a coisa fica, o que as cias falam.
    De qualquer maneira, como já disse antes, o PP continua igual, e é certo que ele será um pré-requisito tanto para o PC quanto para o MPL, assim como o PC teórico. Então, se sua intenção é virar piloto, comece o seu PP e vá acompanhando as notícias.

  363. leo said, on 15 dezembro, 2010 at 10:28 pm

    Ola Raul …. legal seu blog !!!
    Conteudo muito informativo Parabens !

    Todo mundo sonha realizar desejos de crianca , uns na busca de certos trabalhos por questoes de melhor valor de salarios outros ja buscam pq e o que sempre sonham fazer independente de quanto se vai ganhar …. e sim pelo prazer de fazer o que gosta .

    Mas ai vai uma pergunta comparado a muitas areas ( que ficaram saturadas) e levando em contat a lei de oferta e procura , tive amigos que comecaram determinados curso pq a midia na epoca jogou na teve que faltava profissionais naquela area ou que o slogan antes era : essa sera a profissao do futuro !!!… em fim muitos foram para bancos de faculdades e quando terminaram o curso ou ja nao tinha mais emprego naquela area como era antes (saturol) ou a tal profissao do futuro realmente ficou para um futuro mais distante ainda ,
    Conheco pessoas que gastaram um bom dinheiro nessas situacoes ,
    mas se atualmente falta piloto ou vai faltar pode ser complicado afirmar, o que vc acha que essa correria toda de muitos para cursos e outras ideias vai gerar num futuro bem proximo , Nao se corre o risco de ter mais profissionais do que servicos disponiveis na aviacao , pois a quantidade de pessoas interessadas em fazer so tendo em vista os grandes salarios nao ira gerar uma desvalorizacao no mesmo ( pode se comparar os antigos grandes salarios (VASP e VARIG) e os atuais . Toda profissao tem seu teto salarial , talvez o piso salarial de piloto ainda esteja acima das medias de muitos outros empregos mais sei la … vi as metas de empresas como tam e Gol na compra de novas aeronaves ate 2012 e reparei na quantidade de pilotos ( empregos ) que uma aeronave pode gerar tambem .
    Mas se fizer uns calculos simples imagino que a quantidade de pilotos que vai surgir pode vir ser bem maior que a oferta de empregos que teram no futuro .
    O mercado externo tambem tem muitas pessoas se formando na area de aviacao entao a correria nao esta sendo so a nivel Brasil.
    Talvez a materia dos jornais no futura vai ser ….. nessa epoca seja
    ” estao sobrando pilotos .. cade empregos ” he he he …… em fim foi so um comentario … tudo pode acontecer ..
    Sucesso a vc nesse mundam dos Ceus !!!!!!!
    Abraco

  364. allister monteiro said, on 16 dezembro, 2010 at 1:19 am

    amigo gostaria de saber que tem problema de visao de 2 graus e meio , e seratocoma no olho esquerdo passa no exame medico , espero resposta obrigado

  365. Raul Marinho said, on 16 dezembro, 2010 at 8:51 am

    Leo,

    Entrar na aviação só porque se está dizendo que vai faltar piloto é uma grande burrada. Em primeiro lugar, porque ao se abraçar uma profissão, o compromisso é de longo prazo (20, 30 anos ou mais), e nesse período é praticamente impossível que não haja crises. Depois, porque a aviação requer características pessoais muito peculiares, não é para qualquer um: se o cara não gostar muito da coisa, não vai para a frente, não adianta insistir. De qualquer maneira, para quem já estava “namorando” a aviação, a boa fase pode servir como um catalisador.

  366. Raul Marinho said, on 16 dezembro, 2010 at 8:53 am

    Allister,

    Pegue a RBHA67 e leve ao seu oftalmologista.

  367. Leandro H said, on 17 dezembro, 2010 at 4:01 am

    Raul, obrigado pelos esclarecimentos e parabéns pelo post! Aprendi muito mais aqui do que em dois meses buscando informações pela internet.
    Sua humildade o tornam uma pessoa grande, continue com o trabalho e sucesso em sua carreira!

  368. leo said, on 26 dezembro, 2010 at 10:44 pm

    Ola Raul ….. tudo bem?

    Andei pesquisando sobre regras de regulamentacao de cada paises,
    e em relação a fazer meu curso todo no Brasil ou faze-lo por partes ( europa e USA ), porem minha teoria e uma coisa e pratica muda tudo pois andei acompanhando um relato de um outro blog onde um piloto ate muito experiente com mil e tantas horas de voo diz nao ter conseguido emprego por ter a FAA e ao tentar fazer a mudanca da licensa dele de FAA para o JAA nao conseguiu…. um dos motivos alegados por ele ” teve problemas nos resultados de exame 1 classe”… bom foi o que eu consegui ter certeza do ingles dele pois o mesmo tem outra nacionalidade . E tambem na pratica nao sei se minha ideia daria muito certa, como o caso de fazer o PPa Brasil e depois o PCa Europa ou USA .
    As horas de voo na europa tambem nao sao muito baratas e talvez o curso todo no Brasil de PP e PC sai mais em conta ….
    Mas como voce tem muito contatos com pilotos ja ouviu relatos de transtornos na troca desses tipos de licencas… no caso de pilotos que ainda nao sao muito experientes mais tentam buscar o mercado de trabalho europeu?
    Ainda nao sei extamente onde sera meu foco de trabalho , opto ir para onde o vento me levar , mas eu nao queria ter transtornos futuros com isso . ( vi o caso de muitos pilotos indo trabalhar nos emirados arabes e outros lugares fora, mas ai ja sao casos de pilotos com uma experiencia boa tambem e um curriculo grande …. e ate o famoso “QI” ….. sou a favor de comecar a coisa da forma certa… … mas tambem gosto de por tudo na balanca Vai que eu nao tenha um bom ” QI ” na epoca de procurar trampos ….. entao queria um conselho/opiniao apenas
    Gostaria de tentar aproveitar a oportunidade e acrescentar no curriculo a aviacao em outros paises , talvez seja um toque a mais no curriculo na hora de tentar uma vaga no Brasil …… Morar fora tem suas vantagens de aprendizado/ amadurecimento /cultura, mas nada e igual o nosso lar …. sempre da muita saudade ….. Atualmente estou na Europa !
    Por isso minha duvida … saio daqui e vou tentar fazer o curso todo no Brasil ou tento por aqui mesmo e depois so faco as trocas ai no Brasil ja que e minha terra natal mesmo ? OBS: Se fosse voce tendo chance o que faria : pagaria um pouco mais caro e faria tudo Europa /USA ou economizaria e faria no Brasil salvando uma grana ?

    abraco .. … antes de mais nada obrigado !!!! Parabens por sua iniciativa de exclarecimentos !!!!!!!!!

  369. Raul Marinho said, on 27 dezembro, 2010 at 9:57 am

    Leo,

    Esses dias eu conversei com um cara que fez o PC nos EUA e posso te dizer que:

    1.Os parâmetros para concessão de CCF de lá (EUA) são, de fato, bem mais flexíveis que os daqui – ou seja: vc pode ser aprovado nos EUA e não ser no Brasil, daí vc não poder exercer a profissão aqui. Ou seja: antes de viajar, faça o exame no Brasil para evitar dissabores.

    2.A hora de voo nos EUA é uns 40% mais barata que no Brasil, e vc pode voar como “safe pilot” (uma espécie de co-piloto de avião que só requer um piloto) de graça, contando hora. Só que, se vc colocar o custo de viagem+hospedagem+alimentação lá fora, talvez não valha a pena.

    3.A convalidação da licença para a ANAC ér complicada, demorada, e eles geralmente glosam as horas de “safe pilot”. Ou seja: vc tem 250h na CIV americana, mas só 150 na CIV brasileira.

    4.Para o mercado nacional, ter voado no exterior não costuma contar a favor, pelo contrário: a experiência no Brasil é que conta. Sua única vantagem será uma maior facilidade no exame de proficiência linguística da ICAO.

    5.Voar na Europa ou nos EUA só é permitido para quem tem cidadania do país ou green card. Estrangeiro só voa livremente em países com falta de pilotos, como China, Índia, África e Oriente Médio.

  370. William said, on 29 dezembro, 2010 at 4:31 pm

    Oi Raul!

    Parabéns pelo seu blog…
    Achei muito interessante mesmo, repleto de informações para quem pretende seguir carreira na aviação civil, ou até para quem já é da área. Devo iniciar o teórico PP agora em janeiro/2011, mês que também faço 36 anos, tenho a intenção de fazer o mais rápido possível até concluir o PC. Por gentileza, gostaria de uma ajuda com minha dúvida se possível.

    Quando terminar o PCH, com apenas 100 horas, como realmente chegar nas 500 horas, quais são as alternativas para resolver esta situação sem precisar pagar?

    Tendo em vista que:
    1 – As operadoras não contratam antes das 500 horas pela questão do seguro da aeronave.
    2 – Geralmente os helicópteros não necessitam de co-pilotos.
    3 – O recém piloto não tem amigo dono de helicóptero.

    Li em um comentário passado seu, que o cara consegue voar 10/15 horas por mês, levando de 3 a 4 anos para conseguir chegar nas 500 horas, mas como?

    Desde já, grato!
    Abraço e bom ano novo.

    William

  371. Raul Marinho said, on 30 dezembro, 2010 at 9:31 am

    William,

    Chegar às 500h na asa móvel é um drama, mesmo… pelo que eu tenho conversado com os PCHs recém-checados, os caminhos mais comuns são os seguintes:

    1-INVH: tem gente que está fazendo 40-50h/mês dando instrução!
    2-“Carsystem”: é como chamam, genericamente, a atividade de atender a chamados de empresas de rastreamento de carros, bancos, cargas, etc.
    3-Amazônia: voar em lugares ermos no Norte do país
    4-Repórter aéreo: esse, mais para quem está com umas 300-400h
    5-Executiva em acfts sem seguro (bem mais raro).

  372. Rafael Valentim said, on 5 janeiro, 2011 at 8:31 pm

    Belíssimo Blog Raul!

    Estou lendo este seu post justamente no dia em que fui reprovado nos exames para o CCF! E por coincidência, também fui reprovado pelo motivo pouco criterioso o qual o seu amigo foi também reprovado… ANSIEDADE!

    Agora, meus amigos, me digam…

    Qual pessoa nesse mundo fica 12 horas em jejum e ainda passa a manhã toda sem ter tempo nem pra tomar uma água… E ainda no fim da manhã enfrentar uma entrevista com um psiquiatra? Não tem ser humano no mundo que não fique no seu estado normal de ansiedade numa situação dessas! Não sou e nunca fui ansioso na minha vida toda, muito pelo contrário, sou calmo até demais!

    Fiz os meus exames no Hospital da aeronáutica do Recife e sinceramente achei uma total bagunça, te jogam em um corredor e é um deus nos acuda sem você saber pra onde ir e por onde começar, isso quando o médico não vai embora antes de terminar de examinar todos as pessoas que lá esperavam! Não tem cadeiras para que você sente, você tem que ficar de pé o tempo todo!

    Um desrespeito!

    Por essas e outras que eu as vezes desanimo da carreira de piloto, porém, a paixão fala mais alto e tento todos os dias reencontrar forças para continuar lutando pelo meu sonho! A batalha de hoje eu perdi (ou me fizeram perder) mas a guerra eu irei vencer! Daqui a 180 dias estarei lá novamente…

    Um abraço a todos!
    Rafael Valentim.

  373. Raul Marinho said, on 5 janeiro, 2011 at 8:52 pm

    Rafael,

    Esqueça essa história de hospital da aeronáutica… Tire seu CCF de 2a classe em clínicas particulares, e o de 1a no CEMAL-Rio.

  374. Rodrigo said, on 6 janeiro, 2011 at 8:33 pm

    Raul muito obrigado por todas explicações q vc disse acima.. muito obrigado msm… eu tenho 18 anos sou funciorari publico em itapevi-sp, trabalho em escola sou concursado, vou fazer faculdade nesse ano de Edu.Fisíca… gosto muito de crianças… mais a minha paixão des de moleque msm é ser pilo.. quando eu os pilotos de heli.. e de avião eu fiko nossa doidinho observando.. mais num sei cara eu msm quero ser piloto de helicoptero mais num tenho condições finaceira assim pra paga tudo … ganho um pouco mais do que um salario minimo… Mais esse é o meu sonho….o q devo fazer…??? fike com Deus.. abs..

  375. João Victor said, on 7 janeiro, 2011 at 1:33 am

    ola raul, gostei muito do seu blog
    e queria que voce me ajudasse em uma resumida de tudo,
    quero muito me tornar piloto de aviao,de preferencia em uma companhia aérea,
    entao,para mim tirar todas as habilitaçoes que preciso,quanto gasta para tirar todas elas,ate me tornar piloto
    ou ate eu tira pelo menos a pc?
    um abraço.

  376. Raul Marinho said, on 7 janeiro, 2011 at 9:15 am

    Rodrigo,

    Fique de olho nos programas de bolsas que deverão surgir em 2011. A ANAC já disse que vai conceder bolsas para helicóipteros este ano. Enquanto isso, vá adiantando a parte teórica e tirando seu CCF para poder concorrer – e, na medida do possível, faça umas horinhas de voo também.

  377. Raul Marinho said, on 7 janeiro, 2011 at 9:19 am

    João Victor,

    O custo da habilitação vai depender de onde vc voar, da tua capacidade, e da modalidade pretendida (IFR, MLTE etc). Regra geral, vc vai gastar uns R$50mil até o PC.

  378. junior said, on 7 janeiro, 2011 at 7:15 pm

    gostaria de ingressar nessa carreira tenho 17 anos, mais naum tenho condições financeiras para pagar 10 a 15 mil ne uma carteira. mais deixa futuro quem sabe. tem pacelamento no pagamento?

  379. Raul Marinho said, on 8 janeiro, 2011 at 3:45 pm

    Junior,

    A única opção de parcelamento que conheço é da escola EJ, de Itápolis e jundiaí, que divide pacotes de valor superior a R$8mil em até 10 vezes no cartão.

  380. Rodrigo said, on 8 janeiro, 2011 at 10:58 pm

    sabe quando mais ou menos irá ser divulgado essas bolsas???

  381. Raul Marinho said, on 9 janeiro, 2011 at 12:07 am

    Rodrigo,

    No ano passado, divulgaram em janeiro…

  382. Adriano said, on 10 janeiro, 2011 at 1:47 pm

    Boa tarde Raul, sou formado em administração tenho 28 anos, gostaria muito de ser um piloto profissional de avião, entrei no curso agora na sky works em Bragança Paulista, e depois vou fazer as aulas aqui no aeroclube de bragança mesmo.
    Perguntas:
    1-) o aeroclube de bragança é bom??
    2-) Só com mais de 500 horas de voo consigo entrar numa gol, azul, tam…., ou depois que eu terminar pc ja consigo??
    3-) Você acha que com a minha idade ainda consigo seguir carreira como piloto??
    4-) ja tive bronquite quando era criança, sera que isso atrapalha??
    Obrigado, e parabens pelo seus comentarios.

  383. Raul Marinho said, on 10 janeiro, 2011 at 2:54 pm

    Adriano,

    1)O Aeroclube de Bragança é muito bem conceituado, e seguramente está entre as 10 melhores escolas de aviação do país.

    2)Hoje em dia, algumas cias, como a Passaredo, exigem 300h, mas as grandes ainda requerem 500h ou mais (a TAM, 1.000h para quem tem curso superior ou 1.500h para quem não tem), e nenhuma pega recém-brevetados no PC.

    3)Tradicionalmente, as cias costumam contratar até o limite de 35 anos, mas hoje em dia a maioria está elevando esse limite para 40 anos ou mais.

    4)Em princípio, não, mas seria bom vc fazer uma visita ao pneumologista com o RBHA67 e confirmar.

  384. Fabiano José said, on 19 janeiro, 2011 at 10:44 am

    Raul, td bem? Procurando opções mais baratas para seguir a carreira encontrei uma escola na argentina em que o custo de voo de um Piper PA-11 está em torno de 33.00 dolares, para validar estas horas no Brasil é muito dificil? Posso checar o PC na argentina e valida-lo no Brasil?

    Mto grato e parabéns pelo blog..

  385. Raul Marinho said, on 19 janeiro, 2011 at 12:09 pm

    Fabiano,

    Vc sabe o que é um Piper PA-11? Dá uma olhada nisso aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Piper_PA-11

    Um avião desses tem, no mínimo, 60 anos de uso. Nada impede que ele esteja em bom estado, mas para isso, sua manutenção tem que ser excepcional. Então me diga: como fazer isso cobrando US$33/hora??? Vc já pensou no risco que seria voar num avião dessa idade sem manutenção?

    E a gasolina? No Brasil, a AVGAS está por volta de R$4,60/l, e um avião desses bebe 20l/h, ou seja: custa R$92/h só o combustível, ou cerca de US$52. Por mais que a gasolina seja mais barata na Argentina, duvido que sobre alguma coisa dos US$33 cobrados. Isso sem contar o instrutor, os custos administrativos, o lucro… Resumindo: deve ser arapuca, saia dessa.

    Mas respondendo à sua pergunta, dá para checar no exterior, sim, tanto o PP quanto o PC, e convalidar a licença na ANAC depois, desde que o país onde vc voou seja signatário da OACI (e a Argentina é). Só que é uma baita dor de cabeça, vai levar tempo e custar dinheiro, vc vai ter que refazer o cheque, e pode ser que a ANAC glose algumas horas (p. ex.: nos EUA, as horas de “safety pilot” são excluiídas pela ANAC). Eu acho furada, é muito melhor vc tirar a tua licença aqui em mais tempo, tomando dinheiro emprestado, voando em aeroclubes no interior etc.

  386. Alexandre Sena said, on 19 janeiro, 2011 at 2:11 pm

    Caro Raul, parabéns pelo site e pela sua disposição em responder as perguntas. Eu gostaria de tirar algumas dúvidas. Tenho 36 anos e gostaia de começar meu curso no Aeroclube aqui de SSA-Ba a escoala Manch, minha intenção era fazer o nível superior de Cências Aeronáuticas na FTC porém depois de pesquisar bastante optei pelo Aeroclube mesmo, o seu conselho teve mais peso. Uma pergunta é: Existe concurso da Infraero para PP, PC ou PLA? se sim é só p nível superior? As grandes companhias como TAM, GOL, VOEAZUL aceitam pilotos com mais de 40 anos? se não, qual seria a fatia de vagas que eu estaria perdendo neste caso? por ter 36 e provavelmente quando tiver 38 sendo PC será que encontrarei muita dificuldades em conseguir vaga no merdcado? é q vou investir todo o dinheiro q juntei até hoje que seria utilizado p comprar meu apartamento, então tenho q fazer com o menor rísco possível. Como sou casado e tenho um filho de 9, meu medo mesmo é só o desemprego depois de tanto investimento.
    Muito obrigado.
    Alexandre Sena.

  387. Raul Marinho said, on 19 janeiro, 2011 at 2:48 pm

    Alexandre, vamos lá:

    1)Existe concurso da Infraero para PP, PC ou PLA? se sim é só p nível superior?
    Não, a Infraero cuida dos aeroportos e não precisa de pilotos.

    2)As grandes companhias como TAM, GOL, VOEAZUL aceitam pilotos com mais de 40 anos? se não, qual seria a fatia de vagas que eu estaria perdendo neste caso?
    Tradicionalmente, o limite de idade das grandes cias é de 35 anos, mas atualmente estão aceitando maiores de 40, sim.

    3)por ter 36 e provavelmente quando tiver 38 sendo PC será que encontrarei muita dificuldades em conseguir vaga no merdcado?
    A perspectiva é boa, e todo mundo está dizendo que vai melhorar, mas garantido mesmo só a Semp Toshiba, né?

  388. Evandro said, on 21 janeiro, 2011 at 5:49 pm

    Olá Raul eu li o seu blog e augumas perguntas e respostas,eu completei 15 anos agora no dia 19,moro em Goiânia e quero muito ser piloto de avião (especificamente pilotar nas compnhias como gol,tam e outras) eu não sei por onde começar eu estava pesquisando na internet e achei a escola EPCAR (escola preparatoria de cadentes do ar) eu não sei se começo por ai para ser piloto. Eu não tenho disponibilidade de pagar cursos como PP,PC e as horas de pilotagem de são muito caras para mim. Eu queria saber por onde e como começo sendo que eu não tenho condições para arcar á cursos e será que o governo não da esses cursos e horas? Seria muito grato se me respondesse.
    Muito Obrigado
    Evandro.

  389. Raul Marinho said, on 22 janeiro, 2011 at 12:03 pm

    Evandro,

    A EPCAr é o começo da carreira para o oficial aviador da FAB (depois dela, vc estuda na AFA e sai piloto militar), portanto não é o caminho para vc ser piloto de linha aérea, como vc quer. No seu caso (sem recursos para as horas de voo), existem dois caminhos: 1)Bolsas de estudo: a ANAC já concedeu duas bolsas, e deve continuar com o programa no futuro; e 2)Trabalhar em empresas de aviação em cargos burocráticos ou como comissário, e ir subindo aos poucos.

  390. Devino said, on 22 janeiro, 2011 at 5:53 pm

    caro Raul Marinho,
    moro no Mato Grosso e acho que aqui na regiao, ser piloto agricola e uma boa opcao , ja fiz curso de PP, falta ir para Cuiaba fazer a prova da ANAC.
    Sei que o salario e bom, em torno de 20% da renda bruta do dono da aeronave.(nao sei qual a renda liquida)
    sera que compensa trabalhar para uma empresa ou comprar o proprio aviao?
    Um Ipanema a alcool 0 km esta na faixa de 600.000,00.
    estou aguardando sua resposta. obrigado.

  391. Raul Marinho said, on 22 janeiro, 2011 at 7:53 pm

    Devino,

    Faz o seguinte: consiga tua carteira de PAGR (o que não é fácil, nem rápido, muito menos barato: são 400h de voo!), voe uns anos para os outros, e aí vc decide se vale a pena comprar seu próprio avião ou não. Adquirir uma aeronave é muito mais complexo do que parece, os custos variáveis são enormes, assim como o risco do negócio, e o único jeito de vc conhecer o terreno que está pisando é trabalhando algum tempo na área.

  392. Max Alves said, on 23 janeiro, 2011 at 11:30 am

    Saudações, Raul

    Meu nome é Max, tenho 30 anos
    Seu blog é cativante, já o li completamente, contudo, não achei uma informação, que p/ mim é peculiar.
    Tenho uma artrose pós traumática no joelho direito, devido a acidente motociclistico, que me dificulta a carregar peso, subir e descer escadas com frequencia, correr, pular de lugares altos.
    Apesar de mancar um pouco, (quase nada) vou voltar a trabalhar agora, porém numa outra função. Eu viajo, dirigindo meu carro de BH-MG até Brásília, numa boa sem sentir nada.
    Por acaso, me interessei por essa área da aviação. Aí vai a pergunta:
    Será que vou enfrentar algum problema no teste de saúde?

  393. Raul Marinho said, on 23 janeiro, 2011 at 9:30 pm

    Olha Max… O que eu posso dizer é que se eu tivesse esse problema que vc relatou, ninguém perceberia no exame que eu fiz. Mas, em todo caso, o mais garantido é vc gastar R$370 e fazer um exame médico no Hospital da Aeronáutica, e ver o que dá.

  394. wlandecir said, on 25 janeiro, 2011 at 2:42 pm

    Boa tarde Raul, dei uma lida do começo ao fim das suas resposta e resumo….fiquei feliz por ter profissionais como você, dando dicas para nós pessoas cruas na aviação agradeço pela atenção desde já!!!! Tenho 24 anos e estou muito interessado em começar a carreira de piloto avião/helicoptero……Moro em Araraquara-Sp e vi que voce falo que em Araraquara é mais barato, se for possível gostaria que voce me desse informações certas para eu virar um piloto profissional, desde o começo, pois sou CRU!!!!! O que preciso fazer antes de tudo??? os passos certo na sequencia??? e o valor R$ que iria gastar por mes????o tempo que iria gastar e o valor R$ para tornar um piloto PLA??? qual a cidade mais barato para fazer os cursos Campinas/pirassununga/Sao paulo,etc???…….que DEUS te acompanhe sempre e sucesso cada vez mais na sua carreira.

    Atenciosamente, Wlandecir
    Grato

  395. wlandecir said, on 25 janeiro, 2011 at 2:45 pm

    esqueci de avisar, tenho BRONQUITE, uso a bombinha…….mais é muito pouco o uso, dura uns 3 meses casa bombinha

  396. wlandecir said, on 25 janeiro, 2011 at 2:53 pm

    tinha bronquite quando era pequeno e fiz tratamento, hoje em dia é raro eu ter, e quando tenho dou uma espirrada na bombinha e passa na hora, nunca tive caso serio de ficar sem ar, é vicio, pois a bombinha vicia!!!!!

  397. Raul Marinho said, on 25 janeiro, 2011 at 9:10 pm

    Wlandecir,

    O 1o passo é checar esse seu problema de bronquite. Veja o que diz o RBH67:
    67.35 – REQUISITOS PNEUMOLÓGICOS
    (a) O inspecionando não deve ter antecedentes clínicos comprovados ou diagnóstico clínico de:
    (1) Afecção aguda dos pulmões, das pleuras e de outros órgãos intratorácicos;
    (2) Doença pulmonar crônica;
    (3) Asma brônquica;
    (4) Evidências de hipertensão pulmonar;
    (5) Antecedentes de pneumotórax de repetição e/ou presença de patologia que, a critério do especialista, possa provocá-lo.
    (6) Neoplasia de tórax.
    (b) O Raio X de tórax faz parte de todo exame inicial e dos exames de revalidação para todas as
    classes, nos prazos previstos; a periodicidade de Raio X de tórax não deverá ser inferior a 12 meses,
    salvo indicação clínica.

    Recomendação: faça o exame médico antes de qualquer coisa.

  398. wlandecir said, on 26 janeiro, 2011 at 4:38 pm

    Fala Rauuuuuuuuul, marquei para amanha os exames!!! eu imprimi o que voce me mandou e entreguei pra medica, vizinha de casa! segundo ela num vo ter problemas, se deus quiser!!!semana que vem sai o resultado……esses exames eu posso usar na hora que eles me pedir???? (em vez de fazer denovo, posso usar esse),…..Pretendo faze no AeroClube Rib. Preto, pois eh mais perto!!!! estou entre Rib. Preto e Campinas….qual voce acha q é mais cnceituado???

  399. Raul Marinho said, on 26 janeiro, 2011 at 5:01 pm

    Wlandecir,

    Economize seu dinheiro com exames particulares. Vc tem que fazer os exames no HASP – Hospital da Aeronáutica de São Paulo, que fica no Campo de Marte, na Capital. Passe antes no aeroclube (qualquer um serve) e peça uma carta de encaminhamento. Ligue no HASP e agende (11)2224-7050.

  400. wlandecir said, on 26 janeiro, 2011 at 6:05 pm

    Acabei de conversa com um amigo meu que faz Aeroclube Paraná em Curitiba, ele passo no teorico da banca e tah com 30hrs aeroboero 115 pratica no P.P.!!!!!!!! Muito mais barato e muito mais conceituado que em Ribeirão Preto…….Pretendo faze em Ribeirão porque é mais perto dia 10fev abre matricula ( mais agora ele me deixo com medo do Aeroclube Rib. Preto de não ser bem falado e pouco conceituado)…..O que voce acha do Aeroclube de Rib Preto??

  401. Raul Marinho said, on 27 janeiro, 2011 at 8:27 am

    Wlandecir,

    Por enquanto, esqueça de aeroclube, de Boero, de matrícula em curso de PP. Sua única preocupação deve ser tirar o CCF. Ligue lá no HASP, marque seu exame, e depois preocupe-se com o resto.

  402. Raul Marinho said, on 27 janeiro, 2011 at 8:54 am

    Alecsandro,

    Completarei 32 anos em fevereiro, você acha que com essa idade enfrentarei barreiras para entrar na aviação, como piloto de linha aérea?
    R: Não.

    Vou ter uma caixa de aproximadamente R$ 200.000,00 para iinvestir na minha carreira, em sua opinião, com esse valor disponível, qual seria o melhor investimento, Piloto de avião ou Helicóptero, visto que tenho paixão por ambos?
    R: Helicóptero, principalmente por causa do pré-sal.

    Estou em contato com a EJ, por ser bem mais rápida a formação teórica e prática, você acha que o fato de estudar na EJ será algum diferencial na hora de buscar uma vaga no mercado?
    R: A EJ não possui helicópteros, mas se vc decidir ficar na asa fixa, recomendo. De qualquer maneira, não faz muita diferença qdo vc for procurar emprego.

    Meu nível de Inglês é intermediário (concluido), cursando o avançado em escola regular.
    R: Depois, procure um professor especializado em preparação para a prova do ICAO. Não é muito difícil.

    Caso possa me aconselhar de alguma forma, ficarei muito grato.
    R: Adicionalmente, posso te dizer que a carreira de piloto de helicóptero é meio complicada para começar, pois quem tem menos de 500 horas tem muita dificuldade. Então, reserve uma parte do dinheiro da venda da empresa para se sustentar nos anos iniciais, ou mantenha uma atividade paralela no início. A melhor escola de helicópteros aqui de SP é a Go Air, no Campo de Marte.

  403. Edgar said, on 28 janeiro, 2011 at 1:21 pm

    Raul,
    Boa Tarde.

    Estou com planos para iniciar a carreira de piloto.Nesse ano espero ingressar na profissão de DOV, estou fazendo o curso, para que com a maior remuneração, comece a fazer as minhas horas. Esse ano, farei trinta anos.Com quantas horas eu já consigo ir pro Taxi Aéreo para acumular mais horas, e assim evitar maiores gastos com hora de vôo em Aeroclube?Além disso, meu inglês está péssimo.Isso pode interferir para ingresso no Táxi Aéreo?

  404. Raul Marinho said, on 28 janeiro, 2011 at 2:01 pm

    Edgar,

    Vc está corretíssimo em começar como DOV para depois tornar-se piloto. Entretanto, muito errado nessa sua idéia de pilotar profissionalmente antes de concluir o PC. Não faça isso: é ruim para a categoria, e perigoso para vc, além de ilegal. Também seria bom vc melhorar o seu inglês, que mesmo não sendo indispensável para o táxi aéreo, pode te atrapalhar para subir na carreira.

  405. Edgar said, on 29 janeiro, 2011 at 8:57 am

    Raul,
    Vc comentou sobre não ser muito bom ir pro Taxi Aéreo, antes do PC checado. Mas muitos colegas que são pilotos, me disseram que as empresas de Taxi Aéreo estão admitindo só com o PP checado, pois dessa forma a empresa segura o piloto mais tempo com ela, pois as grandes empresas não irá contratá-lo tão rapidamente.Quer dizer então que isso não é válido? Quantas horas então terei que pagar até checar meu PC?

  406. Raul Marinho said, on 29 janeiro, 2011 at 9:24 am

    Edgar,

    Não é que “não é muito bom”, é que é proibido, perigoso e anti-ético. Se vc pilota num táxi aéreo só com o PP, vc está infringindo a lei, é a mesma coisa que vc operar um paciente de câncer tendo feito só um curso de enfermagem. Além disso, com 35h (o mínimo do PP), vc não tem experiência para pilotar com segurança, sua chance de sofrer um acidente é muito grande. E, finalmente, fazendo isso vc tira o emprego de um PC checado, já que um PP vai topar pilotar de graça ou por muito pouco dinheiro.
    Vc vai ter que pagar no mínimo 150h para checar o PC. Leia meu post https://raulmarinhog.wordpress.com/2011/01/18/pc-pratico/ que vc entende melhor isso.

  407. Diego said, on 31 janeiro, 2011 at 6:46 am

    Olá Raul, acompanho seu blog e até ja fiz uma pergunta mais pra cima e agradeço mais uma vez pela a sua ajuda nas nossas dúvidas.
    Bom.. estou com 16 anos e terminei o ensino médio em 2010. Pretendia fazer faculdade de Ciencias aeronauticas no rj mas nao poderei fazer esse ano por causa da idade. E depois de tanto ler o seu blog parei rpa pensar melhor e acho que o melhor seria eu nao fazê-la e ir direto para o teórico, aeroclube quando tiver idade (faço aniversário em 28 set), seria mais válido fazer isso?
    E tbm como tenho esse ano livre, vou começar a fazer curso de ingles para no futuro eu poder progredir na carreira.
    obrigado, abraço

  408. Raul Marinho said, on 31 janeiro, 2011 at 8:10 am

    Diego,

    Eu acho que o único curso de CA que vale a pena é o da PUC-RS. Se for para ficar no Rio, faça um curso “normal” (Administração, Engenharia, Direito, etc) que é mais negócio. E já que vc está á toa nesse ano, aproveite para começar a se familiarizar com a aviação: procure conhecer uma oficina de aviões, faça uns voos de planador, ultraleve, parapente, asa delta, visite museus, e se der tempo, comece a dar uma lida nos livros técnicos da área.

  409. Edgar said, on 31 janeiro, 2011 at 9:04 am

    Raul,

    Muito Obrigado pelos esclarecimentos ! Daqui pra frente vc vai ser meu “guru” !!

  410. Diego said, on 31 janeiro, 2011 at 1:12 pm

    acho que eu vou fazer facul de comércio exterior então, não sinto vontade de fazer nenhuma “normal”. Pq o que vai importar msm é ter um curso superior, né?

  411. Raul Marinho said, on 31 janeiro, 2011 at 3:10 pm

    Mas comércio exterior é um curso “normal” (no sentido que eu quis dizer, que não é específico para aviação). E, sim, o que importa é ter um curso superior, nem quer seja de corte e costura… O que não faz muito sentido na minha opinião, mas é assim que os RHs das cias aéreas estão fazendo atualmente.

  412. Diego said, on 31 janeiro, 2011 at 10:53 pm

    uauaauhuahau entendi, realmente nao faz muito sentido
    valeu

  413. Raul Marinho said, on 2 fevereiro, 2011 at 1:25 pm

    Edgar, só mais uma coisa sobre pilotar para táxi aéreo só com o PP:

    Se o táxi aéreo for homologado, oficial, e operar dentro da lei, é impossível que um piloto só com PP atue. Logo, além de tudo, o tal táxi aéreo que contrata PP é pirata, o que agrava ainda mais o risco.

  414. Paulo Afonso said, on 4 fevereiro, 2011 at 3:04 pm

    Ola Raul. Tenho acompanhado seu blog e ele tem sido muito importante para tirar minhas duvidas. No entanto há uma que nao consigo sanar completamente. Tive bronquite na infancia mas nao a apresento mais a teeempos. Visando me tranquilizar, fui a um médico que me fez a auscuta, analizou o raio x do meu pulmao e disse que, de acordo com esses exames, estou com o pulmão O.K. Estou prstes a retirar meu CCF de 2 classe, me informei sobre o assunto e creio que vai haver problemas com ele mas queria saber em detalhes, como é o exame pneumologico feito para retirar o ccf de primeira classe visto que, esse é o que realmente importa para trabalhar na aviação. Quais os exames feitos? Eles fazem expirometria? Ou só auscutam e olham o raio-x? Esse assunto te tirado meu sono!eheh
    Desde já agradeço.

  415. Raul Marinho said, on 4 fevereiro, 2011 at 4:03 pm

    Paulo,

    Eles só auscultam e olham o raio X, além de perguntar se vc tem algum problema (no que aconselho a vc omitir esse seu problema de infância). Eu acho que vc passa, mas se vc está muito preocupado, faça seu exame de 2a classe já no CEMAL-RJ. Se vc for aprovado lá, pode ter 100% de certeza que o será também na 1a classe.

  416. Paulo said, on 8 fevereiro, 2011 at 8:28 pm

    Raul..
    tenho acompanhado seu blog e tirado muitas duvidas.. muito bom!!!
    e tenho uma pergunta!!!
    Quanto aproximadamente eu gastaria com horas de voo pra checar o pp.. e quanto gastaria com horas de voo para checar pc… sei que ja tem até isso escrito aí.. mas é que tenho ouvido diversos valores sobre isso… uns falam que gastaria 40 mil.. outros que chegaria a 80 mil.. outros dizem 30 mil.. não sei.. ahhaha
    abraços

  417. Raul Marinho said, on 8 fevereiro, 2011 at 10:24 pm

    Paulo,

    O custo do PP vai depender de quantas horas de instrução vc vai precisar, e de quanto vc vai pagar pela hora de voo. Para 40h a R$300/h, daria R$12mil, que é um bom chute, mas conte com R$15mil, pois sempre acontece alguma coisa. Já o PC vai depender também da modalidade escolhida (com ou sem IFR e MLTE), mas o breve mais comum (MNTE+IFR) vai ficar por volta de R$35mil. Resumindo: reserve R$50mil para o curso inteiro.

  418. Matheus francozo said, on 9 fevereiro, 2011 at 7:52 pm

    Raul achei muito bacana a ajuda que voce esta dando ao povo com essas informaçoes! Fiz o curso de pp so teoria e pare por ai para comesar a juntar grana, tirei meu ccf so que ele ja vai vencer! Gostaria de saber se eu Tiver horas de voo ja, mais nao tenha completado as horas necessaries eu perco essas horas por eu nao ter terminado em 2 anos o pp.?

  419. Rafael Luck said, on 9 fevereiro, 2011 at 11:34 pm

    Parabéns pelo Post Original e por todas as respostas acima, é admirável a paciência que você tem para responder as perguntas repetidas e as vezes até das mesmas pessoas… rrsrsrs… chega a ser invejável…rsrsrsrs….

    Foi a primeira página que eu acessei para me interar do assunto, tirei 99% das minhas dúvidas, mas esse 1% eu ainda vou descobrir quando começar a fazer os passos que vc nos passou.

    Muito Obrigado por todos os esclarecimentos, seria muito bom outros “Rauls” na internet para tirar a dúvida dos assuntos que a galera tem dúvida

    PARABENS !!

    Obrigado,
    Rafael Luck

  420. Raul Marinho said, on 10 fevereiro, 2011 at 8:19 am

    Matheus,

    As horas de voo não caducam, fique tranquilo.

    Rafael,

    Muito obrigado, mas não se iluda com os 99%… Qdo vc começar a voar, vai ver que a coisa é bem mais complicada do que parece.

  421. wlandecir said, on 11 fevereiro, 2011 at 12:42 pm

    Falaaaa RAULLLLLLL………….fiz os exames que me passo pela unimed e fui liberado da bronquite!!!! Me matriculei no aeroclube de ribeirão preto, a carta de encaminhamento vo busca mes 5/11 quando começar minhas aulas teóricas!!!! a moça falou que se por acaso eu reprova nos exames ela devolver o dinheiro total que gastei e vo fazer o exame em campinas envez de ir até sampa HASP!!!!!!! Você sabe de algum local que posso arrumar emprego de P.C.?????????? EMPREGO MAIS FÁCIL…….abraço fica com DEUS

  422. Raul Marinho said, on 11 fevereiro, 2011 at 1:35 pm

    Wlandecir,

    Conforme já te expliquei, o teu problema de saúde pode resultar em reprovação quando vc for tirar seu CCF num hospital da aeronáutica. Por isso, o melhor que vc pode fazer é realizar esse exame o quanto antes, pois assim vc define logo se vai ser possível ou não prosseguir com os estudos. Não adianta nada vc ir no médico da UNIMED ou na clínica de Campinas, ser aprovado, e depois, quando vc for tirar o CCF de 1a classe, tomar pau. Nessas alturas do campeonato, vc já vai ter gastado muito dinheiro, estudado, voado, feito provas, e tudo em vão. Essa é a minha recomendação, mas se vc quiser fazer as coisas do seu jeito, boa sorte.
    Quanto ao seu emprego de PC, veja esse post para quando vc estiver com sua carteira de PC: https://raulmarinhog.wordpress.com/2011/02/03/o-que-e-ser-piloto-profissional/

  423. Rafael Luck said, on 13 fevereiro, 2011 at 11:10 pm

    Olá novamente Raul !

    Como em alguns posts acima você abriu para que pudéssemos atualizar os valores, aí vai:
    Os valores abaixo foram passados no sábado (12.Fev.2011) por uma funcionária do aeroclube de São Paulo (Campo de Marte)

    PP
    Exame médico (HASP) -> R$ 347,00 (segundo informações da atendente, esse exame não pode ser feito pelo convênio, somente no hospital da aeronáltica, ou por médicos credenciados pela ANAC)

    Curso teórico ->
    Não Sócio do aeroclube
    à Vista -> R$ 1.444,00 ou 4x R$ 380,00 (0/30/60/90)

    Sócio do aeroclube
    à Vista -> R$ 1.368,00 ou 4x R$ 361,00 (0/30/60/90)

    Ex-Aluno do aeroclube
    à Vista -> R$ 1.337,60 ou 1x R$ 380,00 + 3x R$ 342,00 (30/60/90)

    Material -> R$ 210,00
    Computador de vôo -> R$ 120,00
    Transferidor -> R$ 25,00
    Régua -> R$ 3,00

    Prova da Anac -> R$ 250,00

    Aulas Práticas

    Aeroboero -> R$ 199,00 (valor promocional)
    Cherokee -> R$ 299,00 (valor promocional)
    Tupi -> R$ 463,00
    Corisco -> R$ 528,00

    Diamond -> R$ 463,00 (Vôo visual)
    Diamond -> R$ 463,00 (Vôo por instrumentos)

    Valores expressos em hora de vôo e sujeito a alterações.

    Pelas minhas contas, vou gastar R$ 13.000,00 aprox. para fazer todas as aulas no cherokee, visto que a tabela de agendamento do aeroclube para o Aeroboero está lotada…

    Raul,

    Fico muito feliz em contribuir para o seu blog, ele realmente me incentivou bastante a ir atrás do meu sonho…

    Muito obrigado (novamente) e parabéns pelo blog !

  424. Rafael Luck said, on 13 fevereiro, 2011 at 11:12 pm

    Corrigindo os valores abaixo:

    Diamond -> R$ 395,00 (Vôo visual)
    Diamond -> R$ 415,00 (Vôo por instrumentos)

  425. Samuel Lucas said, on 17 fevereiro, 2011 at 3:23 pm

    Raul,

    Qual dos seguintes cursos superiores você me recomenda fazer pra constar no currículo, em relação à carreira de piloto: Engenharia ou Ciências Aeronáuticas?

    Grato desde já,

    Samuel Silva

  426. Raul Marinho said, on 17 fevereiro, 2011 at 4:38 pm

    Samuel,

    A melhor opção é o curso de CA da PUC-RS, onde vc sai com PC checado, PLA teórico, ICAO/4+, Jet Trainer, e padronização EVAER/Varig. Se não der para fazer CA lá, é melhor um curso de Engenharia ou Administração.

  427. Samuel Lucas said, on 17 fevereiro, 2011 at 10:45 pm

    Mas a única boa opção, seria apenas a PUC-RS? Não haveria um boa FCA em outra localidade mais próxima de Recife?

  428. Raul Marinho said, on 18 fevereiro, 2011 at 7:46 am

    Samuel,

    Se vc quiser ficar no NE, acho que a melhor opção seria um curso de Engenharia ou Administração. Não recomendo nenhum curso de CA fora o da PUC-RS.

  429. Samuel Lucas said, on 19 fevereiro, 2011 at 11:22 am

    Ok, grato!

  430. Diego said, on 23 fevereiro, 2011 at 3:58 am

    Fala Raul,
    uma dúvida, só com o teórico de pp ja pode ser dispensado do serviço militar ou precisa do prático tbm?
    valeu

  431. Raul Marinho said, on 23 fevereiro, 2011 at 10:12 am

    Diego,

    Precisa estar com o PP checado, o que significa teórico + CCF + prático (horas de voo) + cheque final (inclui documentação ok, incluindo o certificado de conclusão do 2o grau).

  432. Alex Iovanovich said, on 24 fevereiro, 2011 at 9:15 am

    Raul, tenho o meu PP checado propriamente com as 40 carga horas aulas e quero começar a voar em aviões do tipo, Seneca, King Air….aviões multimotores, claro como co-piloto…eu posso voar e já contando minhas horas nesses aviões sem ter o PC teórico?

  433. Raul Marinho said, on 24 fevereiro, 2011 at 10:11 am

    Alex,

    São duas coisas diferentes:

    1)Como PP, vc pode tirar licença MLTE (para voar Seneca, Baron, ou qualquer outro avião classe multimotor) ou TIPO (do King para o King, do Phenom para o Phenom, e assim por diante), e voar esses aviões como PP. Só que não vai fazer sentido vc voar um avião desses sem o IFR, e para vc tirar o PP-IFR, vc vai precisar de 50h em comando VFR mais 20-40h de instrução IFR (dependendo do simulador), o que vai te levar a 70-90h de voo, mais as 15 horas para checar o MLTE, mais as 40h do PP. Isso vai dar uma média de 140h totais, o que já está perto do PC (150h). Então, não é um caminho inteligente, percebe?

    2)Se vc quer voar como copiloto, entendo que sua intenção é voar comercialmente, certo? Para isso, vc precisa do PC checado, não só o teórico, e voar comercialmente sem ser PC é perigoso, antiético, e ilegal, sem contar que o voo deverá ser necessariamente pirata, o que agrava ainda mais a situação. Ou seja: nem pense nisso.

  434. Alex Iovanovich said, on 24 fevereiro, 2011 at 6:59 pm

    Então quer dizer que eu posso adquiri minhas horas em duplo-comando ou em comando, caso eu deseje voar aeronaves do tipo MLTE.
    A questão é que eu necessitaria de horas em comando para checar meu multi-IFR,
    e que se caso eu consiga essas horas como comando, seria uma boa?

    Obrigado.

  435. Raul Marinho said, on 24 fevereiro, 2011 at 9:47 pm

    Alex,

    Enquanto vc nao checar o MLTE, suas horas de voo em avioes dessa classe so poderao ser em duplo-comando.

  436. Fernando Deprá said, on 28 fevereiro, 2011 at 1:55 pm

    Raul,

    Estou iniciando meu processo de formação pelo Aeroclube de Maringá, no Paraná.
    Na sua opinião, como inicio e onde o meu CCR???

  437. Raul Marinho said, on 1 março, 2011 at 10:01 am

    Fernando,

    Se for CCF que vc quer saber, vá à secretaria do seu aeroclube e se informe sobre quais as opções para fazer o exame, em clínicas ou hospitais da aeronáutica mais próximos.

  438. Matheus francozo said, on 3 março, 2011 at 12:10 am

    Bom día Raul

    Gostaria de saber se eu tenho o pp ja estou checado e tirar a Carteira múlti e a ifr, quando eu querer tirar o pc eu abato regulamento, e navegaçao da prova da anac de pc?

    Obrigado
    Parabens pelo blog

  439. Raul Marinho said, on 3 março, 2011 at 9:03 am

    Matheus,

    Para tirar o PP-IFR, vc precisa de estar aprovado em REG, MET e NAV de PC. Portanto, se vc já for PP-IFR checado, vai ficar faltando somente CT e TV. Para MLTE, não é preciso nenhuma prova. Em todo caso, não faz muito sentido vc tirar a carteira de PP-IFR-MLTE, pois faltariam poucas horas para checar o PC.

  440. Paulo Afonso said, on 10 março, 2011 at 8:31 pm

    Ola Raul. Estou prestes a tirar meu. CCF segunda classe hj recebi meu raio-x dos seios da face indicando alteração em apenas uma cavidade e, como não to com sintoma de sinusite e tive gripe a 3 semanas,creio que deve ter sido por ela. Pelo que vi no RBHA, as patologia agudas graves dos seios da face é que sao barradas. Pelo que vc viu sobre o exame do otorrino ow pelas histórias q vc sabe, essas alterações leves costumam ser Barradas?
    Desde já agradeço.

  441. Raul Marinho said, on 10 março, 2011 at 9:31 pm

    Paulo,

    Para o CCF de 2a.classe, especialmente se for tirado em clinica particular, vc passa tranquilo (eu tinha um baita desvio, e passei). Já para a 1a.classe, a coisa complica… Eu tive que operar.

  442. Paulo Afonso said, on 11 março, 2011 at 1:38 am

    E em relacao a sinusite? Vc sabe de pessoas que estavam com essas alteracoes e passaram? Ha alguma tolerancia?

  443. Rick Dias said, on 11 março, 2011 at 4:21 am

    Ola Raul. tudo bem?
    Bom meu nome eh Rick eu tenho 18 anos.. e sempre fui louco por aviação, e estou querendo tirar meu breve de PP e em seguida passar para PC para pode ganhar meu dinheiro fazendo oque eu sempre tive vontade e quem sabe um dia pilotar pra uma grande empresa, mas por enquanto vamos ao que esta mais ao meu alcance que eh o PP e tbm eh o primeiro passo.

    a minha pergunta eh sobre o preco.. quanto eu vou gastar por mes? pagando as aulas e as coisas que sao preciso, ex: exames, apostilas etc.. qual eh o valor do curso por mes? o PP da uns 15 mil?.. esse preco eh parcelado?

    aguardo sua resposta

    Grato desde ja!

  444. Raul Marinho said, on 11 março, 2011 at 11:04 am

    Rick,

    O preço da instrução vai variar muito, dependendo de quantas horas vc vai precisar até estar pronto para o cheque, onde vc vai voar, que avião vc escolheu, se vc quer fazer curso teórico presencial, como vc vai tirar o CCF, e outros fatores. Mas, para vc ter uma idéia aproximada, vc vai gastar uns $3mil entre exames médicos, material de estudo, aulas teóricas, etc., e uns $15mil com as horas de voo, cheque e taxas da ANAC. Esses $3mil, vc vai gastar em cerca de 4 meses, e os $15mil em uns 8 meses, supondo um período de um ano de instrução para o PP. Na prática, vc vai gastar uns $1,2mil/mês nos primeiros 4 meses e uns $2mil/mês nos 8 meses finais. Na maioria dos aeroclubes, vc paga o teórico parcelado e as horas de voo à vista; a única exceção que eu conheço é a EJ, que parcela tudo em até 10X no cartão, mas o preço dela é bem superior à maioria dos aeroclubes.

  445. Raul Marinho said, on 11 março, 2011 at 11:08 am

    Paulo,

    Se vc quer seguir carreira na aviação, o melhor a fazer é operar logo de uma vez. Uma hora vão te reprovar, aí vc vai ter que parar de trabalhar até operar e ficar 100%, e o resultado vai ser que vc provavelmente vai ser despedido e ficar uns 6 meses sem trabalhar. Então, opera e resolve. Eu operei e posso te falar que é tranquilo, vc nem dorme no hospital, e a recuperação não é complicada.

  446. Paulo Afonso said, on 12 março, 2011 at 12:50 am

    Ola de novo Raul. Gostaria de saber como é a parte do otorrino do CCF de 1 classe, é apenas raio x da face, audiometria, e inspeçao no nariz/boca/ouvido? Tem mais alguma coisa? E nas revalidaçoes? É a mesma coisa?
    Vlw

  447. Raul Marinho said, on 12 março, 2011 at 10:12 am

    Paulo,

    Os exames são os mesmos para 1a e 2a classes (esses mesmos que vc citou),o que muda são os critérios de aprovação, bem mais rígidos para a 1a classe.

  448. Rodrigo Pontes said, on 12 março, 2011 at 6:30 pm

    Raul, Boa Noite!

    Estou fazendo PPH, e algumas pessoas me disseram que sai mais em conta fazer PPA e depois PPH, que além de ficar mais barato, eu teria licença tanto para pilotar avião, como helicóptero… isso é verdade? sai mais em conta mesmo? Disseram que quem já é PPA, precisa de apenas algumas horas de diferença em helicóptero para tirar o PPH.

    Grato.

    Rodrigo Pontes

  449. Luiz Fernando said, on 12 março, 2011 at 11:51 pm

    E aí Raul beleza? No comentario anterior, vi que vc disse que existe raio-x para revalidaçao de CCF 1 classe. Mas no RBHA 67 diz isso: ”(g) O raio-x dos seios paranasais é obrigatório nas inspeções iniciais para obtenção do CCF 1 classe. Os inspecionados das outras classes de CCF só o farão quando houver indicaçao cl’inica.”
    Nesse caso, nas revalidacoes nao seria obrigatorio raio-x pois o documento nao especificou isso. Mesmo assim eles fazem as radiografias todo o ano? Isso nao seria levar radiacao na cabeca a toa?
    Digo isso pq na parte de pneumologia o documento foi claro em ressaltar a necessitade da radiografia todo o ano e na parte do otorrino(essa acima) ele nao o fez.

  450. Raul Marinho said, on 13 março, 2011 at 4:33 pm

    Luiz,

    Se vc for aprovado sem restrições na avaliação inicial, não serão necessários novos R-X nas revalidações, mas caso seja detectado alguma anomalia, mesmo que vc seja aprovado, os R-X se repetirão. Quanto à radiação, ela não é significativa a ponto de te fazer mal se vc fizer exames anuais.

  451. Raul Marinho said, on 13 março, 2011 at 4:36 pm

    Rodrigo,

    Na verdade, se vc tirar o seu PCA primeiro, vc poderá tirar o PCH com somente 60 horas. Essa redução de 40h equivale a cerca de R$30mil, que é mais ou menos o que custa o PCA. Então, na prática, o PCH equivale ao PCA+PCH em termos financeiros.

  452. Rodrigo Pontes said, on 14 março, 2011 at 4:12 pm

    Entendi…. então caso eu ja tenha o PPH e PPA, e fizer o PCA, eu precisaria somente de mais 20 horas de helicoptero para tirar o PCH, certo? considerando que como sou PPH, ja tenho 40 horas de helicoptero…. certo?

  453. Raul Marinho said, on 14 março, 2011 at 4:48 pm

    Rodrigo, e isso aí.
    Só fique atento as horas específicas de piloto em comando, vôo noturno, etc. Mas em termos de horas totais e esse mesmo e espirito da coisa.

  454. patricia dias de andrade said, on 17 março, 2011 at 10:05 am

    RAUL,TENHO40 ANOS SONHO EM VOAR E MESMO MELHOR MINHA RENDA SOU PROFESSORA NA REDE PUBLICA DO INTERIOR DE MINAS NAO TENHO CONDIÇOES FINACEIRAS P ADIQRIR UM PP ,EXISTIRIA ALGUMA OUTRA Q EU POSSA RECORRER PARA ESTA REALIZANDO ESTE MEU SONHO.UM FINACIEMENTO OU MESMO BOLSA GRATUITA OU UMA ALMA CARIDOSA. SEU BLOG FOI MUITO INSTRUTIVO E ESCLARECEDOR JA ME SENTI COMO UMA PILOTO ,GRATA…

  455. Raul Marinho said, on 17 março, 2011 at 10:43 am

    Maria,

    Em 2009 2 2010, a ANAC ofereceu bolsas para PP e PC, porém em 2011, até agora. nada.

  456. Rodrigo Pontes said, on 17 março, 2011 at 10:55 am

    Raul, Bom Dia! Mais uma dúvida….. para eu fazer PPA e PPH eu preciso fazer 2 provas teóricas na ANAC, ou somente uma?

    Obrigado mais uma vez.

    Rodrigo Pontes

  457. Raul Marinho said, on 17 março, 2011 at 11:34 am

    Rodrigo,

    Depois de ser aprovado na banca de PPA, vc obtém isenção para as provas de MET e NAV, ou seja: vc só precisará fazer as provas de CTN, REG e TVH na banca de PPH.

  458. Rodrigo Pontes said, on 17 março, 2011 at 11:39 am

    Entendi…. agora se eu fizer o contrario…. primeiro a banca de PPH e depois PPA, a regra é a mesma ou não?

  459. Raul Marinho said, on 17 março, 2011 at 1:23 pm

    Rodrigo,

    Sim, e a mesma coisa.

  460. Rodrigo Pontes said, on 17 março, 2011 at 2:21 pm

    Ok. Muito Obrigado.
    Você é PCH ou PCA? Atualmente esta em alguma cia aérea? Pois meu pai trabalha no trobleshooting da GOL.

    Abraços.

  461. Raul Marinho said, on 17 março, 2011 at 6:30 pm

    Rodrigo,

    Chequei meu PCA há 1 mês, e estou aguardando a ANAC liberar minha CHT. Portanto, ainda não posso voar profissionalmente, mas espero poder em muito breve. Se seu pai puder me indicar para alguma vaga (não na Gol, que ainda não sou qualificado para isso), agradeço imensamente.

  462. Daniel Moretto said, on 17 março, 2011 at 6:41 pm

    Boa tarde Raul…tudo bom? gostaria que voce me tirasse uma duvida.
    Ja tirei minha CCF final do ano passado, ja conclui o curso teorico de PPA, no aeroclube de Ribeirao Preto, de agosto a dezembro de 2010, estou estudando fazendo uma revisão em casa agora pra pode prestar a prova teorica de PPA da Anac, gostaria de saber se posso começar o curso de PCA teorico no meio do ano sem ter feito a prova teorica e as horas de voo de PPA, ou preciso chegar o PPA antes??? Ano passado tinha alguns amigos meus que ainda não havia feito a prova teorica de PPA e ja estavam cursando o teorico de PCA, mas me parece que esse ano não seria mais permitido.
    Gostaria que voce me tirasse essa duvida.
    Obrigado e bons ventos pra ti.
    Abração.
    Daniel Santa Rita.

  463. Raul Marinho said, on 17 março, 2011 at 9:09 pm

    Daniel,

    Para vc se matricular no curso de PC, e necessário apresentar a CHT de PP. De fato, essa regra não estava sendo cumprida antigamente (eu fiz o meu curso de PC sem ter o PP checado, em 2009), mas hoje em dia não tem mais jeito: tem que checar e ter a carteira emitida pela ANAC, senão o curso não terá validade.

  464. ROBERTO ROCHA said, on 19 março, 2011 at 6:25 pm

    Para o mercado atual tem mais chance de carreira, claro, estando preparado, um piloto de avião ou de helicóptero?

  465. Raul Marinho said, on 19 março, 2011 at 8:14 pm

    Roberto,

    Principalmente por causa da demanda de pilotos para operar os helicópteros que irão atuar no pré-sal, a asa rotativa tende a ser a mais promissora. Entretanto, a carreira de piloto de helicopteros é bem mais complicada para iniciar, já que a maioria dos equipamentos não requerem co-piloto, uma função típica para iniciantes da asa fixa. Outro problema é em relação ao seguro, proibitivo para helicópteros operados por pilotos com menos de 500 horas de voo. Com isso, sobram poucas opções para o piloto de helicópteros iniciantes, sem contar com o custo do treinamento, também mais alto que o de aviões. Mas para quem consegue chegar às 500 horas de voo, o cenário é mais positivo na asa rotativa, mesmo que a asa fixa esteja vivendo um otimo momento hoje em dia.

  466. wlandecir said, on 19 março, 2011 at 9:52 pm

    Boa noite RAULLLL, num sei c vc lembra d mim, tinha bronquite qdo pekeno e fikei com medo do CCF……….fiz hj a bateria de exames das 7da manha ateh 3 hrs da tarde no HASP, maior canseira…….Graça a deus passei e consegui minha carteirinha CCF aprovada!!!!!! que venha a prova teorica de P.P, estudar bastante………

    grato, júnior

  467. Raul Marinho said, on 20 março, 2011 at 12:14 pm

    É isso aí Wlandecir, vc fez a coisa certa: foi no HASP, e fez o exame.
    Parabéns!

  468. molina said, on 27 março, 2011 at 11:46 pm

    Olá Raul.
    Estou muito interessada em aviação agrícola,mais nem sei como começar ,o que tenho que fazer desde o primeiro passo ate o ultimo,quanto tempo gastaria ate terminar, quanto eu gastaria ate concluir,hoje o campo de trabalho e bom e quanto esta sendo o salário de um piloto agrícola ?
    obrigada

  469. Raul Marinho said, on 28 março, 2011 at 9:56 am

    Molina,

    Para seguir a carreira de PAGR, são necessárias 400h de voo, sendo 200h em aviões “normais” e 200h em avião agrícola. Então, vc começa igual a todo mundo, checando primeiro o PP, depois o PC, e voando mais umas horinhas até chegar às 200h. A partir daí, vc começa a instrução específica de PAGR, sacou?
    Vc vai gastar mais ou menos um pouco mais que o dobro do que um PC-MNTE/VFR gastaria, tanto em termos de dinheiro quanto de tempo – ou seja: uns R$100mil em 2 anos, no mínimo. Embora a hora de voo de avião agrícola seja mais cara, vc pode voar quase todas as horas de avião não-agrícola em aeronaves mais simples (Paulistinha, Boero, etc). O mercado de trabalho está muito bom, e tende a melhorar, e segundo me contaram, um PAGR tira por volta de R$100mil por safra.
    O grande problema da aviação agrícola é o risco. Um PAGR voa o tempo todo a baixa altura e devagar, a configuração mais perigosa da aviação. Por isso, é muito fácil colidir com postes, árvores, cercas, e principalmente fios elétricos, praticamente invisíveis da cabine. Tem também o problema dos defensivos, que podem contaminar o piloto, além de serem muito corrosivos para o avião, que fica mais sujeito a problemas mecânicos. Ainda no quesito manutençao, muitas vezes o avião fica meses no campo, longe de centros urbanos, e não é tratado como deveria, o que piora a situação. É por essas e outras que acidentes com PAGRs são, infelizmente, muito frequentes.

  470. Rafael Fernandes Luck said, on 29 março, 2011 at 9:05 am

    Olha eu aqui novamente Raul….

    Fiz os exames pelo meu convênio para levar a uma clinica credenciada da ANAC, e no laudo do meu raio X da face apareceu desvio de septo nasal, aí vem a grande dúvida…

    Sei que você operou a pouco tempo desse problema (aparentemente comum)… mas você foi aprovado no CCF para PP, ou você precisou operar antes para depois conseguir o CCF para voar?…

    Estou preocupado pois uma cirurgia não se consegue do dia para a noite, e eu pretendia começar as minhas aulas práticas no máximo mês que vem…

    Sei que operar é o caminho, mas posso conseguir o CCF mesmo com esse desvio?
    O que você me aconselha fazer?

    Valew RAUL !

  471. Raul Marinho said, on 29 março, 2011 at 9:16 am

    Rafael,

    Eu fiz exatamente o que vc descreveu: tirei meu CCF de 2a. Classe ainda com o “nariz torto”, numa clinica particular e, depois de operar, tirei o de 1a. No CEMAL. De fato, leva tempo para operar. Entre a consulta, o agendamento, e a recuperação, conte com 6 meses, no mínimo. Por isso, não marque bobeira senão vc vai ter que renovar o CCF de 2a na clinica, sendo que o ideal seria já partir para o de 1a quando o de 2a vencer.

  472. Flavio said, on 29 março, 2011 at 8:06 pm

    Boa noite Raul,

    Irei começar a fazer minhas aulas agora semana que vem para PPH e gostaria de saber como funciona dps que tiver feito o voo cheque e passado como faço pra aumentar minnhas horas de voo, se por exemplo algum lugar aluga o helicoptero pra que eu passo adquirir mais horas de voo?
    Grato.

  473. Raul Marinho said, on 29 março, 2011 at 8:27 pm

    Flávio,

    A maioria continua voando nas escolas de aviacao depois checar o PP – ou seja, continua tudo igual no PC em termos financeiros (custo das horas de vôo). Mas e possível voar em helicópteros particulares, sim, seja ele próprio, seja de terceiros, só que o requisito para cheque sobe de 100 para 150 horas. Eu nunca ouvi falar de alguém que alugue helicópteros para PPs recem-checados, mas em tese isso e possível. Muito improvável, mas possível.

  474. Max said, on 30 março, 2011 at 12:42 am

    Saudações, Raul

    Fiquei sabendo através de um amigo, que no avião é possível fazer aulas práticas, em conjunto, ou seja, ir 2 alunos na mesma aula. Dessa forma, ambos vão somar as aulas.
    Isso procede?
    Abraços

  475. Rafael Fernandes Luck said, on 30 março, 2011 at 8:55 am

    Raul…. só mais uma dúvida…

    Já estou correndo atrás da consulta para ver isso melhor mesmo sem nem ter feito ainda o ccf de 2a classe…havia ficado preocupado se eu conseguiria passar na boa no de 2a classe…mas pelo visto não vou ter problemas… somente uma recomendação médica para procurar um otorrino, certo?

    Você tirou o seu CCF de 1a Classe no CEMAL porque eles são “menos criteriosos” e poderiam te reprovar no HASP mesmo depois da cirurgia ou foi somente uma opção por outros motivos?

    Pois fico preocupado de mesmo depois de operar, o HASP encrenque em alguma coisa….

    Valew!

  476. Raul Marinho said, on 30 março, 2011 at 9:09 am

    Rafael,

    Eu recomendo o CEMAL porque eles são mais corretos e criteriosos. No HASP, vc pode ser reprovado por qualquer bobagem, como “ansiedade”, por exemplo. Mas eu fui no CEMAL porque o HASP estava com quase 60 dias de espera para agendamento do inicial de 1a classe, e eu estava perto do cheque de PC, enquanto que o CEMAL fazia o exame no dia…

  477. Raul Marinho said, on 30 março, 2011 at 9:12 am

    Max,

    Melhor ainda e fazer hora de vôo num 747, aí 500 alunos tem instrução ao mesmo tempo, já pensou que beleza? Mas, sem sacanagem: não, isso non ecziste! 1 aluno, 1 avião, 1 instrutor, essa e a regra.

  478. felicio said, on 31 março, 2011 at 10:53 am

    Raul, pretendo ir para os estados unidos la e mais barato para tirar o breve.

  479. Raul Marinho said, on 31 março, 2011 at 11:53 am

    Felício,

    É mais barato, mesmo… Uns 50%, talvez.
    Mas se vc colocar na ponta do lápis todos os custos envolvidos (viagens, estadia, alimentação, etc), essa vantagem diminui substanciamente. E se vc souber que a ANAC vai te dar um chá de cadeira de 6 meses para convalidar a licença no Brasil, talvez vc mude de idéia.


Os comentários estão desativados.

%d blogueiros gostam disto: