Toca Raul!!! Blog do Raul Marinho

Perder vs. Deixar de ganhar

Posted in Atualidades, Ensaios de minha lavra, Evolução & comportamento by Raul Marinho on 12 agosto, 2009

ilusão

Compare esses dois cenários:

I- Alguns dias antes da crise, um consultor financeiro lhe recomenda investir todas suas economias, que somavam R$100mil à época, em ações. Seis meses depois, seu portfólio estava avaliado em R$50mil, logo você perdeu 50% de sua reserva financeira.

II- No início deste ano, um consultor financeiro lhe disse para deixar todo o seu dinheiro – R$100mil – embaixo do colchão, já que a crise estava tão forte que mesmo uma aplicação em renda fixa no banco seria arriscada. Seis meses depois, você verifica que se tivesse investido na bolsa, estaria hoje com R$150mil, logo você deixou de obter um ganho de 50% sobre seu patrimônio.

Embora o prejuízo efetivo seja idêntico em ambos os casos, sua percepção seria bem diferente se você estivesse no cenário I ou no II, não é mesmo? No primeiro caso, você provavelmente estaria querendo esganar seu consultor de investimentos; enquanto que, no segundo, suas chances de perdoá-lo (“melhor pecar por excesso de zelo do que pela falta”) seriam bastante altas. Só que isso não significa nada em termos reais, é só a percepção dos fatos, uma ilusão: nos dois casos, sua perda foi de R$50mil ou 50% do seu patrimônio. Tão simples quanto isso.

Isso tudo para falar sobre o que noticia o blog do Kanitz neste post: agora, o Paul Krugman diz que “afinal de contas, não haverá uma grande depressão como em 1929”. Por mim, tá perdoado, já que não perdi dinheiro com a crise. Mas continuar a dar crédito aos seus livros e artigos já outro problema.

Anúncios

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Renato said, on 13 agosto, 2009 at 8:18 pm

    Krugman rapidamente disse que a ação de Gordon Brown, na Inglaterra, de inundar os bancos privados com dinheiro do Tesouro era excelente e que ele era um salvador do sistema financeiro mundial. Era um exemplo a ser seguido! Pois bem, a Inglaterra está numa das piores situações da economia mundial, com um déficit de dois dígitos e taxa de desemprego que não se via há mais de uma década. É sempre bom lembrar que Krugman ganhou o Nobel pelas teorias de comércio exterior, não pelos pitacos que dá no dia a dia em colunas de jornal e posts no seu blog.

  2. Raul Marinho said, on 14 agosto, 2009 at 1:42 pm

    Vale lembrar que o grande best-seller do Krugman deste ano foi “A Crise de 2008 e a Economia da Depressão”.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: