Toca Raul!!! Blog do Raul Marinho

A desinformação clovisrrossiana de sempre

Posted in Atualidades by Raul Marinho on 25 maio, 2009

sadia+perdigao-200b

A seguir, a coluna do Clóvis Rossi na Folha de ontem. Meus comentários vêm na sequência.

A bolsa ou a vida

A Bolsa de Valores zerou este ano, até agora, as perdas sofridas a partir de outubro, auge da crise. O emprego nem remotamente. O rendimento dos salários tampouco: além de continuar medíocre como é há séculos, ainda retrocedeu algo mais.

Não obstante, há festa no arraial. Sinal de que estamos de volta ao espírito pré-crise: o que importa é a felicidade do capital. A vida, bom, a vida a gente toca como Deus manda, como diria o caboclo no seu conformismo também secular, afogado nas águas ou torrando ao sol das secas impenitentes.

Não é só no Brasil. Na Espanha, por exemplo, a Bolsa, este ano, está em território positivo. Mas, no ano até abril, o número de postos de trabalho decepados bateu em 1,1 milhão, à base portanto de 100 mil por mês, arredondando.

Não obstante, a ministra da Economia, Elena Salgado, vê uma luz no fim do túnel e é capaz de jurar que não se trata de trem vindo em sentido contrário, frase que já deveria ter caído em desuso.

Com isso, a gritaria a respeito da falência do capitalismo selvagem, a pregação quase missionária em favor de uma nova arquitetura financeira global capaz de mitigar os efeitos perversos da jogatina -está indo tudo para o saco.

Tanto que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva chama de “trambique” as apostas em derivativos, que afundaram a Sadia. Mas o BNDES, banco público, põe dinheiro para ajudar na compra da empresa supostamente “trambiqueira” pela Perdigão, compra tratada com o codinome de fusão.

Se é trambique, como diz Lula, deveria ser regulado pelo governo, e não incentivado via BNDES, não?

Menos mal que pelo menos Barack Obama já soltou seu plano para regular justamente os tramb… ops, derivativos. Sei não, mas desse jeito os EUA correm o risco de saírem mais sólidos que outros da crise que criaram.

Comento

O colunista da Folha adora misturar conceitos quando trata de economia, às vezes por ignorância, às vezes por má fé; mas, na maioria das vezes, pelos dois motivos – o que parece ser o caso do texto de hoje.

Em primeiro lugar, é para comemorar, sim, a recuperação das bolsas. E quem deveria soltar mais rojões deveriam ser os trabalhadores, já que os especuladores ganham sempre, tanto na alta quanto na baixa. Quando as bolsas estão em alta, há clara sinalização de recuperação econômica, o que significa que os empregos voltarão, que a renda deverá aumentar, etc. Se a recuperação dos empregos ainda não ocorreu é porque existe um tempo necessário para a economia se reorganizar até chegar às (re)contratações, que certamente ocorrerão se os sinais do mercado se mantiverem positivos. (E mesmo que os empregos não voltassem… Que vantagem teriam os trabalhadores com a queda nas bolsas? Divertir-se com amiséria alheia?).

Em segundo lugar, é preciso entender que os derivativos, no Brasil, são muitíssimo bem regulados (até demais, eu diria), diferente do que ocorreu nos EUA. “Trambique” foi a má utilização desses derivativos, como no caso da Sadia. Se o botequim da esquina se financia com o cheque especial do dono, e quebra por causa disso, o que está errado: a regulamentação das operações de empréstimo via cheque especial, ou a capacidade administrativa do proprietário? O diretor da Sadia cometeu um erro técnico-administrativo no uso dos derivativos, foi simplesmente isso o que aconteceu. Nada a ver com o problema dos derivativos nos EUA, monstrengos incontabilizáveis e ininteligíveis criados para gerar ganhos estúpidos para alguns.

E, finalmente: a entrada do BNDES nessa história não tem nada a ver com derivativos. A Sadia (que quebrou por incompetência gerencial, isso precisa ficar claro) deveria ser jogada no lixo, ou seria melhor para o país que se encontrasse uma outra saída para o caso? Ora, a compra da Sadia pela Perdigão (e nisso o Clóvis Rossi acertou: não é uma fusão) com apoio do BNDES foi a melhor saída dada a situação apresentada.

Anúncios

Uma resposta

Subscribe to comments with RSS.

  1. FV said, on 8 julho, 2009 at 1:10 am

    Bela crítica.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: