Toca Raul!!! Blog do Raul Marinho

Isso sim é crise de crédito

Posted in Atualidades by Raul Marinho on 19 janeiro, 2009

Sabe aquele papo do presidente Marolinha sobre ler jornais e ter azia? É de reportagens como a abaixo reproduzida (do blog do Noblat, que reproduziu de O Globo) que ele estava falando.

Barrados no crédito

De Bruno Rosa

Não basta ter o nome limpo na praça para obter crédito. Nem apenas comprovação de renda. Com a crise financeira global, o comércio e o setor financeiro vêm aumentando as restrições na hora de vender a prazo e de conceder novos empréstimos. O primeiro critério é quanto a compra vai comprometer da renda. Antes, o índice era de 30%; agora, é de 20%, em média. Além disso, profissão, tempo de emprego e local de residência passaram a ser variáveis obrigatórias na análise das empresas. O motivo é a alta na inadimplência nos últimos meses do ano passado – que chegou a dobrar em alguns casos – pegando boa parte do varejo desprevenido.

As restrições ganham ainda mais força neste início de ano, período em que, tradicionalmente, os calotes aumentam devido ao pagamento de impostos e de material escolar, para quem tem filhos. Segundo cálculos do professor Marcos Crivelaro, da Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap), 35 milhões de brasileiros estavam com suas prestações atrasadas entre os 80 milhões que entraram em algum financiamento em 2008. Para este ano, esse número deve aumentar até 30%, afirmam economistas. Com isso, o total dos endividados pode chegar a 45,5 milhões.

De acordo com levantamento da Confederação Nacional de Dirigente Lojistas (CNDL), antes da crise – que se agravou em 15 de setembro de 2008, com a quebra do gigante bancário americano Lehman Brothers – sete em cada dez clientes eram atendidos ao solicitar crédito às instituições. Hoje, apenas 45% têm sucesso.

Segundo o Telecheque, o índice de reprovação era de 25% até setembro de 2008. Após a turbulência financeira, subiu para 40%. Francisco Valim, presidente da Serasa, diz que as maiores restrições de crédito e os juros altos aumentaram a inadimplência em 8% em 2008, maior nível em dois anos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: