Toca Raul!!! Blog do Raul Marinho

Como irritar o seu cliente

Posted in Atualidades, Ensaios de minha lavra, Evolução & comportamento by Raul Marinho on 10 novembro, 2008

alfred_e_neuman

Ontem, fui à concessionária CAOA da av. Brás Leme (uma revenda Ford) para tentar trocar o carro da minha mulher, um Ford Ecosport 2006 mecânico, por um zero automático. Cheguei até lá por causa de um anúncio no jornal, que dizia haver um modelo automático em promoção, o que não era verdade (o que, por si só, já é uma falha), mas não foi isso o que me irritou. Havia dois Ecosport usados à venda, do mesmo modelo do da minha mulher, um ano 2005 e outro 2007. O vendedor me informou que o mais antigo estava à venda por R$41mil, e o fabricado no ano passado, por R$47mil. Perguntei quanto pagariam no carro que queria trocar, carro de médica, única dona, nunca bateu, completa e com todas as revisões feitas em concessionária. O vendedor foi consultar seu gerente, e volta em alguns minutos com a informação: R$32mil.

Isso também não me irritou. É um direito da empresa querer ganhar o máximo possível, e os riscos do negócio são muito altos. É o clássico problema das informações assimétricas: o comprador não tem como tre certeza de que meu carro (ou melhor, o carro da minha mulher) é, de fato, carro de médica, de única dona, que nunca bateu, etc. Isso sem contar que o mercado está maluco, e amanhã a gente entra numa recessão que joga o preço dos carros usados no chão, ou a mercadoria encalha e a empresa tem que arcar com custos financeiros estratosféricos. O que me irritou mesmo foi o seguinte diálogo:

Eu: – Quer dizer então que você vai comprar meu carro por R$32mil e vender por R$42mil…

Vendedor: – Não, de jeito nenhum! É que esses carros que estão aqui foram comprados antes da crise, por isso que estão sendo vendidos nesse preço. O seu vai ser vendido por no máximo R$35mil.

Ah, tá. Se o mercado se aquecesse e o carro passassse a valer R$45mil, a loja o venderia por R$35mil só porque pagou barato na compra? E esses itens que estão na faixa de R$42mil, se não encontrarem compradores, vão ficar no estoque indefinidamente só porque foram comprados por um preço maior? Conta a do papagaio agora. Nada irrita mais do que quando alguém subestima a nossa inteligência. Ser tido por imbecil é muito pior do que perder dinheiro. Se o vendedor dissesse “Olha, meu caro… Infelizmente, o que eu posso pagar pelo seu carro é somente R$32mil. Eu sei que é pouco, mas é o quanto nosso departamento comercial permite. De qualquer maneira, fique à vontade para vender seu carro de outra maneira, nós estaremos aqui para lhe oferecer o melhor negócio na compra do seu zero quilômetro”. Pronto, resolvido. Eu poderia até topar os R$32mil, só para não ter o trabalho de ter que vender o carro. O que não dá para aceitar é ser confundido com o Alfred Neuman (o da foto acima). Imaginar o cara comentando com os amigos no bar “Rá rá rá!!! Agora deixa eu contar a do idiota de oclinhos que apareceu lá na loja hoje!!! Vocês acreditam que eu fiz cara de tristeza e falei da crise, e o otário acabou vendendo um Ecosport 2006 por 32 paus!!!??? Rá rá rá, como tem idioota nesse mundo!!! Rá rá rá!!!” é que é o problema, não o dinheiro em si. Dinheiro a gente ganha – e, com o perdão da arrogância, sem tanta dificuldade assim. Auto-estima já não é tão fácil de obter…

Bem, o resultado é que eu fechei a compra de um Honda Fit na loja ao lado, só para não ter o risco de ter que pisar numa loja Ford-CAOA no futuro. Ah, e estou vendendo um Ecosport 2006 por R$42mil, alguém se interessa? Para os leitores do blog, dou desconto especial.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: