Toca Raul!!! Blog do Raul Marinho

Futturologia*

Posted in Atualidades, Ensaios de minha lavra by Raul Marinho on 7 outubro, 2008

O mundo está acabando. As bolsas estão derretendo, o crédito está paralisado, os bancos centrais de todo o mundo estão atônitos. Profecias sobre o fim da hegemonia estadunidense estão chovendo, e sobre o capitalismo e o livre mercado também. Os ufanistas apostam que o futuro pertence ao BRIC (Brasil, Rússia, Índia e China), e que nós, brasileiros, vamos dominar o mundo.

Balela: os EUA vão continuar sendo o país mais rico do mundo, e os BRIC vão continuar sendo países pobres. Releia esse blog em outubro de 2009, e se eu estiver errado, pode me escrever que eu me comprometo a comprar a primeira página da Folha de São Paulo para publicar minha retratação. Tudo vai mudar para continuar exatamente como está.

O ponto é o seguinte: Os laboratórios farmacêuticos dos EUA continuam fazendo pesquisas e registrando patentes; A Microsoft, a Google e a Apple continuam investindo em tecnologia e lançando produtos inovadores; Hollywood continua produzindo filmes cada vez mais interessantes para o gosto popular; Harvard, Yale, MIT e Princeton continuam empregando os melhores cérebros do planeta… Ou seja: a capacidade de produção de riqueza dos EUA continua (e continuará) a mais forte do mundo.

Enquanto isso, o Brasil exporta soja, minério de ferro e suco de laranja, e aposta num futuro grandioso porque encontrou petróleo no “pré-sal”. Deus tenha piedade de nós.

*O duplo t é recomendação de meu numerólogo particular.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: